História As pupilas da minha alma - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 13
Palavras 433
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drabs, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Trois


Fanfic / Fanfiction As pupilas da minha alma - Capítulo 3 - Trois

5:37 AM

Não é por seu namorado (a) que você precisa dar o seu melhor para encontrar uma saída. Não é por ele. Nem por sua mãe, ou pai. Nem por seu melhor amigo, ou irmãos, ou conhecidos. É por você. É por você que precisa tentar levantar da cama mais um dia e sair, mesmo sem vontade alguma, para se distrair. 

É por si que você precisa procurar ajuda, ou assistir um filme de comédia romântica que te faça esquecer seja lá o que te faz afundar. É por si que você deve se repreender quando pensar algo que te faça acreditar que finalmente esse é o fim. Não é. Não é ainda e você sabe disso. 

Você sabe que merece tudo de bom que há e que não tem culpa de não conseguir ficar bem. Por isso existem as pessoas que se formam nisso. Sei que é patético e bastante hipócrita da minha parte estar falando isso, porém o fato de eu não ter conseguido ir a um psicólogo não muda a realidade. Eles estão alí para ajudar. 

Você sabe que merece viver bem como qualquer outra pessoa, então peço para que não abra mão disso. 

Peço para que quando as coisas ficarem feias você só se encolha e espere passar. Porque vai passar. Vai sim. Chore o que tiver de chorar, mas repita para si que essa dor não vai durar para sempre. 

Você precisa lutar contra esse estado. Não, ele não faz parte de você. Ele só ainda te rodeia porque parece cômodo demais para ele. 

Você é mais que isso. Muito mais. Você tem inúmeras coisas boas e, mesmo sem o conhecer, eu sei. Sei porque todos nós temos. Todos nós temos, mesmo quase sempre nos recusando a enxergá-las. Você também sabe. 

Não, você não está morto por dentro. Só acha isso porque é isso que o vazio consegue refletir. Nada mais que isso. Mas você ainda não morreu. Não ainda. E, mesmo apenas sobrevivendo, você continua aí. Não por ninguém, mas por você. 

Eu não estou usando a técnica de que é muito fácil falar quando se está observando de fora. Não mesmo. Passo por isso todo santo dia e sei bem sobre o que estou falando. 

Mas cada dia é novo e não importa mais o que você fez ontem.. Nem vou tentar adivinhar. Porque nada mais poderá ser mudado . O que pode-se fazer é se perdoar. Se perdoar e seguir. 

Você merece estar vivo. Merece sim. Você não é um desperdício de tempo ou de espaço. 

Faça isso exclusivamente por você. 

Vai ficar tudo bem.  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...