História As seis - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Mang-Chan

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yui Komori
Tags Amor, Ayato Sakamaki, Hentai, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Originais, Reiji Sakamaki, Romance, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Suspense, Terror
Visualizações 32
Palavras 1.589
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Então galera voltei (aqui é a Yanda-chan). Bom gente nesses primeiros capítulos eu vou colocar a visão de cada garota. Nesse pro exemplo foi a Aya-chan, mas no próximo vocês é quem vão decidir. então quem vocês querem que narre?

Boa leitura.

Capítulo 2 - Bitch-chan


Fanfic / Fanfiction As seis - Capítulo 2 - Bitch-chan

Capitulo dois. – Inimigas

Pov´s Aya

Chegamos à casa dos Sakamaki, tenho que dizer, é realmente bonito, um lugar agradável de viver eu diria.

- Prazer em conhecer vocês, Sakamakis-disse Mizaki sorrindo travessa.

Bem... Não é por querer, mas nosso jeito... É, digamos que... Diferente.

- Senhoritas – pronunciou-se um cara de cabelos brancos e óculos ajeitados.

Observando bem pude analisar cada garoto presente na sala, no total tinham seis e todos pareciam ser bem... Hm... Incomuns. Bom... Deixe-me descrever melhor. No canto esquerdo da sala ao lado de uma janela aberta e bem grande residia um garoto de cabelos platinados e olhos avermelhados, ele também trajava um look... Sensual talvez, seu tanquinho se encontrava amostra na posição que o mesmo estava. Saindo desse havia outro garoto, dessa vez este estava deitado desleixadamente no sofá e escutava alguma coisa em um fone de celular, além disso, este tinha os cabelos meio amarelo alaranjado e parecia alheio a tudo estando do mesmo jeito que nossa amada Angel, de olhos fechados. O terceiro garoto já direcionado na borda do coxim oposto tinha os cabelos vermelhos e usava um chapéu esquisito estilo Michel Jackson, além disto, também usufruía de roupas um tanto peculiares parecendo ser um traje de colegial, só que mais sexy, seus olhos eram verdes semelhantes a duas pedras de esmeralda. Se afastando mais um pouquinho estando bem do nosso lado estava outro garoto com o rosto sério e pose impotente, parecia querer explicações obvias, fora isso ele tinha cabelos brancos e pele bem pálida – como todos hehe- e seus olhos eram de uma cor muito parecida com o da Yuni, eram rosa e isso sim o deixava estranho, mas mesmo assim o homem ainda era um pedaço de mau caminho. Bem... Sentado no canto da sala havia um garoto de cabelos roxos e olhos da mesma cor, ele estava agarrado a um ursinho marrom de tapa olho, sim uma copia masculina e sombria da Yuni-chan. Por fim, sentado no terceiro sofá a frente dos outros dois, estava um garoto ruivo de olhos esmeraldinos, sua posição me deixava excitada, devo admitir, e dentre todos foi o que mais me chamou atenção, ele de certo modo exalava divertimento e parecia ser pervertido pela maneira que nos olhavas. Sádico? Talvez...

- Oi garotos, meu nome é Mizaki e essas são minhas “irmãs”. Acho que já deviam estar sabendo, obviamente, mas se não... Prazer, somos suas novas damas de sangue.

- hm... Isso vai ser divertido. – balbuciou a copia do Michel Jackson.

- Então sabem exatamente o que fazem aqui? Sem gritos, perguntas, reclamações, pedidos, ordens... Nada?

- Queria o que? Que saíssemos berrando feito condenadas para depois vocês nos pegarem, espancarem e depois fazer-nos de gato e sapato? Não, obrigada, sou mais eu.  – disse cheia de ironia com o veneno escorrendo dentre os lábios.

- Tsk... Realmente seria decepcionante, garotas. Bem... Já que é assim vamos nos apresentar.

- Pois bem. Sou Sazuki Hana, bruxa e feiticeira. Vim para servir a tal de um... Hm... Reiji! Isso mesmo.

- Tsk sou eu – o platinado sério se pronunciou. Ok esse com cara de nerd sério se chama Reiji.

- Sou Asano Mizaki, kitsune e metade demônio. Vim servir Sakamaki Laito.

- Prazer será meu em cuidar de você doll-chan – falou o ruivo de chapéu com um baita sorriso malicioso nos lábios. Gente ele vai comer a raposinha viva!

- Oi me chamo Suzuki Yuni, e sou metamorfo. Vim servir Sakamaki Kanato. – Owt sempre fofa essa bonequinha medonha.

- Teddy, olhe como ela é bonita, parece uma porcelana. – sussurrou o garoto do ursinho com um sorriso maníaco nos lábios. Coitada da Yuni.

- Sou Ayumi, Susuka Ayumi, metade vampira. Vim satisfazer Sakamaki Subaru. – tsk... Sanguessuga.

- Não se atrase – pediu o garoto da janela sem nos olhar. Ok... Esse não parece ser tão ruim.

- Sou Aoki Aya, totalmente demônio- a mais forte devo lembrar – hehe. Vim para servir de comida para o tal Ayato.

- Olha só... Até que você é gostosa, vou gostar de te ter na minha cama. – sacaneou o garoto delicia que eu gamei. Ow céus! Ele é uma perdição.

- Tarado – resmunguei e logo depois lancei meu melhor sorriso safado.

- ei Angel, se apresente. – mandou Mizaki se dirigindo a loira muda.

Haha se a Anji-chan falasse alguma coisa, ainda mais para esses esquisitões, ai sim eu diria que o mundo ia acabar e precisávamos nos esconder antes que alienígenas nos abduzissem.

- Aff, olha lerda é obvio que a anja loira falsificada não vai falar nada, não agora.

A kitsune me mandou seu pior olhar, mas pareceu entender o que eu disse e preferiu se calar. Medrosa.

- Ai, ai, meninos e por fim esta aqui é a anja loira falsificada, mas seu nome de “mentira” é Angel, Akemi no Angel, e sendo absurdamente obvio, ela é um anjo hehe. Para os curiosos, ela veio servir... Pera quem é mesmo? – Parei para pensar – Ah sim! O sortudo da vez é Sakamaki Shu. – finalizei sendo o mais cínica que podia. Se for sorte ter a Angel como cuidadora, então esse Shu vai descobrir bem rápido o que é ser apagado da existência terrestre.

- Hm – murmurou o garoto deitado no sofá, ele nem ao menos tentou ver quem éramos. NOVIDADE NOTICIA EXCLUSIVA! Achamos a cópia masculina da Anji-chan, é esses dois se merecem.

- Ótimo, agora que nos apresentamos gostaríamos de nos recolher, se não for incomodo para vocês – disse Mizaki sem emoção.

Sem coração de uma figa. Não é que eu tenha um, mas a Miza exagera, às vezes.

- Esperem, antes que cause problemas quero apresentar-lhes nossa antiga dama de sangue e agora convidada.

- Tanto faz, apenas apresse as coisas sim. – Hana e sua delicadeza, TÃO discreta.

- Sem pressa querida, vocês terão muito tempo nessa casa, se não, a vida inteira – lembrou o cachorro nerd sorrindo perigosamente na direção da bruxa de Blair.

- BITCH-CHAN VENHA AQUI – gritou o ruivo de chapéu sem pudor algum.

Logo ouvimos passos apressados e sem demora alguma uma garota loira adentrou a sala com um sorriso incrivelmente irritante nos lábios. Essa menina me dá nojo, cruzes que é isso?

- Laito-kun? Chamou-me? – perguntou ela parecendo não notar nossa presença. Ela é cega por acaso? Aff vadia loira.

- Não, Bitch-chan, eu chamei o papai Noel – debochou o ketchup.

- Hm... Ok. Quem são essas? – perguntou finalmente se virando para nos ver.

Não me lembro de ter sentido tanto nojo de alguém na vida, caralho que vontade de socar a carinha desenhada dela. Vadia loira.

- São nossas mais novas damas de sangue. Elas são lindas não acha? – questionou o meu novo “senhor” me fitando com desejo. Hehe ele que sonhe com meu corpo, porque não o terá tão cedo.

- Hm... Oi, sou Yui – apresentou-se a garota.

Não sei por que, mas uma vontade imensa de voar no pescoço dela e deixar só os restos me invadiu, sou sádica mesmo e ninguém que reclame. A vadia loira tinha o olhar enciumado e ao mesmo tempo desdenhoso sobre a gente, ela não sabe com quem esta lidando, mas vou adorar ensina-la.

- Calma, capetinha, não se mova ouviu? – ameaçou Hana surgindo magicamente do meu lado tentando me acalmar.

É temos sim uma ligação e não só eu, como sei que elas também, sentiram que essa loira é nojenta e convencida. Vadia.

- Então você também?

- Sim

Ficamos encarando a carinha de puta da Yui por um tempo, cada uma provavelmente analisando. Por incrível que pareça consegui flagrar a Angel abrindo levemente os olhos e olhando tudo ao seu redor para logo depois voltar a fecha-los e entrar no mundinho de musicas dela, mesmo sendo breve vi que ela também não gostou nem um pouco da puta plastificada, o que é raro sendo a anji um das mais centradas e não a favor de preconceitos.

- Prazer, Yui – disse Miza com desdém na voz. É de prazer isso não tinha nada.

- Hm... Era só isso que queria comigo Laito-kun?

O ruivo assentiu sorrindo e a puta sem peitos subiu correndo.

- Nojenta – murmurei descontente. Queria bater nela, mas infelizmente estamos de chegada e não queremos ser despejadas agora.

- Yuni-chan, vamos subir – falou a raposinha pegando na mão da metamorfo e a puxando consigo.

- Tchau meninos, já, já nos vemos – despedi-me sorrindo cinicamente e seguindo a azulada.

Logo vi o resto das garotas me seguindo e fiquei com a pose totalmente relaxada.

- Então tá. Onde é o meu quarto? – perguntei sem rodeios.

- Vocês vão dividir por enquanto – respondeu o platinado de óculos que nos guiava. – aqui

Entramos no cômodo e ele fechou a porta.

- Então aqui é o lugar – sussurrou Ayumi com sua comum frieza.

- Hm... Gostei daqui, a única coisa terrivelmente horrível é aquela vadia loira sem peitos. – desabafei sem emoção.

- Concordo, ela é... Não sei explicar, mas não gostei dela. – pronunciou-se Mizaki descontente.

- Ela é falsa, aposto que quer dar para todos os meninos. Não é Bonnie? – disse Yuni com aquele olhar psicopata que só ela tem.

- Tsk... Achei-a irritante – comentou Ayumi se sentando na cama do canto bem isolada.

- O que você achou dela, Angel? – perguntou Mizaki

-... Ardilosa – respondeu a loira com seu tom calmo e baixo de sempre. Tá tenho que confessar, a Anji-chan é muito quieta e aparentemente fofa, a voz dela é bem calma e passa tranquilidade. Não é o doce irritante da Yue.

- Acho que temos um novo brinquedinho.

Yui que nos aguarde.

 


Notas Finais


Deixem ai nos comentários quem querem que seja a próxima garota.

Se gostaram e querem saber o que vai acontecer nos próximos capítulos, favoritem e se querem me falar o que estão pensando e mostrar o quão loka é sua mante, comente (eu vou adorar saber o que esta pensando).


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...