História Asas - Lutteo - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Gaston, Luna Valente, Matteo, Nina, Sharon, Simón
Tags Gastina, Lutteo, Simbar
Exibições 136
Palavras 1.036
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - "Desastre Sobre Livros"


- Por favor, não se apavore! - Falei num tom bem baixo e agudo.

- Ta deixá eu só... - Depois disso simplismente ele desmaiou eu não sabia o que fazer, não mesmo já li muitos livros mais nenhum de socorros. 

Logo depois de alguns minutos depois ele acordou.

                Gastón Perida

- Por favor, não se apavore! - Era ela, um ser com asas depois de ter lido vários livros sobre isso, não consigo acreditar.

- Deixa só eu... - Depois disso eu apaguei.

Eu estava abrindo os meus olhos lentamente.

- Gastón, Gastón Perida! - Falou a garota de cabelos longos e lisos.

- Como você sabe o meu nome? Você é alguma espiã? - Perguntei assustado.

- Não Sei, talvez, pelo o tapete com o seu nome, o seu nome escrito bem grande na parede, seu pijama com o seu nome e o lençóis de sua cama, escrito Gastón Perida. - Falou enquanto apontava para os abjetos que citava. - Nossa você não arruma o seu quarto não?

                Matteo Bálsano

Eu estava pegando alguns livros no meu armário do roller,  até me mais uma pessoa me atrapalhar, ou melhor pessoas.

- O QUE VOCÊ FEZ?? - Falaram Gastón e Simón em uníssono, mas do que eles estam falando?

- Do que vocês estam falando? - Perguntei.

- Advinha? Apareceu um ser com asas na minha casa! - Falou Simón.

- Ei! Não sou um ser com asas sou uma fada Ambar, Ambar Smith, acho melhor você calar a boca antes que eu te deixe sem palavras de novo! - Falou a Loira sorrindo cinicamente.

   
- E advinha o que estava lá no meu quarto? O seu amuleto! - Falou Gastón mostrando o amuleto.

- Não isso é impossível, por que o amuleto está comigo! - Falou Simón enquanto mostrava o amuleto.

- Não, por que está comigo! - Falei mostrando.

- Haaaaaaaaaaa! - Gritamos em uníssono.

           Biblioteca Do Blake

- Esses foram todos os livros que encontrei sobre seres com asas! - Falou Gastón.

- Fadas! - Ambar o corrigiu.

- Que seja, mas todos os livros dizem que fadas não existem! - Falou Simón enquanto lia.

- É mesmo? Não sabia? - Falou enquanto fez um tipo de feitiço com seu dedo logo em seguida deixou o cabelo de Simón ficou todo despenteado, parecia até que tinha levado uma descarga elétrica, foi impossível não rir da cara dele.

- Ha-ha-ha, que engraçado. - Falou o mesmo.

               Nina Simonetti

Eu tinha saido de onde Simón, Ambar, Matteo, E Gastón estavam, sou antisocial, não curto muito conversar e sim ler, então eu fui pegar alguns livros.

- Então Carolina... - Eu o interrompi.

- É Nina. - Falei sem desgrudar os olhos dos livros.

- Não sei bem por onde começar. - Falou.

- Talvez como os humanos agem, do que gostam, como vivem, o que usam, o que lêem, o que sentem, bom um resumo, Gastón. - Falei Ainda lendo o livro.

A conversa durou mais do que eu pensava, várias e várias horas me explicando o que não foi muito difícil de apreender, afinal eu não gostava muito de ser fada Ambar, Simón e Matteo já tinham ido embora.

- Porque você não usa os seus poderes? - Perguntou.

- Por que... bom eu não gosto de ser fada preferia ser uma humana. - Menti.

- Então ta, acho melhor irmos. - Falou.

                Luna Valente

Me atrasei um pouco, mas chguei estava dentro de um armário, mas logo alguém abre.

- Segurança! - Ele não parava de gritar. - Ramalho! Onde você está, Segurança! - Minha única opção foi cair em cima dele. - Sai de cima de mim.

- Cale-se! - Falei.

- O que você quer? Dinheiro? - Pergunta irônico.

- O que é dinheiro? - Falei.

- Segurança! - A única opção foi pegar minha varinha que estava escondida na minha bota, fazer uma magiae, e amarra-lo em uma cadeira.

- Além de intrusa e bruxa e ainda sequestradora? - Pergunta irônico. - Espera você é uma fada? Cadê as suas asas?

- Você também é feio e eu não estou jogando na sua cara! - Falei o encarando.

- Calma foi só uma pergunta! - Falou. - Então Ambar Smith me disse que estão aqui por uma missão! Qual seria essa? - Pergunta.

- Não podemos dizer! - Falei com um sorriso cínico.

- Pode me soltar? - Pergunta irônico.

desfiz o feitiço o deixando normalmente.

- Segurança! - Falou assustando Luna. - Calma! É brincadeira fada madrinha! - Zombou de sua cara.

             Matteo Balsano

- Cale a boca! - Falou a morena.

- Matteo? Está tudo bem? Escutei gritos! - Falou minha mãe entrando no quarto

- Mãe eu posso explicar! - Falei com medo, mas olhei para trás e vi, Luna não estava lá.

- Do que você está falando? - Pergunta desconfiada.

- Nada, nada falei sem pensar. - Falou e sua mãe saiu.

- Ufa!

                 Luna Valente

          Biblioteca Do Blake

- Oi Nina! - Falei a assustando.
- Luna, você tem que para de surgir dessa maneira! Que me matar? - Falou Nina.

- Desculpa, foi o único lugar que me veio a cabeça. - Falei. - Aquela ali não é a Ambar? - Falei apontando Ambar e mais duas garotas.

- Sim! Estávamos falando com o Gastón sobre a vida das fadas. - Falou.

- Olha! - Lancei o feitiço e o nariz de Ambar ficou vermelho.

                  Ambar Smith

- Jazmin? Delfina? Do que estão rindo? - Perguntei.

- Nada não é meninas? - Falou Simón que nos observava de longe.

- Shhhhh - Sussurrou a moça da biblioteca.

  Tenho certeza que isso é obra da Luna! - Pensei.

Então usei meu dedo e fiz com que ele ficasse caindo quando andava.

                Luna Valente

- Nina eu já vou já ri demais! - Falei tentei andar mais cai e todos ficaram rindo de mim.

- Está tudo bem? - Pergunta Gastón.

- Claro que está né? Luninha? - Falou Ambar rindo cínica.

- Claro que estou! - Retribui.

- Esse feitiço vai durar o dia todo! - Falou para mim saindo. 
- Que raiva! - Gritei.

- Shhhhh! - Falou a moça da biblioteca.

  


Notas Finais


Até o próximo capítulo, bom gostaram? Eapero que sim!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...