História As paixões de July II - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias CNBlue, EXO, Infinite, Monsta X, NU'EST, SHINee, VIXX
Personagens Baekho, Chanyeol, Dongwoo, Hongbin, Hoya, Hyung Won, Kai, Kang Min Hyuk, Leo, N, Personagens Originais, Ravi, Ren, Suho, Sunggyu, Taemin Lee, Won Ho
Tags Drama, Exo, Hospital, Infinite, Monsta X, Morte, Nu'est, Sangue, Shinee, Vixx
Visualizações 9
Palavras 716
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


20/08/2016 sábado

Capítulo 25 - XXV


Fanfic / Fanfiction As paixões de July II - Capítulo 25 - XXV

Dia de voltar para casa, Dongwoo foi para casa arrumar as coisas e preparar tudo para o jantar a noite, irei conhecer sua família enfim... Estou no hospital, tomara que aconteça uma emergência e eu tenha que ficar a noite toda aqui... Não quero ouvir falar em casamento, só a escolha dos convites e o vestido já foi um estresse. O bom é que consegui duas cirurgias, uma de avaliação do Yunjun e a outra em conjunto com Antoni.  Ainda tive que selecionar um neurocirurgião. Analisei e passei 3 para o Chen já que ele trabalhará com a pessoa. Passei pedindo para não passar o tempo... E ele passou e tive que ir embora, e já havia um segurança a minha espera, acho que de medo que eu fosse fugir.

-Chin! Não irei fugir.

-Vim te acompanhar, achamos melhor não deixa-la sentir emoções fortes sozinha, o Antoni falou com o Edu, já sabemos do seu problema July. Até quando você iria esconder de nós? Foi para o Japão e não nos falou, não adianta vir dizer para mim que é médica, que sabe das consequências e que não sei o quê! Você está sendo criança July, egoísta, não pensa que suas atitudes irão nos atingir, só quer viver no seu mundo. Pois olhe para os lados, veja que todas as vezes que você precisou ou adoeceu, tinham pessoas que se preocuparam com você. Seu irmão largou tudo da vida dele por sua causa, e você? Quando abrirá mão por ele? July você irá morrer e levará o Edu junto... Eu sei que seu emprego é sua prioridade. Mas faça só o necessário, não precisa mais, você já tem tudo o que quer. Prestígio, reconhecimento, respeito e carreira. Sabe que assumirá a diretoria do hospital logo, se estiver viva.

-Chega Chin... Vamos subir ou vai ficar me xingando aqui embaixo? Credo, o que te deu?

-Deu que seu irmão não dorme a dias preocupado com você! Isso é injusto...

-Desculpa Chin. Eu não quero isso, eu amo vocês! Só quis poupa-los de sofrer por uma coisa que realmente não tem necessidade.

-Vamos subir. Venha. Nós amamos você July, nos preocupamos com sua saúde.

Ele abriu a porta do meu apartamento, entramos e Dongwoo veio nos receber. Apresentou-me sua mãe, suas irmãs e sua sobrinha. Um amor. Tomei um banho, me arrumei e voltei para a sala.

-Chin, quer ajuda?

Olhei para Chin com um pedido de socorro nos olhos. Ele entendeu!

-Quero Ju, venha aqui, por favor!

Começou a me dar ordens sem parar, Dong veio até nós e me abraçou. Cochichou no meu ouvido.

-O que está fazendo?

-Evitando sua família! Obrigada por perguntar.

-Venha sentar conosco, sente ao lado do Edu. Irá se sentir melhor entre nós dois.

E as perguntas começaram... E adivinha qual foi o assunto principal... Claro, casamento. Será que eu sou a única mulher do mundo que não liga para isso? Sério? Lista, flores, igreja, lembranças, mesas, salão...

-Mãe olha só, nós só queremos escolher nossos padrinhos, eu os meus padrinhos e minhas madrinhas e ela os dela. Cada um escolhe suas roupas, nós já escolhemos as nossas. Nossas sobrinhas entrarão conosco. Já mandamos fazer os convites assim que estiverem prontos pegaremos os nossos e entregamos o restante a você e aos pais dela. O restante eu já lhe disse, vocês resolvem. Essa é nossa decisão.

Janta pronta, oba, vamos comer e depois elas irão embora. Isso.

-Edu pega a Kaka para mim, por favor! (Edu pegou-a)

-Ju, levanta e vem comigo. (Edu entregou Kaila ao Dongwoo) –Vamos ao  seu quarto.

-O remédio dela está na gaveta da cozinha. (Dongwoo)

-O novo? Ela não está mais tomando aqueles. (Edu)

-Na bolsa, peguei hoje... (Eu)

-Quer deitar um pouco? (Edu)

-Não, preciso comer, vamos lá...

Sentamos para comer, ninguém tocou no assunto. Terminamos e fomos para sala. Chin e Edu arrumaram as coisas e foram embora. Dongwoo deu um jeito de dispensa-las.

-O que deu em você? Estava bem e do nada assim...

-Eu te falei que iria demorar um pouco até eu melhorar, fiquei um pouco nervosa, tive uma discussão com o Chin na vinda, e depois esse negócio de casamento está me consumindo.

-Tá vai descansar, eu irei para o escritório se precisar de algo.

Fui deitar e acabei dormindo... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...