História As prostitutas de New York - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Ashley Tisdale, Chaz Somers, Christian Beadles, Demi Lovato, Justin Bieber, Miley Cyrus, Pretty Little Liars, Rihanna, Ryan Butler, Selena Gomez
Personagens Emily Fields, Maya St. Germain
Exibições 19
Palavras 858
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente, vocês querem que a Louise fiquem com quem no final ?

Capítulo 25 - Capítulo 25



        O ano tinha virado e minha vida continuava confusa como sempre,as vezes eu me arrependo de lá no passado dizer que minha vida era sem emoção porquê hoje em dia é uma maluquice sem fim. Hoje é uma noite de segunda e eu estou me arrumando para um encontro e o encontro não era com o Drake e sim com o Chris a noite do ano novo tinha sido confusa e depois que eu armei para o Ryan e a Mary ficar aconteceu uma coisa que eu não imaginava.
        Flashback on 
        Estava descendo as escadas e estava muito feliz, meu deus não acreditava nisso, eu consegui colocar meus amigos para ficarem. 
        -Posso saber o motivo desse sorriso ? - Alguém falou por trás de mim e eu cheguei a me assustar, pra mim eu estava sozinha naquele corredor. 
        - Meu deus Chris, você me assustou - Eu RI - É que eu consegui colocar o Ryan e a Mary para ficarem, nossa não acredito que eu co segui. 
        - E a gente ? - Ele perguntou e eu gelei 
        - O que tem a gente ?- Me fiz de desentendida mas sabia muito bem onde ele queria chegar. 
        - Quando é que a gente vai ficar de novo ? - Ele perguntou. 
        - Eu não sei, sei lá - Eu realmente não sabia o que responder, todas as vezes que a gente ficou tinha um porque e agora ele queria ficar comigo porque simplesmente queria. - Tem o Drake e tudo mais. 
        - Cara para de se preocupar com ele. - Ele disse meio que perdendo a cabeça. 
       - Você deveria se preocupar também sabia, ele é seu melhor amigo. - Disse um pouco alto. 
        - Parei de me preocupar com ele desde que ele fez aquilo tudo com minha irmã - Ele disse meio seco e eu fiquei puta. 
        - Cara ele errou com a sua irmã, tudo bem mas ele não foi responsável pela maluquice da sua irmã, isso se desenvolveu com ela - Eu falei meio alto, não acredito que eu estava brigando logo com o Christian por causa de Drake e Megan. 
        - Foda-se o Drake, eu caguei pra ele, ele foi responsável por tudo de ruim que aconteceu com a minha irmã e eu quero desgraçar a vida dele sem pena. - Eu escutei aquilo e cara eu não sabia responder o Chris só ficou comigo para um dia atingir o Drake, eu não sabia o que dizer, mais uma vez eu fui usada e eu apenas consegui dizer. 
        - É contigo mesmo - E assim virei as costas, eu precisava do Drake nesse momento, eu precisava de um abraço dele, claro que eu não ia contar nada a ele, não naquele momento mas eu precisava dele e foi o que eu fiz, fiquei com o Drake a noite toda. 
        Flashback off
      Eu ia terminar tudo o que eu já tive como Chris, eu não queria mais nenhuma aproximação com ele, o que ele fez não se faz e eu me senti a pior pessoa. 
        Estava na frente da porta do apartamento dele a uns 5 minutos tomando corragem. Contei até dez e apertei a campainha sem pena, queria ser atendida logo. 
       - Minha princesa - Ele disse abrindo a porta e tentando me dar um beijo mas eu desviei - tudo bem, estranhei você marcar esse encontro, achei que você estava com raiva de mim. 
        - Mas eu estou com raiva de você, achei que iria ter estomago pra almoçar com você mas não tenho então vou ser breve. Eu não quero mais nada com você, eu não quero mais papo com você, você é um falso que apenas me usou pra um dia fazer um inferno com o Drake mas eu estou terminando antes disso o que você fez comigo não tem perdão e você só foi mais um filho da puta na minha vida. - E assim sai do apartamento dele, ultimamente ele mal tava ficando na mansão. Escutei ele me chamar mas sai tão rápido que não deu tempo dele me alcançar. 
        Peguei um taxi e comecei a chorar, eu não acredito que cai no papi do Chris, desde aquele dia que ele transou comigo bêbada - mesmo eu tendo dado mole ele poderia muito bem dizer que não - eu deveria saber que ele não prestava. Meu deus como eu sou idiota. Entrei na boate que nem um furacão indo direto para o meu quarto o que assustou Audrey e Caissy. 
        - Que ouve amiga ? - Caissy disse chegando perto de mim junto de Audrey. 
        - O Chris, ele é um filho da mãe, terminei tudo com ele - Disse chorando e elas se espantaram até porque elas não sabiam do meu lance com ele. 
        - Como assim terminou ? Você não tinha nada com ele - Audrey disse. 
        - Então eu e ele temos um lance, quer dizer, tínhamos, só que eu descobri que ele só estava me usando para uma vingança contra o Drake - Disse contando toda a historia e chorando, eu ainda não acreditava que ele tinha sido tão filho da puta comigo. 
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...