História As prostitutas de New York - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Ashley Tisdale, Chaz Somers, Christian Beadles, Demi Lovato, Justin Bieber, Miley Cyrus, Pretty Little Liars, Rihanna, Ryan Butler, Selena Gomez
Personagens Emily Fields, Maya St. Germain
Exibições 15
Palavras 1.125
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 26 - Capítulo 26



        20 de Janeiro 
        Hoje era o aniversário do Drake e ele estava preparando uma puta festa que iria acontecer de dia e eu realmente estava sem pique de ir. 
        Estava todo esse tempo sem falar com o Christian mas ao mesmo tempo minha relação com o Drake tinha melhorado 80%, ainda tinha um receio mas estavamos bem mais amigos que antes. Soube que o Chris se demitiu da boate logo  e voltou a morar permanente no seu apartamento e que não está mais mantendo contato com ninguém da boate. Ate é melhor, menos um falso nessa boate. 
        Coloquei uma bota e já estava pronta, eu estava bem agasalhada porque lá fora estava muito frio, estava em cerca dos 10° e pra uma californiana aquilo era estar no pólo sul. 
        Desci e já estavam todos me esperando, sempre eu que me atrasava. Fui no taxi com Audrey, Caissy e Karine, estava tão próxima delas que era uma das melhores coisas que estava acontecendo comigo. Mary e Ryab já estavam lá, ela estava aproveitando as férias de inverno para aproveitar seu tempo com Ryan já que assim que as aulas começassem eles iam ter menos tempo pra se ver, ainda mais que ela esta morando e estudando no Queens e ele mora em Manhattan, no Up East Side, sim  a mansão deles eram lá, ainda não entendi o porque da mansão do Drake ser tão longe mas ok. 
        Cheguei na casa dele e até que estava um pouco cheia, tinha umas pessoas que eu não conhecia, uns modelos que estavam servindo para a divulgaçao para a nova coleção da marca do Drake, uns caras importantes que também nunca tinha visto e umas meninas qiw trabalhavam para o Drake na marca dele. 
        - Parabéns meu amor - Disse abraçando ele - Aqui seu presente 
        - Meu deus, o que você aprontou dessa vez ? - Ele disse abrindo o pacote sem jeito nenhum mostrando a blusa do Yankees. - Nossa não acredito, você me conhece baixinha - Ele deu um riso. - E o que é esse papel ? - Ele disse vendo um papel que estava no pacote também. 
        - É uma cartinha, queria te mostrar que apesar de tudo, apesar dos nossos autos e baixos eu sempre vou te considerar, sempre vou gostar de você, na verdade sempre vou te amar como um amigo, ou melhor, um grande irmão - Disse o abraçando. 
        - Bom, eu queria que você me amasse mais que isso mas mesmo assim muito obrigada - Ele disse e eu apenas ignorei e mais uma vez vi a Megan morrendo de ciumes da nossa aproximação. Eu não sei porque eles não assumiram nada  depois daquele dia que eles transaram enquanto eu namorava com ele mas é uma coisa que eu ainda vou descobrir. 
        Fui para o grupo das meninas, eu precisava passar mais tempo com elas, nos últimos meses eu me isolei e me afastei muito delas. 
        - Gente eu já disse como odeio o inverno ? - Eu reclamei - Gente 10° é o cúmulo para uma Californiana. 
        - Bom eu já me acostumei - Karine deu de ombros. 
        - Eu também já me acostumei - Disse Mary, nossa ela se acostumou bem mais rápido que eu. 
       - Eu também não me acostumei, sou brasileira, gosto de calor - Maya reclamou e todos riram. 
        - Maya você não é brasileira amiga - Audrey riu - Seus pais que são 
        - E você nunca nem visitou o Brasil. - Emily disse rindo
        - Mas eu me sinto como se fosse brasileira, como se já tivesse morado lá. Vocês sabiam que no verão em uma cidade lá, se eu não me engano é Rio de Janeiro, lá faz 40° graus. - Maya disse. 
        - Nossa que maravilha, então vamos pra esse rio, quero pegar uma corzinha - Caissy disse e todas nois concordamos. 
        - A gente podia passar uma semana no Brasil sabia, vamos aproveitar que lá é verão, poderíamos falar com o Drake, quem sabe ele não vem junto com a gente - Amanda deu de ombros 
       - Concordo. - Continuamos bebendo e conversando até alguem chamar nossa atenção. 
       - Gente vamos brincar de desafio - Chaz veio, já meio bêbado com a voz un pouco exaltada e assim fomos para o meio da sala e sentamos em um circulo da ordem foi: Eu, Karine, Drake, Mary, Ryan, Megan, Ashley, Amanda, Caissy, Maya, Emily e Audrey e assim começamos o jogo, eu fui a primeira a girar a garrafa que apontou para o Chaz. 
        - Desafio você a ficar com a Amanda - Dei de ombros e ele foi em direção da Amanda dando um lindo beijo nela e asim foi a vez dele girar a garrafa apontando para Karine. 
        - Desafio você a dar um beijo triplo com a Caissy e a Maya. - E assim elas se beijaram. 
        Os desafios foram rolando, me fizeram beijar quase todas as meninas e ainda dar um selinho no Drake o jogo foi indo até Megan fazer uma pergunta pra mim. 
        - Então, é verdade que você e meu irmão se pregavam ? - QUE ? COMO ELA SABIA DISSO ? EU NÃO SABIA O QUE RESPONDER E FIQUEI BRANCA. 
        - Megan, não é verdade ou desafio, é apenas desafio. - Disse nervosa e nesse momento todos me olhavam, inclusive o Drake. 
      - Foda-se, diz ai, não é verdade ? Que você fodia com meu irmão, que você se pegava com ele varias vezes, não banque a sonsa porque eu tenho um áudio para comprovar - E assim ela soltou o áudio com o Chris contando tudo o que tinha acontecido com nois dois. Meu deus, ele tinha se superado. 
         - Drake, desculpa - Disse chorando. 
        - Desculpa é o caralho - Ele gritou
        - É só uma coisa pra esclarecer, eu e Drake nunca transamos, naquele dia eu armei pra vocês, eu queira que você pensase que a gente transou só pra acabar com tudo. - Ela disse rindo, meu deus ela era psicopata. 
        - Meu deus,fui apunhalado pelos três lado mesmo - Ele disse perdendo a cabeça.- Vocês duas, fora da minha casa agora - Ele gritou e eu sai dali chorando enquanto a Megan ria sem parar. 
       Entrei no primeiro taxi que vi, meu deus, ele não podia ter descoberto, não dessa forma e ainda por cima ei descobri que ele sempre tinha me dito a verdade. Meu deus, porque minha vida ta essa merda ? 
        Cheguei na boate e me tranquei dentro do quarto, eu chorava tanto que não sabia o que fazer mais, na verdade eu não sabia o que ia ser da minha vida, o Drake poderia me expulsar daquela boate a hora que quisesse e com razão. 
        
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...