História As Palavras - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Plagg, Tikki
Exibições 80
Palavras 1.254
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bom atendendo a pedidos aqui está o capítulo três!

Espero que gostem!

Capítulo 3 - Nossas


"Existem palavras de alegria, de amizade, e de bondade mas também existem palavras que causam a dor, o sofrimento e a guerra..."
        
                        Star Light

"Por que eu...amo você!"

Por que...? Por que mesmo depois de tudo ela não conseguia parar de pensar nele, não conseguia parar de amar ele, não conseguia odia-lo...

Seu coração estava em pedaços, estava com muita raiva dele, mas Marinette não conseguia odia-lo...

Porque ele havia feito isso com ela? Por que ele simplesmente não há deixou como ele fazia com as outras garotas?

Tantas perguntas mas não havia nenhuma resposta, no momento a única conclusão que Marinette havia conseguido chegar, é que estar sozinha em casa era muito solitário...seus pais haviam viajado, ou seja, ela estava sozinha...

No momento ela só queria relaxar, descansar e esquecer um pouco os seus problemas, mas isso não significava que eles sumiriam, afinal o seu grande problema tinha nome: Adrien Agreste.

Ele havia feito ela sofrer, chorar e o pior tudo isso por um motivo tão idiota, uma aposta, aquela maldita aposta...

Despedaçado, machucado, doente, era assim que seu coração estava...Triste, desolada, angustiada, humilhada, traída...era assim que ela se sentia...e como ela estava? Não muito diferente do que sentia...

E o pior de tudo era saber que ele só havia se aproximado dela por causa de uma aposta, e se tudo que ele tinha dito fosse apenas uma grande mentira...? Ela não sabia...e não saber disso era horrível!

Pensar que todas as conversas, todos os olhares, todos os beijos e toques, eram falsos, que nada nunca foi real, que nada tinha sido verdade...

Mas mesmo assim...será que tudo foi apenas uma mentira?

Três semanas atrás...

Marinette andava calmamente pelos corredores gigantes de sua escola, quem a visse pensaria que estava relaxando ou passeando pelo colégio, mas na verdade ela estava fugindo de um certo loiro idiota...

Há alguns dias atrás Adrien havia tentado se aproximar da garota, aparentemente queria se tornar um "amigo"...

Mas o que ele não sabia é que fazendo tal coisa ele mexia com os sentimentos de Marinette, afinal a garota mesmo que secretamente sempre gostou dele...só que ela sabia bem como era esse tipo de garoto popular e mulherengo que acha que tem todas aos seus pés, e que depois que conseguisse o que queria a descartaria como lixo..
Mas ela não, Marinette Dupain-Cheng não! Ouviu bem!

Ela andava tão perdida em seus pensamentos que não notou a aproximação de uma pessoa não muito desejada no momento...

"Fugindo de mim princesa?" Adrien falou próximo ao ouvido de Marinette, o que fez com que a mesma se virasse assustada para o loiro, que parecia estar se divertindo com a situação.

"Não só da sua presença!" Disse e voltou a andar, só que dessa vez mais rapidamente para tentar despistar aquele, aquele...gato...

Não é o apelido mais apropriado para uma pessoa que você odeia, mas fazer o que, é o que temos pra hoje...

"Então você se incomoda com a minha presença my lady?"
De onde ele tirava esses apelidos? Ninguém sabe, mas ela não podia dizer que não gostava...

"De certa forma sim!" Disse tentando fazer com que ele fosse embora.

"Então quer que eu vá embora? Tudo bem..." Ele disse seguindo a direção oposta a ela.

"Finalmente...paz..." Suspirou voltando a andar mas dessa vez mais calmamente...

"Quer saber acho melhor não!" Ele havia voltado, aquele garoto sabia ser irritante quando queria, e isso parecia ser sempre...

"De novo não..." Choramingou, porque ele fazia isso, ele não percebia o que causava? O turbilhão de sentimentos que se formava dentro dela, a cada palavra que ele dirigia a ela?

"Por que você faz isso!" Perguntou se colocando na frente do garoto..
.
"Isso o que?" Perguntou como se não soubesse do que ela falava, e de fato não sabia...

"Por que você se importa, você poderia ter me deixado em paz mas você voltou...por quê?" Ela falou de uma vez, uma hora isso teria que acontecer então porque não agora? Ela queria a verdade e só aceitaria a verdade...

"Há, isso não é óbvio?"
"Eu gosto de você..."

Essas palavras...não pode ser...

Atualmente

Só de pensar que tudo entre eles tinha sido apenas uma mentira...doía, mais doía tanto...

Ela estava triste, seu coração estava em pedaços, seu travesseiro encharcado de tantas lágrimas de sofrimento que foram derramadas naquele quarto...tudo por causa dele...

Por que tudo tinha que ter haver com ele? O mundo não gira em torno dele, sabia?

Então porque pensar tanto nele, e por que esquece-lo parecia ser uma ideia tão idiota?

E ainda por que se dar ao trabalho de fazer tantas perguntas?

Ela não sabia...

E o pior era não ter ninguém para conversar, poder desabafar...poderia ligar para suas amigas? Poderia e talvez devesse fazer isso, mas estas já pareciam estar muito preocupadas...

3 horas atrás...

Ela estava correndo...por que ela estava correndo? 

Nem mesmo ela sabia o porque...talvez pensasse que fugindo conseguiria esquecer o que aconteceu...conseguiria esquece-lo....

Mas no final das contas, isso não funcionaria...então porque correr...?

"Marinette!" Essa voz fez com que ela parasse, ela conhecia muito bem essa voz, ou melhor, a quem ela pertencia...

"Tikki?" Disse parando de correr e se virando na direção da amiga.

"Como você está?" Ela nada disse apenas abaixou a cabeça como se estivesse tentando dizer algo, Tikki percebeu isso e se aproximou da amiga para poder abraça-la mas antes de conseguir tal ato foi empurrada por Alya fazendo-a sair do caminho.

"Com licença...Marinette você está bem? O que aconteceu? Quer que eu mate o infeliz? O que ele fez com você? Você realmente está bem?" Alya começou a bombardea-la com perguntas...ela não queria falar sobre aquilo, pelo menos não agora...

Ela então deu um passo para trás, o que assustou as outras, ergueu a cabeça e tentou formar o melhor sorriso possível naquele momento...

"Desculpem...mas eu preciso ficar sozinha..." Depois de tais palavras ela voltou a correr, mas antes de perder as amigas de vista conseguiu escutar uma última frase...

"Eu vou matar aquele garoto..."

Atualmente...

É bem a cara da Alya falar esse tipo de coisa quando está com a cabeça quente, isso a fez, mesmo que por pouco tempo ficar alegre, mas isso não durou muito tempo...afinal nada é para sempre...mesmo que fosse ser engraçado ela não queria que Alya fizesse nada do qual pudesse se arrepender depois, na verdade ela não queria meter mais ninguém naquilo...e mesmo que Adrien merecesse muito ela não queria que Alya fizesse nada com ele...como?! Ele a fez sofrer, e mesmo assim ela não queria que nada de ruim acontecesse com ele?! Francamente Marinette era uma pessoa muito boa...até demais algumas vezes...

Mas algo que ainda não fazia muito sentido para ela, era que Nathaniel, seu grande amigo Nathaniel, sabia de tudo o tempo todo e nem sequer se deu ao trabalho de lhe avisar...bom, mas ele era amigo de Adrian isso ela podia entender, afinal ele não tinha culpa das coisas que Adrien fazia ou deixava de fazer, mas ele provavelmente sabia de tudo então porque não a avisou?
...bom, mesmo assim o que ele fez nem se comparava ao que Adrien havia feito...

O que Adrien fez...há aí é outra história, ele brincou com os sentimentos dela, brincou com seu coração, isso fazia com que ela se sentisse traída! Ela amava ele, disso ela sabia muito bem, só que ela não sabia se ele realmente a amava, ou se tudo era apenas uma mentira...mas mesmo assim...ela havia chegado a conclusão de que...ela simplesmente...

Não conseguia odia-lo...


Notas Finais


Bom espero que tenham gostado!

Por favor comentem...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...