História Ashes to ashes, dust to dust; fade to black. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Megadeth, Metallica
Personagens Dave Mustaine, James Hetfield, Lars Ulrich
Tags Dave Mustaine, Davexjames, James Hetfield, Jamesxdave
Exibições 22
Palavras 675
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Slash
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Se eu só pudesse colocar duas palavras aqui, elas seriam: a origem.

Um desabafo, talvez? Hã... Seria bom, uma ótima oportunidade, quem sabe há alguns anos. Algo do tempo da Metalúrgica, quem sabe... O Giba gostava mais de Metallica, não era? Sim, sim, ele tinha um coiso pelo Cliff... Como não, né? RIP Burton

Sinceramente, não sei o que me levou a escrever isso depois de tanto tempo, acho que foi a saudade. É, saudade das piadas toscas, de perguntar "metallica ou megadeth?" ~ esse detalhe persiste ~, de fazer aquelas montagens quadradas. Foi legal na época, mas o tempo passa e eu só queria não ter parado de falar com tanta gente daora (não todas, na verdade, a maioria não). Ah... É só um desabafo, ignorem -q

Capítulo 1 - Único - Rastro de chamas, nuvem de fumaça.


Ashes to ashes, dust to dust; 


— Covarde! 

Dave cuspia as palavras com tanta agressividade que James jurava que elas poderiam lhe machucar também fisicamente. 

Era tarde da noite, beirava à madrugada e alguns vizinhos já estavam atentos ao barulho e prontos para chamar a polícia se aquilo não parasse ou piorasse. 

— Não seja infantil, Dave — O Hetfield sentenciou com um tom de voz controlado, embora soubesse que tal detalhe não iria adiantar de nada. 

O Mustaine sempre fora descontrolado e impulsivo, não seria apenas uma calma transmitia por James que poderia modificar algo natural da índole do outro. 

— Infantil?! Porra! Eu estou sendo infantil?! E você, que está sendo irracional?! 

Dave observou o outro, seu olhar firme de onde faíscas pareciam sair. Quando se irritava — o que não era lá algo fora do comum — era incrível como seus olhos pareciam estar em brasa. 

E, dessa vez, o mais novo chegou à conclusão de que não poderia desviar seu foco e suspirar; ele precisava encarar a situação. 

— É o melhor pra banda. 

— E pra você? Também é o melhor? 

O Hetfield sentiu-se prensado contra a parede em função das palavras recebidas; era assim que se sentia quando Dave acertava em cheio no que dizia e lhe deixava sem uma resposta imediata. 

Maldição, praguejou mentalmente. Lars iria lhe matar se voltasse atrás. Todavia, não era como se estivesse fazendo aquilo por não querer ser alvo das reações negativas do Ulrich. 

Reconhecia que Dave estava passando dos limites quanto ao álcool e isso vez ou outra prejudicava seu desempenho e o deixava violento, sendo que sua função na banda, assim como qualquer outra, era de extrema importância. 

Se o mais velho fosse apenas um colega que tocava guitarra consigo, estaria tudo bem em enfrentá-lo, afinal, não tinha medo. 

Mas havia muito mais do que isso envolvido. 

James cometeu seu maior erro quando permitiu que Dave Mustaine fosse mais do que somente um guitarrista fodidamente genial, e, agora, sentia cruamente as consequências de seus atos. 

— Sim. 

Retribuía o olhar com a mesma intensidade, não demonstrando sinais de que iria fraquejar e deixando claro que estava seguro do que falava. 

Dave estava prestes a rebater quando a porta da frente foi aberta e uma figura já conhecida por ambos adentrou, arregalando os olhos e em seguida arqueando uma sobrancelha com desdém ao ver o Mustaine. 

— O que ele ainda tá fazendo aqui? — Lars perguntou para James, ignorando completamente a presença do outro, o que automaticamente fez o mesmo cerrar os punhos e avançar para o Ulrich. 

Iria socar o rosto de Lars com toda sua força e — principalmente — ira naquele momento, mas foi contido pelo Hetfield, este que segurou seu braço e lhe empurrou para a direção oposta, ficando entre si e o mais baixo dali. 

— Foi esse filho da puta, não foi?! — Dave gritou transparecendo toda sua raiva, os olhos agora fixos no outro guitarrista depois de lançar um olhar em brasa para o baterista. 

— Controla a porra do seu namoradinho, James — Lars se pronunciou, ainda com a mesma expressão. Havia simplesmente provocado o Mustaine devido à aproximação deste com o Hetfield, não fazia ideia de que em suas palavras havia, sim, um fundo de verdade. 

Dave olhou uma última vez para James, esperando ver alguma resposta subentendida nos olhos do rapaz. 

E não havia nada. 

O Hetfield não iria voltar atrás; ele não podia. 

E Dave fez o esperado. Esbravejou, xingou, colocou tudo para fora, ameaçou com sarcasmo e o escárnio que podia, prometendo que iria fundar uma banda melhor e pisaria onde acabara de ser chutado. 

Para James Hetfield, Dave Mustaine era como o fogo. E, assim como o havia visto da primeira vez, deixando um rastro de chamas ao se virar bruscamente com seus cabelos, deixava agora ao passar pela porta um caminho com os resquícios do que no início queimou, uma nuvem de fumaça por onde passava e as cinzas do que um dia incendiou. 


Fade to black. 




Notas Finais


Céus, por que isso doeu? Tanto tempo se passou, tantas mágoas foram enterradas, pazes foram feitas e eu aqui. Mas eu precisava çç Veio de dentro, do nada, as palavras só foram aparecendo juntamente àquela angústia antiga

Aqui eu colocaria algo como: "álcool" - AlcoholicA
E deixaria no ar, sem dizer mais nada

E olha só, eu coloquei! Hahah
De qualquer forma, viva às pazes ♡

E obrigada a você que leu, pega aqui uma das cinco magias ♡ -q


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...