História Ashley Lying - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 19
Palavras 1.025
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


hey!

pode parecer que esse capitulo não vai mudar nada.
mas, se eu fosse vocês eu prestava bem a atenção.

boa leitura <3

Capítulo 6 - Não vai mudar minha vida


Pov's ashley

Quando acordei, olivia ainda dormia tranquilamente, como se nada tivesse acontecido.

Estava frio, e ela gelada, colquei mais um cobertor em cima da cama e peguei um papel para deixar o bilhete:

Fui comprar coisas para o café, não saia da cama, eu te proíbo.

~com carinho, ashley.

Deixei ao lado do seu travesseiro.

Pus meu fones e sai de casa, o vento já anunciava o frio.

coloquei na playlist "aleatório"

"What’s been happening in your world?

What have you been up to?

I heard that you fell in love

Or near enough

I got to tell you the truth…

 

I want to grab both your shoulders and shake, baby

Snap out of it (snap out of it)

I get the feeling I left it too late, but, baby

Snap out of it (snap out of it)

If that watch don’t continue to swing

Or the fat lady fancies having a sing

I’ll be here waiting ever so patiently for you to

Snap out of it (snap out of it)

 

Forever isn’t for everyone

Is forever for you?

It sounds like settling down or giving up

But it don’t sound much like you, girl

 

I want to grab both your shoulders and shake, baby

Snap out of it (snap out of it)

I get the feeling I left it too late, but, baby

Snap out of it (snap out of it)

If that watch don’t continue to swing

Or the fat lady fancies having a sing

I’ll be here waiting ever so patiently for you to

Snap out of it (snap out of it)

 

Under a spell, you’re hypnotized (ooooh)

Darling, how could you be so blind? (snap out of it)

Under a spell, you’re hypnotized (ooooh)

Darling, how could you be so blind?

 

I want to grab both your shoulders and shake, baby

Snap out of it (snap out of it)

I get the feeling I left it too late, but, baby

Snap out of it (snap out of it)

If that watch don’t continue to swing

Or the fat lady fancies having a sing

I’ll be here waiting ever so patiently for you to

Snap out of it (snap out of it)

 

O que está acontecendo no seu mundo?

O que você tem feito?

Ouvi dizer que você se apaixonou

Ou perto disso

Eu tenho que te dizer a verdade...

 

Quero agarrar ambos os seus ombros e sacudir, amor

Saia dessa (saia dessa)

Tenho a impressão de que saí muito tarde, mas, amor

Saia dessa (saia dessa)

Se o relógio não continuar a girar

Ou a senhora gorda desejar cantar

Eu estarei aqui esperando pacientemente você

Sair dessa (sair dessa)

 

Para sempre não é para todos

Para sempre é para você?

Soa como se acomodar ou desistir

Mas não soa muito como você, garota

 

Quero agarrar ambos os seus ombros e sacudir, amor

Saia dessa (saia dessa)

Tenho a impressão de que saí muito tarde, mas, amor

Saia dessa (saia dessa)

Se o relógio não continuar a girar

Ou a senhora gorda desejar cantar

Eu estarei aqui esperando pacientemente você

Sair dessa (sair dessa)

 

Sob um feitiço, você está hipnotizada (ooooh)

Querida, como você pôde ser tão cega? (saia dessa)

Sob um feitiço, você está hipnotizada (ooooh)

Querida, como você pôde ser tão cega?

 

Quero agarrar ambos os seus ombros e sacudir, amor

Saia dessa (saia dessa)

Tenho a impressão de que saí muito tarde, mas, amor

Saia dessa (saia dessa)

Se o relógio não continuar a girar

Ou a senhora gorda desejar cantar

Eu estarei aqui esperando pacientemente você

Sair dessa (sair dessa)"

-MÃE EU QUERO!-uma voz tirou minha atenção

-eu já falei que não, você me desobedeceu! não é não!

-MAS EU QUERO, QUERO, QUERO!

-aaaaaaaahhhhhhh, que droga-a, o que parecia ser mãe, ficou brava, e não deu atenção ao filho.

-hey, menino-eu o chamei

-oi...?

-não acha que se você parar de gritar tem muito mais chance de ganhar o que quer?

-não!

-pois bem, você só vai deixa-la mais brava com toda essa gritaria. 

-ah, é?

-aham, imagine, só!

-ah, eu...poxa, mãe, me desculpa, eu não sabia que a senhora ficava brava...

A mãe pareceu surpresa

-você tem jeito com crianças...

Ri nervosa.

Comprei o que queria e sai dali o mais rápido.

"bem, ainda são 7:30...será que a olivia já acordou?"

Entrei em casa, chamei olivia.

Nada.

Não deveria ligar para mamãe? ela está no kansas, resolvendo umas coisas.

-mãe?

-oi filha! acordada essa hora?

-yeah! então, como é aquela receita de panqueca doce?

-estou bem, obrigado. Posso te passar por mensagem?

-Claro!

-pronto!

-valeu mãe, te amo! manda beijo pro papai.

Desliguei.

Fiz as panquecas e enquanto ela não acordava, fiz uma coisa inédita, lavei a louça.

-ash? 

-oi, bom dia!

-bom dia...o que você está fazendo?

-café da manhã!

-céus, já pode ser mãe.

-obrigado-ri nervosa.

Comemos e subimos para nos trocar, sim, eu fui na padaria de pijama.

-ash, vamos fingir que o que eu fiz ontem não aconteceu, okay?

-tudo bem...você está bem?

-sim.

Estranho. Mas, quem sou eu para contrariar, não?

-vamos escolher o nome da sua filha?

-que?

-por favor! eu sempre quis fazer isso!

-tudo bem...eu acho...que tal...lindsay?

-nah, meio princesa de mais. o que acha de...sophie?

-nome de puta.

-hahaha, idiota.

-miranda?

-não, nome de travesti.

-charlotte?

-gostei...e que tal...

-alice

-alice!

Falamos juntas.

-decidido, vai ser alice.

Eu alisei minha barriga...sorri.

-você vai ser uma tia em tanto, não é?

-claro...sou incrível em tudo o que faço.

-sei...

-você duvida?

-não, não...de você eu não duvido mais nada...

-como assim?

-nada! gilian quer falar com você-disse nervosa

"essa foi por pouco"

-tudo bem. vou ligar para ela.

Estive pensando, olivia deve estar passando por algo...confuso?

A historia dela é meio triste e mesmo assim eu nunca a vi chorando, nem ninguem pra falar a verdade.

Mamãe deve deixar que ela fique aqui enquanto as coisas se resolvem na casa dela.

Claro, tenho que consulta-la...mas...e se ela na verdade não quer ficar aqui?

E se ela veio aqui só para chorar em paz?

Pare de paranoia ashley.

Não é como se isso fosse mudar tudo na sua vida.


Notas Finais


oe.
goxtou?
comenta!
um abraço e um beijo na testa. não, desta vez não é na teta


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...