História As Vezes Sinto Sua Falta - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Foco, Força, Superação
Exibições 7
Palavras 396
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Festa, Lírica
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


É meu primeiro livro e espero que gostem! Leiam e comentem o que vocês acharam sobre este primeiro capítulo!

Capítulo 1 - O Triste Começo


  Acordo com minha mãe ao lado da minha cama me observando enquanto dormia. Fico um pouco assustada pois ela não tinha cometido tal ação antes. Logo que vejo seus olhos eles são verdes e lindos mas estavam tristes como nunca havia visto antes. Ela logo me abraça forte e com um pouco de tristeza em suas palavras fala; -Bom dia minha princesa!
-Bom dia mãe! -falo com um leve tom de preguiça-Está tudo bem? Vc me parece triste!
-Estou bem! Mas queria conversar com você logo que acordasse.
-To começando a ficar preocupada?
-Fique calma Alice! Queria avisar a você que não precisa ir a escola hoje, seu pai está no hospital desde segunda e queria que rezasse por ele hoje viu?
-Sim senhora!
  Não é a primeira vez que minha mãe pede para que eu reze por meu pai. Faz muito tempo que tudo isso está acontecendo. Sinto falta dele! Já faz três dias que ele está no hospital e não posso entrar para vê-lo.
  Me levanto finalmente é dou um beijo no rosto da minha mãe e vou tomar café. São aproximadamente nove horas, como um pão e quando estou terminando de tomar café junto com a ajudante daqui de casa, Diana que parece mais da família do que uma simples ajudante, escuto a porta se abrindo e logo em seguida escuto minha mãe chorando e corro para a sala onde todos estão. A sala está com um clima tenso e vejo que as pessoas que chegaram foram o Rafael que é um dos meus vários primos e meu vizinho Leandro. Minha mãe está no sofá chorando e até agora estou sem entender oque acontece até que meu primo me envolve em seus braços e me diz que o meu pai faleceu!
  Ao saber disso entro em desespero e começo a chorar me recordando de todos os momentos vividos, dos seus olhos, do seu sorriso, do seu abraço e daquele tapinha nas pernas que sempre ganhava quando conversavamos como uma grande forma de carinho. Não estou conseguindo me controlar muito bem então logo em seguida vou para a casa de um vizinho, paro de chorar mas a tristeza me consome e se apodera do meu corpo como uma grande nuvem negra de sofrimento e dor que nunca havia passado antes ou se é que poderei sentir tal dor tão forte como estou sentindo agora.


Notas Finais


Espero que tenham gostado do primeiro capítulo desta história! Comentem e espero ter críticas construtivas para melhorar ao decorrer desta história! Se gostarem curtam e comentam por gentileza! Obrigada por escolher essa história!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...