História As patricinhas da Seireitei - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Scarlet_Wolf

Postado
Categorias Bleach
Exibições 1
Palavras 4.025
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Provocações


O dia mal havia começado na Seireitei e a reitoria já estava bastante movimentada. O reitor Yamamoto, juntamente com seu vice, o senhor Sasakibe, convocaram os professores para uma reunião extraordinária. Rangiku andava pra lá e pra cá, enchendo a grande mesa oval da sala de reuniões com café, chá e donuts.
-Mas que raios de reunião é essa? –Shunsui resmungou, espreguiçando-se na cadeira. –Por que o Yama-jii nos fez chegar aqui tão cedo?
-Esse cara não sabe fazer outra coisa que não seja reclamar? –Kaname disse normalmente, usando sua bengala para tatear o chão, sentando-se com a ajuda de Rangiku. –Obrigado senhorita Matsumoto.
-Seu vagabundo, eu não sei como alguém como você dá aula na Seireitei, uma das melhores universidades do país. –Mayuri disse irônico, referindo-se a Shunsui. –Talvez essa reunião seja para anunciar o seu desligamento.
-Mas o que é isso senhores? Onde estão nossos bons modos? –Gin adentrou na sala, acompanhando de Byakuya. –Provavelmente o senhor Yamamoto deve ter algo muito importante a dizer, senão não teria convocado todos os professores aqui.
-Ele não convocou todos, apenas os que consideram mais relevantes. –Hirako disse ácido, olhando com desprezo para Gin. Ele chegou acompanhado de Sousuke e Kisuke.
-Ora, ora, ora. Vejo que os três patetas chegaram juntos. – Byakuya disse irônico, olhando com rivalidade para Aizen, fingiu não perceber.
-Silêncio! Todos sentados imediatamente. –Yamamoto advertiu sério. Ele estava acompanhado de Sasakibe e Unohana, que fechou a porta ao entrar. –Vamos dar a início a reunião.
-Sim! –Todos disseram em uníssono.
-Então vamos começar. –Yamamoto disse calmamente, sentando-se em sua cadeira. –Sei que todos estão curiosos e ansiosos para saber o motivo dessa reunião, mas vou explicar agora mesmo. Como a maioria de vocês já sabem, o professor Sasakibe se aposentará no fim do mês e sua saúde está bastante debilitada. Portanto, há a necessidade de escolher um novo vice-reitor. Depois de muito pensar eu escolhi quatro nomes, e um deles será o novo vice-reitor. –Yamamoto disse calmamente, todos ouviam tudo atentamente, alguns pareciam nem respirar.
-E quem seriam eles, reitor Yamamoto? –Tetsuzaemon perguntou curioso.
Houve alguns minutos de silêncio, todos estavam tensos apreensivos. Enquanto uns desejavam estar nessa lista, outros desejavam distância dela.
-Byakuya Kuchiki, Hirako Shinji, Kisuke Urahara e Sousuke Aizen, um de vocês será o novo vice-reitor, e possivelmente meu sucessor na Seireitei. –Yamamoto disse pausadamente, analisando a reação de cada um deles. –Eu designei duas pessoas para analisa-los secretamente, e suas opiniões terão grande peso em minha decisão final.
-E quem são essas duas pessoas? –Byakuya perguntou indiferente, mas no fundo queria saber para bajular, pois dos quatro era o mais ambicioso.
-Isso não será divulgado, para que não corram o risco de suborno. –O senhor Sasakibe respondeu inexpressivo, enquanto bebericava seu chá.
-Mas isso é um absurdo! Eu sou mais qualificado que esses quatro juntos. –Mayuri disse revoltado.
-O professor Ichimaru não é uma pessoa confiável, ou já esqueceram que ele já esteve sob investigação policial? –Questionou Sajin.
-O que é isso, professor Komamura? Não me diga que está com inveja? –Gin disse irônico, com seu sorriso cínico de sempre.
-Ora seu... –Sajin disse irritado, sendo segurado por Kyoraku e Aizen.
-Silêncio! –Yamamoto disse alterado. –A decisão já foi tomada e dou a reunião por encerrada.
Todos foram se retirando da sala tranquilamente, mas o clima de tensão e rivalidade havia sido instaurado. Uns estavam indignados, já outros davam graças por não terem sido citados. Os únicos que pareciam não se importar com a situação eram Hirako e Sousuke, que conversavam distraídos pelos corredores do prédio da reitoria.
-Então Sousuke, o que acha de ter sido indicado para vice-reitor? –Hirako perguntou debochado.
-Nunca dei muita importância pra isso, que o reitor Yamamoto escolha o que for melhor para a Seireitei. –Aizen disse normalmente, sorrindo. –Quem você acha que são as pessoas que vão nos espionar?
-Provavelmente elas. - Hirako disse normalmente. –Mas eu não ligo, aposto que o Yamamoto colocou meu nome na lista apenas por blefe.
-Como assim? –Aizen perguntou confuso.
-Dos quatro nomes que ele citou, apenas dois estão concorrendo de fato. –Hirako comentou pensativo. –Ou acha mesmo que ele daria a Ichimaru um cargo tão importante, e eu sou irresponsável e preguiçoso demais para ser vice-reitor.
-Então você acha que a disputa está entre mim e Byakuya? –Aizen riu com a hipótese do amigo.
-Com certeza. –Hirako disse convicto.
-Você e suas teorias malucas, vamos trabalhar. –Aizen deu um tapinha nas costas de Hirako, indo para o prédio de história.
Já era hora do almoço e a praça de alimentação da Seireitei enchia aos poucos, com alunos e professores famintos, brigando pelas melhores mesas e refeições. Rukia, suas amigas e seus namorados estavam dispersos, tramando algo. Seiren e Seline também estavam nessa, apoiando a morena. Grimmjow, Ichigo e Renji estavam sentados em cima de uma mesa redonda, bem no meio do local. Algumas pessoas olhavam com estranheza para eles, por causa das roupas um pouco chamativas e os peitorais á mostra.
-Será que essa ideia da Rukia vai dar certo? –Grimmjow resmungou incomodado com os olhares alheios.
-Bom, se é chamar a atenção para o clube de dança que ela quer, com certeza vai conseguir. –Ichigo normalmente, ajeitando seu boné. –Só ela mesmo pra me fazer pagar esse mico.
-E aquelas roupas esquisitas que você usa quando dança tango? É bem pior que isso. –Renji disse debochado. –Pelo menos a Orihime vai cuidar do som dessa vez.
-Realmente, ela é muito desastrada. –Grimmjow suspirou. –Onde estão as garotas?
-Entre a multidão. Quando a música começar, haverá luzes em cima delas. –Ichigo indiferente, procurando por Rukia. –Tomara que essas tais irmãs Yamamoto saibam dançar.
-Tomara! –Renji e Grimmjow ao mesmo tempo.
As garotas se dividiram em duas duplas: Seiren com Rukia, e Seline com Neliel. Elas usavam jeans, tênis, um casaco que deixavam suas barrigas á mostra e bonés que escondiam seus rostos. Todas estavam um pouco nervosas, e de um canto mais elevado Orihime as observava animada, organizando o som.
-Tadinha da Orihime. –Seiren comentou, vendo a ruiva de longe.
-Mas é melhor, essa apresentação tem que ser perfeita. –Rukia disse elétrica. –Vamos ser o assunto da semana na Seireitei.
-Com certeza. –Seiren riu, imaginando se Hisagi a veria dançar.
-Hora do show! –Rukia disse séria, quando as luzes foram colocadas em cima delas.
Todos pararam no momento em que a música começou a tocar. Os envolvidos colocaram-se apostos, esperando a música começar. As pessoas se olhavam ansiosas, esperando pelo que viria a seguir.

Nan sumswigo sipeo, I bami silheo
Eu quero respirar, eu não gosto dessa noite
Ijen kkaego sipeo, kkumsogi silheo
Eu quero acordar, eu não gosto de estar em meus sonhos
Nae ane gathyeoseo, nan jugeoisseo
Eu estou preso dentro da minha própria mente, então estou morrendo
Don’t wanna be lonely
Não quero ser sozinho
Just wanna be yours
Só quero ser seu

-O semestre mal começou a as biscates já deram um jeito de aparecer. – Momo disse com inveja, vendo Rukia dançando entre a multidão. –Seria mais simples se elas viessem peladas para a Seireitei.
-Deixa elas, Momo. Você sabe que não pode contra essas garotas. –Toshiro disse irritado, tentando arrastar Momo pra longe, mas em vão.
-Elas que me aguardem, vou fazê-las nunca se esquecerem de mim. –Momo tinha sangue nos olhos, ela definitivamente odiava aquelas garotas.


Wae iri kkamkkamhan geonji niga eopsneun I goseun
Por que é esse lugar sem você é tão escuro?
Wiheomhajanha manggajin nae moseup
É perigoso, minha aparência arruinada
Guhaejwo nal nado nal jabeul su eopseo
Me salve, eu não consigo nem me pegar

Hisagi estava acompanhado de Izuru, curioso com a agitação. Quando ele viu que Seiren estava envolvida, ficou hipnotizado. Ele acompanhava todos os movimentos da Yamamoto mais velha, fascinado.
-O que foi Shuuhei? Você conhece aquela garota? –Izuru perguntou curioso.
-É Seiren Yamamoto, a garota que eu te falei. –Hisagi disse derretido. –Ela é incrível.
-Certo cara, vamos sair daqui, é movimentação demais para o meu gosto. –Izuru puxou o amigo, que saiu a contragosto. –Depois você pede um autógrafo pra ela.
-Engraçadinho. –Hisagi fez careta, mas seu olhar continuava acompanhava o rebolado da morena. –Que garota. –Suspirou.
-Pronto, tá apaixonado. –Izuru revirou os olhos, rindo do amigo.

Nae simjangsoril deureobwa
Ouça os sons do meu coração
Jemeosdaero neol bureujanha
Está chamando por você, por si mesmo
I kkaman eodum sogeseo
Nessa preta escuridão
Neoneun ireohge biccnanikka
Você brilha esse tanto

O professor Jushiro Ukitake estava se sentindo um pouco melhor e resolveu fazer uma visita à universidade. Ele encontrou os professores Urahara e Kyoraku, juntando-se a eles.
-Mas quem é vivo sempre aparece. –Kyoraku disse brincalhão, abraçando seu velho amigo.
-Pois é, às vezes eu me lembro desse lugar, sabe. –Ukitake da mesma forma. –Tenho boas noticias: recebi alta e poderei voltar a dar aulas na semana que vem.
-Mas que ótima notícia. –Kyoraku disse animado. –Você não concorda, professor Urahara?
-Com certeza. –Urahara respondeu distraído, olhando a multidão. –Parece que você veio num dia bem movimentado. Por acaso aquelas não são as suas sobrinhas?
-Não consigo ver bem, mas parece que sim. –Ukitake disse apertando os olhos. –Aquela de boné azul eu tenho certeza que é a Lin.
-Como sempre elas chamam a atenção por onde passam. –Urahara comentou observador. –Se o reitor descobrir, com certeza estarão encrencadas.
-Não quero nem imaginar aquele velho irritado. –Kyoraku disse rindo.
-Olha quem falando. Você vive deixando o Yamamoto sensei de barba em pé, já que o cabelo o abandonou faz tempo. –Ukitake brincou, tossindo em seguida.
-Melhor sairmos daqui, vamos nos sentar na sala dos professores. –Sugeriu Urahara, ajudando Ukitake.

Geu soneul naemireojwo save me, save me
Por favor, estenda essa mão, me salve, me salve
I need your love before I fall, fall
Eu preciso do seu amor antes que eu caia, caia
Geu soneul naemireojwo save me, save me
Por favor, estenda essa mão, me salve, me salve
I need your love before I fall, fall
Eu preciso do seu amor antes que eu caia, caia

Rangiku babava vendo os garotos dançarem. Ela estava acompanhada de Nanao, Yoruichi e Unohana.
-Você poderia ser mais discreta, Rangiku. –Nanao disse séria, arrumando os óculos em seu rosto. –Esses garotos devem ter quase a metade da sua idade.
-Mas eles são tão lindos, principalmente o senhor Abarai, olha como ele é sexy rebolando. –Rangiku disse de olhos arregalados, olhando a bunda de Renji. –E eu não sou tão velha assim.
-Não te chamei de velha, mas acho que devia controlar esse fogo no rabo. –Nanao a repreendeu.
-Ah Nanao, não seja antipática, uma olhadinha não tira pedaço. –Yoruichi comentou maliciosa, olhando os movimentos de Grimmjow. –Como é bom ser jovem.
-Outra. –Nanao suspirou, revirando os olhos. –Você está noiva, deveria dar o exemplo.
-Não seja tão rígida, Nanao. –Unohana comentou gentil. –Estamos apenas assistindo, como todo mundo aqui.
-Querem saber? Eu desisto! –Nanao deu de ombros, indo para a fila do stand de crepes, as demais a seguiram.

Geu soneul naemireojwo save me, save me
Por favor, estenda essa mão, me salve, me salve
Save me, me, me
Me salve, me, me
Geu soneul naemireojwo save me, save me
Por favor, estenda essa mão, me salve, me salve
Save me, me, me
Me salve, me, me

Save me, save me
Me salve, me salve
(Save me, me, me)
(Me salve, me, me)

Orihime olhava animada a apresentação de seus amigos. Apesar de não estar dançando com eles se sentia feliz, pois fazia parte desse mundo e era o que ela mais amava.


Oneulttara dari biccna nae gieok sogui binkan
Hoje, a lua está brilhando, o espaço vazio dentro das minhas memórias
Nal samkyeobeorin I lunatic, please save me tonight
Este lunático que me engoliu, por favor, me salve hoje à noite
(Please save me tonight, please save me tonight)
(Por favor, me salve hoje à noite, por favor, me salve hoje à noite)
I chigi eorin gwanggi sok nareul guwonhaejul I bam
Nessa loucura imatura, esta noite que vai me salvar

Neliel subiu em cima de uma das mesas, rebolando e atirando seu casaco longe. Os rapazes que estavam presentes ovacionaram a garota, deixando Grimmjow morto de ciúmes.


Gomawo naega naige haejwoseo
Obrigado por fazer isso por mim
I naega nalge haejwoseo
Por me deixar voar
Ireon naege nalgael jwoseo
Por ter me dado asas assim (para voar)
Kkogitadeon nal gae jwoseo
Por dar (asas) para mim, quem está amassado
Dapdaphadeon nal kkaejwoseo
Por acordar a mim, quem está sufocando

Kkum sogeman saldeon nal kkaewojwoseo
Por acordar a mim, quem está sufocando
Neol saenggakhamyeon nal gaeeoseo
Quando eu penso em você, eu me esclareço
Seulpeum ttawin na gae jwosseo
Eu joguei fora toda a tristeza e similares
(Thank you. ‘uri’ga dwae jwoseo)
(Obrigado, por se tornar um nós)

Num impulso Renji rasgou sua camiseta e jogou para a multidão, levando a mulherada ao delírio. Rukia queria mata-lo com os olhos, mas o ruivo apenas riu e continuou dançando, provocando ainda mais as garotas que assistiam sem piscar. Ichigo e Grimmjow apenas reviraram os olhos, rindo do amigo.

Geu soneul naemireojwo save me, save me
Por favor, estenda essa mão, me salve, me salve
I need your love before I fall, fall
Eu preciso do seu amor antes que eu caia, caia
Geu soneul naemireojwo save me, save me
Por favor, estenda essa mão, me salve, me salve
I need your love before I fall, fall
Eu preciso do seu amor antes que eu caia, caia...

Assim que os últimos acordes da música soaram, Rukia subiu em cima da mesa mais próxima, chamando a atenção dos alunos presentes no refeitório. Orihime entregou a morena um pequeno microfone, que começou a falar acima da barulheira do lugar:
-Tudo bem? Como vocês puderam perceber nós, do grupo de dança da escola, fizemos uma pequena demonstração do que sabemos para mostrar um pouco do que aprendemos e também chamar mais gente para fazer parte do grupo. Como vocês sabem, esse ano terá o regional de dança livre, então queremos que a nossa universidade participe com o que tem de melhor. Quem quiser fazer parte do grupo, procure a Orihime ou Neliel para que elas peguem seus dados e digam o local dos treinos. Obrigada a todos pela atenção! –Rukia disse agitada.
Assim que a morena desceu da mesa, o burburinho recomeçou, só que dessa vez o assunto era as inscrições para o famoso grupo de dança da Seireitei, que todos os anos venciam as competições em que entrava. Toshiro observava com atenção a fila de garotas e alguns garotos que iam em direção ao seleto grupo de populares para se inscrever, enquanto ignorava propositalmente Momo, que só reclamava das garotas da mesa principal:
-Era só o que me faltava, um bando de patricinhas tentando arrastar mais gente pro seu bando de alienados! Eu não sei como ninguém percebe que elas só fazem isso para se divertir! É tão idiota! –A morena rangia os dentes de ódio.
-Eu não acho isso. O que elas fizeram foi para o prestígio da universidade, não para chamar a atenção para elas. Eu realmente não sei o que você tem contra elas. É tão idiota.
-Então se você acha isso, por que não vai se juntar a elas?
-Talvez eu vá mesmo. - E dizendo isso, se levantou da mesa e foi em direção à mesa de inscrições do grupo.

-Argh, com o se não me bastasse aquelas idiotas e oferecidas em cima do professor Aizen, agora eu tenho que me preocupar com isso. Toshiro que se cuide! Se pensar que eu vou deixar assim o que ele está fazendo! – A morena se levantou com tudo, jogando Seiren que estava passando no chão:
-Ei Hinamori, toma cuidado por onde anda! Ninguém aqui tem a obrigação de desviar de mulas no meio do caminho! –Seiren protestou.
-E quem você acha que é pra me dar ordens?- Um grupinho já começava a se formar ao redor das duas, que nem notavam - Uma piriguete qualquer que se acha por que tem dinheiro!
-Olha aqui garota, pra você vir falar de mim você tem que pelo menos me conhecer. Ao contrário de você, que banca a santinha e dorme com professores pra ganhar nota porque não tem capacidade suficiente pra nada, eu estou aqui por capacidade própria!
-Oh, até parece que o seu papai querido não comprou o seu diploma! - A menor disse com sarcasmo, sentindo que estava acima na discussão.
-Olha aqui querida... - Seiren disse, encarando Momo de cima. -Vamos colocar os fatos na mesa: isso tudo que você acha que tem contra mim é inveja. Sabe por que? Porque você é uma mal-amada, insuportável, que pensa que tratar os outros de maneira agressiva vai te fazer ser melhor. Só que o problema é que isso é ridículo, assim como você. E enquanto você tenta forçar o seu brilho, o meu é verdadeiro e não vai ser atingido por uma pirralha de quinta categoria feito você. - E jogando um beijo por cima do ombro, saiu rebolando, enquanto Momo corria para o banheiro no meio de um coro de vaias.
-Vaza daqui, oh feinha! Ninguém te aguenta sua chatinha! –Grimmjow berrou para Momo, que a essa altura provavelmente nem ouviu, mas que foi ovacionado pelas pessoas presentes.
-Esse é o meu monstrinho! –Neliel disse orgulhosa, beijando o namorado na bochecha.
-Vocês são todos malucos. –Ichigo revirou os olhos, fechando seu colete.
-Até parece Ichigo, nem você gosta da Momo. –Renji comentou irônico. –Olha, lá vem o escudeiro da pirralha.
-Escuta aqui Toshiro, se você vai brigar com a gente por causa da feinha nem perca seu tempo. –Rukia deu de ombros, virando as costas.
-O que a Momo faz ou deixa de fazer não é problema meu, ela teve o que merecia. –Toshiro disse normalmente. –Estou aqui porque quero participar do grupo de dança.
-Você? –Todos perguntaram incrédulos.
-Então me mostra o que sabe. –Seline se meteu na conversa, colocando-se á frente do baixinho. –Tente me acompanhar.
Seline retirou seu casaco e jogou o boné para o público, ela usava um top que deixava seus seios e barriga à mostra. Seu corpo era atlético e curvilíneo, e os seios eram firmes e redondos, devido às próteses de silicone. Diversos alunos e professores babavam com a cena, mas um em especial sentia muito ciúmes.
-Então baixinho, vamos lá. Hime, liga o som.
Logo que a garota falou isso, a caixa começou a tocar uma música conhecida, o que fez com que os alunos abrissem novamente o círculo.
Toshiro começou a se mexer assim que a batida começou, cercando Seline suavemente.

Jonjaehae jwoseo (cham) gamsahae
Obrigado por existir
Jeonhwa jom haejwo naega (ham) bap salge
Por favor, me ligue, eu vou te pagar um jantar
A yojeum michin michin geo gata gichim gichim
Eu acho que estou ficando louco esses dias
Hage mandeuneun yeojadeul otcharim da bichim, bichim
Eu acho que estou ficando louco esses dias
As garotas usam coisas que dá para ver tudo, ver tudo, me fazendo tossir, tossir

(Berimachwi) ttaengkyu, nae siryeogeul ollyeojwo
(Muito) obrigado! Por melhorar a minha visão
(Jayeollasik) don deuril pillyo eobseo
(Lasik natural) não precisa gastar dinheiro com isso
I’ll be in panic I’ll be a fan
Eu vou entrar em pânico, eu serei um fã
And I’ll be a man of you, you, you, you babe
E eu vou ser um homem para você você você você, baby

Seline estava ficando realmente impressionada com a performance do baixinho, mas não demonstrou nada, ao contrário das garotas que assistiam, que a cada gesto ousado dele em direção à Seline se derretiam e davam gritinhos. A garota mudou os movimentos tentando deixar Toshiro confuso, mas ao contrário do que ela esperava ele continuava seguindo seus movimentos com perfeição e adicionando os seus.

Jakkuman nuni doragane yeojadeurui bae (yup)
Meus olhos continuam indo em direção a barriga das garotas
Yeojadeureun bangjeongsik uri namjadeureun hae (yup)
Garotas são como uma equação, nós homens que resolvemos
Ttam ppilppil gwaenhi bilbildaege dwae
Eu começo a suar e sinto uma tontura sem razão
Deo manhi jom sineojwo haihilhil
Use mais aqueles seus saltos altos

Nado yeollyeodeorp al geon da areo
Tenho 18 anos, eu sei o que preciso saber
Yeojaga segye choegoran geot mariyeo
Sei que as mulheres são as melhores coisas do mundo
Yes, I’m a bad boy so I like bad girl
Sim, sou um cara mau, então eu gosto de garotas malvadas
Illu wabwa baby urin jal doel geol
Venha aqui, amor, vamos nos dar bem

Hello, hello (what)
(Olá, olá) (o que?)
Hello, hello (what)
(Olá, olá) (o que?)
Tell me what you want, right now
Me diga o que você quer agora

Hello hello (what)
(Olá, olá) (o que?)
Hello hello (what)
(Olá, olá) (o que?)
Imma give it to you girl, right now
Vou me entregar para você agora, gata

A cada momento Rukia e os outros ficavam mais surpreendidos com Toshiro. Além de conseguir acompanhar Seline, ele também estava dando um show. Assim que a música terminou, os dois foram para perto da mesa, sendo seguidos pelos aplausos dos alunos.
-E então, eu entrei?
-C-claro que sim, depois disso tudo, não tinha como você não entrar. - Orihime disse admirada. - Mas aonde foi que você aprendeu a dançar desse jeito?
-Eu participava de um grupo no Ensino Médio, mas larguei depois que entrei na faculdade. A um tempinho atrás me veio a vontade de voltar a dançar, e o grupo daqui é uma ótima oportunidade.
-Entendo. - Rukia disse meio desconfiada.  - Mas a Hinamori não vai gostar de saber que você está no nosso grupo.
-Eu não ligo. Ela é minha namorada, não minha mãe. Se ela não gosta, não posso fazer nada. - E deu de ombros, como se não importasse.
-Hm... Ok, você está dentro. Desde que não traga problemas para o grupo. Encontre-nos no auditório daqui a três dias, às 16h00min. Vai ser o primeiro dia de audições, e vamos querer a sua opinião para avaliar os outros.
-Tá bom. Então, até outro dia. - E com isso, saiu andando em direção às salas.
Assim que os grupinhos começaram a se dispersar, Rukia recomeçou:
-Então, já achamos um membro em potencial para o grupo, mas estou prevendo que vamos ter muita dor de cabeça com os outros.
-É, mas temos que ter certeza de deixar entrar outras pessoas. Alguns podem até dar certo, mas eu ainda estou com dúvidas. - Neliel se calou com os olhares que Renji lançava, como se ela estivesse falando bobagens. Rukia encarou o namorado com um olhar de tédio, e com isso ele deixou Nel em paz.
-Acho que nós estamos generalizando muito. E vamos que o sinal já bateu. - Todos se levantaram dos bancos, mas Renji ficou para trás, até que Ichigo notou a falta do amigo, mas este já tinha sumido.
-Mas aonde aquele cabeça oca se meteu?...
Enquanto isso, Momo andava de um lado para o outro em uma sala deserta do terceiro andar. A morena estava com raiva, de Toshiro que não a escutava mais, de Seiren por tê-la tratado daquele jeito, dos outros alunos que a julgavam idiota, e principalmente do seu amado professor Aizen que não a procurava mais, preferindo perseguir a Yamamoto mais nova. Ela foi interrompida de seu raciocínio quando dois braços fortes e musculosos a prenderam contra a parede, e uma ereção foi pressionada contra sua barriga.
-Ora, ora. Alguém já te disse que você parece muito sexy quando está sendo humilhada publicamente?
-Faça-me o favor, Renji. Aquilo foi ridículo, não teve nada de sexy.
-Ao contrário baixinha, eu achei muito excitante. - Ele falou, mordendo o lóbulo da orelha da morena - Por isso vim te procurar, porque você está me devendo algo depois daquilo tudo.
-Hm... Você está falando disso? - E agarrou a ereção protuberante por cima da calça do ruivo, que gemeu contra a sua orelha - Talvez eu realmente possa te ajudar com isso... - E jogou suas pernas sobre a cintura do ruivo, que a pegou e apertou-a ainda mais, enquanto subia desesperadamente as mãos por baixo da blusa da garota...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...