História As Palavras - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Plagg, Tikki
Tags Adrinette, Ladrien, Ladynoir, Marichat
Exibições 114
Palavras 2.543
Terminada Sim
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bom, espero que tenham gostado da fic...

Boa leitura!

Capítulo 4 - Palavras...


"Nunca use a palavra amar, sem ter certeza do que se quer significar..."

                    Star Light


Mais um dia se iniciava, que aparentava ser apenas um dia qualquer...apenas aparentava...

Marinette havia acabado de acordar, com seu desânimo matinal,e percebeu que haviam centenas de ligações em seu celular, provavelmente eram suas amigas, como ela suspeitava, elas estavam preocupadas, as outras ligações não lhe interessavam...

Esse não era seu objetivo, ela não queria preocupar ninguém, ela só queria passar um tempo sozinha, será que era pedir demais? Talvez até fosse, mas ela queria mesmo assim...

Havia passado a noite em claro, pensando em tudo que tinha acontecido, no quão triste ela estava...por que as coisas não podiam ser mais fáceis...?

Ela pensou em ficar em casa e descansar, não queria ter que enfrentar seu grande problema logo agora...mas desistiu de seus planos, afinal tinha assuntos pendentes para resolver...

Ela não poderia fugir deles por muito mais tempo, não conseguiria fugir dele...

Marinette havia acabado de chegar na escola e andava calmamente, enquanto agradecia internamente por ele não estar ali.

Claro que ela não fugiria dele, ela simplesmente não queria ve-lo, mas se isso acontecesse ela estaria pronta...pelo menos ela esperava que estivesse...

Ela estava andando normalmente, como qualquer pessoa normal andaria, numa situação normal, o que não era o caso, quando de repente Nathaniel se pôs na sua frente.

"Mari, podemos conversar?" Perguntou um pouco apreensivo.
Marinette apenas assentiu, o que fez com que o garoto se sentisse mais aliviado...

"Eu queria pedir desculpas...eu devia ter te contado mas eu não sabia como fazer isso...mas saiba que eu não concordei com aquela aposta desde o início!" Falou, ou melhor desabafou não queria que aquilo acabasse com a amizade deles, isso nunca!

"Bom saber...não se preocupe, eu não tenho nenhum grande motivo para ficar com raiva de você Nath." Completou sorrindo ao perceber quando o amigo suspirou, visivelmente aliviado...

Ela ia voltar a andar em direção a sua sala, mas foi impedida pela voz do garoto...

"Mais uma coisa!" Disse fazendo com que ela voltasse prestar atenção nele...

"Não fique com raiva do Adrien." Ele falou e percebeu a dúvida no olhar de Marinette, francamente ele precisava tocar nesse assunto?

"Sei que o que ele fez foi errado, mas...não sei, ele realmente parece estar arrependido..." Completou, ele realmente queria que ela não ficasse com raiva de Adrien, mas ele também sabia que isso não funcionaria se não fosse feito pelo próprio Adrien...

"Vou tentar me lembrar disso da próxima vez..." Ela disse e voltou a andar deixando-o para trás, só que dessa vez ela não estava se dirigindo a sua sala, ela estava indo  para o seu lugar preferido em todo o colégio, o único lugar onde ela conseguia ficar em paz naquela bendita escola...

Enquanto isso...

Adrien havia acabado de chegar na entrada do colégio, ele teria muitas coisas para resolver, e ele sentia que se não resolvesse as coisas hoje, agora, não teria outra chance...e tinha medo de que isso fosse verdade...

Não suportaria perde-la para sempre! Depois de conhecê-la, não conseguia imaginar sua vida sem ela! Ainda mais com tantos caras que fariam qualquer coisa para tê-la, isso nunca!

...É verdade Adrien era muito ciumento com aquilo que ele queria, precisava e deveria ter...que no caso era a garota dos seus sonhos, ou seja, Marinette...

Ele caminhava calmamente pelos corredores do colégio, na verdade ele estava procurando duas pessoas que provavelmente estariam fazendo planos para mata-lo...

Quando finalmente as encontrou, ficou com receio de falar com elas ou até de se aproximar delas, mas acabou indo até elas, cautelosamente mas foi...

"Alya você sabe onde ela está?" Perguntou com a voz firme e pode ver quando Alya e Tikki direcionaram olhares mortais em sua direção, o que aparentemente não o ameaçou nem um pouco...

"Como você ainda tem coragem de nos perguntar uma coisa dessas? Seu maldito!" Tikki explodiu não aguentava mais ver sua amiga sofrendo por causa dele!

"Calma Tikki!" Alya tentava acalmar a amiga para que ela não pulasse no pescoço do garoto, o que não parecia estar funcionando muito bem...mas quem diria Tikki a mais calma das garotas, querendo matar alguém...os papéis se invertem com tanta facilidade...

"Calma! Calma! Não me peça para ter calma Alya!" Disse tentando se soltar da garota.

"Eu conheço uma pessoa que quer fazer isso mais do que você e eu..." Alya suspirou, e nessa mesma hora Tikki voltou ao normal, Marinette com certeza queria isso mais do que elas, mas mesmo assim nunca faria isso, nunca bateria em alguém...

"Hum...certo." Falou recompondo-se.

"O que você quer com ela?" Alya perguntou, mesmo que a contra gosto, não sabia se deveria dar continuidade aquela conversa...

"Apenas...conversar..." Ele não estava mentindo, ele realmente queria conversar com Marinette talvez até tentar acertar as coisas, mas deixaria tudo fluir naturalmente...

"Por que eu deveria acreditar em você?" Alya ainda tinha sérias dúvidas sobre os motivos de Adrien...

"Porque eu sei que errei...e quero consertar tudo isso..." Mais uma vez ele não estava mentindo esse na verdade sempre foi o seu real motivo...

Alya parecia pensativa, e de fato estava, não sabia o que deveria fazer...até que Tikki se pronunciou:

"Ela esta na biblioteca, provavelmente na sala ML-2...se você a magoar irá pagar muito caro ouviu bem?" Tikki suspirou no final, não sabia se estava fazendo o certo, mas no momento parecia ser certo...

"Obrigado!" Ele então começou a andar na direção da biblioteca, mas percebeu quando Plagg e Nino se aproximaram das garotas...ele realmente queria ver os amigos apanharem delas, mas ele não tinha tempo para isso...

Os garotos engoliram em seco, haviam bolado um bom plano, só não sabiam se funcionaria...

"Será que poderíamos conversar?" Nino perguntou

"Três no mesmo dia? Não sei não...podemos Alya?" Tikki ironizou

"Mas é claro que sim Tikki! Sejam rápidos." Disse a última frase de forma mais autoritária, o que fez com que os garotos, mesmo que internamente, tremessem de medo...

"Sei que fui um grande idiota criando aquela aposta, mas qual é, eu não sabia que isso ia acontecer!" Nino já havia começado não muito bem...

"Então foi você quem criou aquela  aposta...não sei se percebeu, mas você só está piorando as coisas para você!" Nenhuma delas sabia que tinha sido ele...ele estava querendo piorar as coisas para eles, por acaso?

"Bom, mas como eu estava dizendo, eu estou muito arrependido, e vim aqui para implorar o seu perdão!"

"Sei que fui um idiota, aceitando aquela aposta ridícula, e ainda por tê-la incentivado..."Plagg continuou, aonde eles realmente queriam chegar?

"Mas eu estou totalmente arrependido e imploro o seu perdão Tikki." Plagg falou de forma seria, o que surpreendeu os outros, ele não era do tipo que fazia esse tipo de coisa, mas estava se esforçando ao máximo...

Eles então se ajoelharam na frente de suas respectivas namoradas, e deram a elas dois lindos buquês...

"Por favor nos perdoem!" Praticamente imploravam...

As garotas pareciam estar pensativas, mas ao mesmo tempo estavam surpresas, eles tinham feito tudo aquilo por causa delas...

"Vocês estão achando, que isso vai nos fazer perdoar vocês?" Alya parecia estar desconfiada, parece que o plano perfeito não deu certo...
Eles apenas ficaram em silêncio, e se levantaram com a cabeça baixa...

"Porque se foi...funcionou muito bem!" Declararam, e logo depois pularam no pescoço de seus namorados, os abraçando, não os enforcando, para a sorte deles...

"Isso!" Sussurraram ao mesmo tempo, o plano havia funcionado muito bem!

"Mas nem pensem que vão escapar assim tão fácil..." Alya sussurrou no ouvido de Nino, o que fez com que ele sentisse um frio na garganta, ele então olhou para Plagg que, tinha uma expressão não muito diferente da sua...

"Ferrou..."

Talvez o plano na tivesse funcionado tão bem assim...

Enquanto isso...

Adrien não queria correr...afinal ele precisava pensar no que falaria quando chegasse a hora de ficar frente a frente com ela, e não pode evitar se sentir nervoso...na verdade ansioso...

Mas ele deveria ter corrido...assim não teria que se encontrar com Chloe no caminho...

"Adrienzinho!" Disse se agarrando ao pescoço do garoto...será que aquela garota poderia ser menos insuportável...?

"Eu soube que você e aquelazinha terminaram...já estava na hora nê? Agora você pode ficar comigo!" Sem dúvidas o jeito que ela se insinuava era nojento.

"Ponhasse no seu lugar Chloe!" Ele já havia se irritado, como ela ousava falar assim de Marinette, ainda mais na sua frente!

"Você deveria saber que nunca chegaria nem aos pês dela!" Disse ao conseguir desgrudar a garota do seu pescoço, o que a fez bufar.

"E se me der licença...eu tenho coisas melhores para fazer!" Disse e saiu deixando uma Chloe muito irritada para trás, rumo ao seu destino principal...

Marinette...

Marinette realmente estava naquele lugar, naquela mesma sala...esse lugar sempre ficava vazio, e por algum motivo ela gostava disso, da calmaria que cercava aquele lugar...era para lá que ela sempre ia quando se sentia sozinha, de algum jeito ela se sentia bem, sem os olhares de reprovação, sem os olhares de inveja ou de ódio, apenas ela e a companhia de ótimos livros em sua opinião...Afinal ela gostava da sensação de leveza que aquele lugar lhe trazia...

Seus problemas desapareciam, assim como as folhas das árvores levadas pelo vento... mas essa sensação não duraria por muito tempo, sabia que quando saísse dali seus problemas cairiam por terra, então era por isso que ela sempre tentava aproveitar ao máximo o tempo que passava lá, para poder relaxar...e isso só era possível porque apenas duas pessoas sabiam da existência daquela sala, e estas pessoas eram a bibliotecária e ela...pelo menos é o que ela pensava...

Ela estava sentada na enorme janela que havia naquela sala enquanto observava as folhas das árvores até sua chegada ao chão, realmente eram algo lindo de se ver...aquela estação havia sido marcante não só para ela mas também para seus amigos, Alya finalmente havia começado a namorar com Nino, qual é eles gostavam um do outro desde a quinta série! Isso já era de se esperar de pessoas como eles, más, se parar pra pensar havia sido mais rápido do que ela esperava...Tikki e Plagg finalmente tinham finalmente se acertado, ou seja, estavam juntos, e ela? Bem, essa história vocês já sabem...pensando bem, adeus outono...

Estava tão perdida em seus pensamentos, que só percebeu que alguém havia entrada na sala quando escutou a porta sendo fechada.

"Desculpe, mas acho que você entrou na sala er-" Disse enquanto descia da janela, mas ao perceber de quem se tratava, ela mesma se interrompeu

"Vá embora!" Disse se virando e voltando a prestar atenção na janela, justo agora que ela estava relaxando um pouco seu maior problema tinha que aparecer!

Justo quando ela achava que teria um momento de paz sem que ninguém a atrapalha-se, ele tinha mesmo que aparecer?

"Isso já está ficando repetitivo não acha? Você sabe que eu não vou!" Mesmo que ela não o visse, ela percebeu quando ele se aproximou...

"Por que você simplesmente não me deixa em paz?" Perguntou ainda sem olhar para Adrien...

'Por que isso é simplesmente impossível para mim." Ele afirmou com um tom de voz sério, mas mesmo assim ela se mantinha firme, ela não facilitaria nem um pouco para ele...e ele sabia disso...

"Será que você poderia olhar para mim?"Adrien pediu.

"Por que eu deveria?" Perguntou de forma fria, o que não pareceu afeta-lo nem um pouco...

"Porque eu fui um idiota e estou tentando consertar as coisas...por favor..." Ele disse e ela apenas se virou, o que foi um grave erro, e ela só percebeu isso quando já era tarde demais...eles estavam a uma distância de poucos centímetros e, seus olhos não conseguiam quebrar o contato com as esmeraldas do garoto, isso fez com que ela engolisse em seco...

"Eu foi um idiota, não medi minha ações, fui um canalha, cafajeste, sem vergonha...pode me chamar de qualquer coisa..." Fez uma pausa para recuperar o fôlego, aquilo parecia ser mais fácil antes de por em prática...

"Mas sabe eu me arrependi, e acabei me apaixonando pela garota mais bonita, inteligente, gentil e sincera que eu já vi, você..."Marinette queria gritar para que ele parasse de falar, mas ela simplesmente não conseguia, ela já conseguia sentir às lágrimas, mas estava tentando resistir ao máximo para não derrama-las...

"Mas eu fui egoísta, eu não pensei nos seus sentimentos quando eu aceitei aquela aposta, na verdade eu nem mesmo pensei nos meus sentimentos, eu só queria ganhar.."

Por que perdoa-lo parecia ser o certo a se fazer? E por que seu coração queria tanto isso...

"E agora vejo o quanto eu estava errado, inicialmente era tudo parte da aposta, mas depois eu fui me encantando e me apaixonando por você...mas eu a fiz sofrer demais, então entenderei se você preferir me odiar é o mínimo que eu mereço não é?" Sorriu, mas este não era um sorriso de alegria, era um sorriso de angústia...

"Eu não te odeio!" Marinette falou, ou melhor gritou fazendo Adrien a olhar surpreso...

"Você não imagina quantas vezes eu tentei cogitar a ideia de te odiar, e de quantas vezes essa ideia foi considerada por mim uma idiotice..."Ela olhava para o teto,não tinha coragem de olha-lo nos olhos, e as lágrimas que a tanto tentava evitar? Simplesmente caiam como as folhas que a tanto observava...

O que ela havia dito não era mentira, de alguma forma ela não conseguia sentir ódio para com ele, poderia sentir angústia, rancor, raiva...mas ódio nunca...

"A verdade é que eu realmente não consigo te odiar...porque eu te amo demais para isso..." Completou enquanto tentava enchugou as lágrimas que não paravam de cair...depois de um tempo em silêncio, ela direcionou seu olhar ao loiro, e se assustou ao receber um beijo como resposta, mas não um beijo comum, um beijo necessitado naquele momento para acabar com a distância que ainda os separava...

Depois de se separarem, não conseguiram conter um sorriso.

Francamente como eles conseguiam se entender tão rapidamente? Bom talvez nem mesmo eles soubessem...más talvez, não houvesse mais a necessidade de que mais  nenhuma palavra fosse dita.. mas é apenas uma hipótese...

"Posso entender isso como um eu te amo?"Marinette perguntou com um sorriso brincalhão em seu rosto, ela poderia estar muito constrangida, mas mesmo assim estava feliz.

"Podesse dizer que sim..." Declarou enquanto abraçava a garota por trás...

"Assim não vale!" Ela reclamou, queria escutar isso vindo diretamente dele...

Eles realmente se amavam e demonstravam isso a cada sorriso, a cada beijo e a cada toque que um direcionava para o outro...

E aquela sala...ML-2...bom se ela pudesse falar, contaria a história de uma garota bonita e de um garoto idiota que fez a maior burrada, mas conseguiu se redimir...é provavelmente a história seria mais ou menos assim na opinião deles...mas aquela sala...há está provavelmente iria se tornar um lugar muito frequentado por ambos...afinal de contas...

O amor deles era verdadeiro, sem dúvidas, não era como alguns amores passageiros, que não duram nem um mês inteiro, o amor deles era simplesmente...verdadeiro...

"Tudo bem! Você venceu..." Suspirou derrotado...

"Eu te amo..."

Apenas palavras, que para quem escutasse aquela conversa, provavelmente não teria nenhum efeito, mas que para eles tinham mais de um milhão de significados...

Por que no final são apenas pequenas, curtas, doces e adoráveis...

                                Palavras...


Notas Finais


Bom como eu disse, espero que tenham gostado...

Eu estou pensando em escrever um capítulo extra, mas por enquanto é só uma ideia...

Espero que tenham gostado, e até a próxima fanfic!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...