História As pessoas se apaixonam de maneiras misteriosas - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Christian Figueiredo, Júlio Cocielo, Lucas "T3ddy" Olioti, Mauro Nakada
Personagens Lucas Olioti, Personagens Originais
Tags Declaraçoes, Erros, Romance, Verdades
Exibições 69
Palavras 1.023
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Festa, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Você me confunde


Fanfic / Fanfiction As pessoas se apaixonam de maneiras misteriosas - Capítulo 9 - Você me confunde

- Oshi não tem nada demais na foto, quer ver? -eu assenti ele me deu o celular-

- Eu poderia excluir agora, você nem pede autorização, seu escroto -olhei pro T3ddy e devolvi o celular dele-

- Escroto e você gosta -falou ao pé do meu ouvido me fazendo arrepiar-

- Hmmmm vocês dois hein -Loma disse olhando pra mim e T3ddy- Shippo muito

- Também shippo, T3lu -Mauro falou enquanto fazia um coração com as mãos-

- Meu vocês vão tomar no meio do seus c*s -falei fingindo estar chateada-

- Mano, ia até falar que shippava, mas depois dessa -Chris falou rindo- Sabe que o T3ddy é porpeta né? 

- Hã? -olhei pro Chris sem entender, todos riram mostrei o dedo do meio-

- Vou quebrar teu dedo -T3ddy falou colocando a mão no meu queixo e apertando minhas bochechas fazendo com que eu fizesse um bico-

- Eta caraio que casal lindo -Júlio falou se levantando- Pena que não vou ficar aqui vendo esse grude

- Não somos um casal -falei revirando os olhos- Já vai embora Júlio?

- Vou sim, vou levar esse ser pingunço pra casa -Júlio falou se referindo ao Chris-

- Eu não bebo mais não mano, pqp -Chris falou ainda jogado no sofá-

- OOOOH DEUS, OOOH DEUS -T3ddy falou imitando o Chris e rimos- Ta falando isso agora mano, mó cuz** você

- Vai se foder T3ddy vai -Chris falou se levantando- Vamo Júlio a gente ta sobrando aqui, aaaala ó -apontou pro Mauro e Loma que nem prestavam atenção na conversa-

- Nestante esse povo começa uma suruba aí, agora não se vou ou se fico -Júlio falou rindo- Mas outro dia quem sabe, vamo Chris

Todos se despediram do Chris e Júlio, o T3ddy foi levar os dois até o elevador. Ficaram por uns cinco minutos fazendo snaps. Se despediram e foram embora. O T3ddy voltou pro apê. Eu tava distraída com o celular dele.

- Tá fazendo o quê com meu celular? -T3ddy falou me assustei deixando que o celular caísse-

- Filho de uma mãe -o olhei séria , ele riu-

- Meu celular caraí, tu derruba meu celular e fica com raiva? -ele falou se sentando do meu lado- Me dê aí

- Tem muitos nudes aqui -falei rindo-

- Deram certinho vocês -Loma falou se levantando junto com o Mauro- A gente vai fazer algo pra comer

- Eu ouvi o barulho ontem, dá próxima vez geme mais baixo -eu ri o T3ddy me olhou e riu também-

- Ah mano, vou fazer algo pra comer e vocês ficam de fora -Mauro falou indo pra cozinha com a Loma-

- E VOCÊ ME PAGA MARIA LUIZA -Loma falou em um tom alto indo pra cozinha-

- Sozinhos de novo -T3ddy falou dando beijos em meu pescoço-

- Hm..m a..ai -soltei um leve gemido e o empurrei-

- Pqp, você hein? Chega se arrepiou todinha inha inha -eu lhe dei um tapa no braço- Aí meu amor

- Ai meu amor -falei o imitando em um tom de deboche-

- Fica debochando -ele desviou o olhar e ficou sério-

- Eita T3ddy oshi -passei a mão em sua nuca, adentrei minha mão nos seus cabelos, cheguei perto do seu ouvido- Desculpa amor -falei susurrando-

- Fiquei de pa* duro desgrenhada -ele falou me olhando, o olhei e rimos-

- Meu efeito sobre você é rápido? -ele assentiu, a campainha tocou, ele foi atender-

Ao abrir a porta, olhei pra ver quem era. Uma loira, não muito alta que ao vê-lo o cumprimentou com un abraço e falou algo em seu ouvido. O T3ddy convidou ela pra entrar, a mesma quando me viu deu um sorriso falso, apenas fiz o mesmo.

- Pode ficar à vontade ai Natália -T3ddy falou com à tal loira-

- Ah T3ddy eu quero um copo de água -ela falou com a voz que já me irritava-

- Okay vamos aqui na cozinha -ele sorriu e a Natália foi junto com ele-

- Loma -falei entrando na cozinha onde o T3ddy tava apresentando a amiguinha dele pra Loma. O Mauro já à conhecia-

- Oii Malu -Loma falou se aproximando-

- Eu já vou, minha quer falar algo comigo, cê pode ir com o Mauro né? -ela assentiu- Okay

Voltei pra sala procurando a bolsa da Loma onde estava a chave do carro. Achei, e saí dali o mas rápido que consegui. Nem me despedi de ninguém. Peguei meu carro e fui pra casa. 

- Bom dia meus amores -falei entrando na sala onde a Karina e o Luan estavam sentados no sofá-

- Bom dia mocinha, demorou por que? Onde estava? -a olhei e sorri-

- Até parece minha mãe falando, cadê ela e meu pai? -falei indo até o Luan e lhei dei um abraço, atrapalhando o jogo dele-

- Sai Malu oshi -ele falou chateado e eu sorri-

- Não faça isso Malu, seus pais foram trabalhar mas cedo hoje -Karina falou se levantando e indo a cozinha- Vou fazer o almoço

- Já? Tá cedo ( falei indo com ela até a cozinha e olhando as horas no celular ja eram 10:50am) Não tá não 

- Sim mocinha, de quem é essa camiseta? -Karina perguntou curiosa-

- Ah, vou ir tirar isso, Kah não me chama lá no quarto, okay? ( ela assentiu  e subi as escadas)

Fechei a porta do quarto, coloquei uma música do Sam Smith, que eu amava ouvir. Me olhei no espelho e lá estava, meu corpo dentro da camisa daquele puto. Droga, se eu já achava ele atraente e retardado pelos vídeos, agora tive certeza. E gostei do que rolou de ontem pra cá. Não vou dizer que as coisas que ele me falou eram falsas eu vi no olhar dele que era verdade. Mas ele não vai mudar do dia pra noite. Mas também não vou desistir,  não posso mudá-lo por completo, ai não ia ser mas o T3ddy, apenas quero ajudar ele. Essa vidinha de tá com uma e outra não tem graça, e não quero que ele perceba isso tarde demais. Não sei o que se passa no meu coração, mas algo me diz que não posso deixar ele. Devo ter batido a cabeça em algum lugar. Mas agora tava com raiva dele. Enfim, tomei um longo banho, depois me joguei na cama em meio aos meus pensamentos dormi.








Notas Finais


Deixem coments aí amorecos ( aah que feio isso ) *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...