História As tantas noites sem a visita do sono - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Insônia
Exibições 4
Palavras 245
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Poesias

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Aqui existe um corpo que, sendo feito todo de grandes palavras, precisa se resumir.

Capítulo 1 - As tantas noites sem dormir


O dia passou e não notei. Constantemente me perco na luz, meus olhos não se adaptam a claridade do sol ou a proveniente de qualquer fonte de luminosidade; devo ser feito de trevas, ou talvez tenha algum problema só meu.
Meus pés doem e não andei. A circulação do sangue no meu corpo parece lenta, meus cabelos grandes e desgrenhados produzem uma imagem pouca agradável, afora tudo isso, o sono virou meu inimigo e nem sob tortura aparece para uma visita necessária.
             Distante da luz, no meu quarto escuro escrevo sobre coisas que sofrem; no geral, escrevo sobre mim. Necessariamente tudo que me vem à cabeça é meu, muito embora faça parte de tantas outras pessoas que não ouso citar nomes para não ter de pagar pela sua participação no meu desassossego. Meu corpo sofre de uma exaustão que é sozinha, individual e recobre até mesmo minha alma. Nunca soube aprender com o tempo, os mesmos erros são recorrentes em minha vida, não ando me precavendo, rapidamente meus olhos rejeitam a mínima variação de luz e doem, assim como minha alma se contorce na presença de uma possível mudança. Deus! Quantos anos eu tinha quando a esperança correu, se escondeu de mim e não mais quis retornar? Fecharei minha alma para a fé, a esperança agora reside longe dos meus domínios, não sei nada sobre a vida, talvez a vida saiba sobre mim e por ser tão incompreendida, não queira ensinar nada a meu respeito.


Notas Finais


É dor. Desespero começa a ser um amigo do peito !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...