História ASK - Diabolik Lovers - As loucuras da tia mikku - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Carla Tsukinami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yuma Mukami
Tags Diabolik Lovers, Incesto, Lemon, Yaoi
Visualizações 125
Palavras 559
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Kino: Oi seres, sou personagem novo, todos devem me conhecer, afinal, eu sou o divoso lindo principe vampiro *cortado*
Tia Mikku: Anti-social, emo, gótico, viciado em joguinhos de celular
Kino: Cale-se, uma reles serva como você não pode dirigir a palavra diretamente a mim.
Tia Mikku: Ui! Que medinho, o vampiro do mal. Lido com gente muito pior que você todo dia
Autora: *aura malégna* Kino... seu hacker fio de um miasma, como você entrou aqui.
Kino: Autora-chan, eu vim em busca de você para ser minha princesa, seu sangue é o melhor que eu já provei
Tia Mikku: Melhor que o da Yui?
Kino: Mil vezes Melhor
Autora: *corada* Calem a boca e vamo roda logo essa merda de gravação que eu to mais que atrasada pra posta isso

{\__/}
( - 3 -)
/=S2

Capítulo 13 - Duas crianças, é shota-con?


Fanfic / Fanfiction ASK - Diabolik Lovers - As loucuras da tia mikku - Capítulo 13 - Duas crianças, é shota-con?

CASA DOS MUKAMIS CÂMERA 2

 

    Shuu entra no jardim de Yuma e o observa colher tomates e outras coisas.

-Por que está me encarando? – Yuma pergunta sem perder o foco no que estava fazendo – Por acaso perdeu o c* na minha cara aristocrata?

    O loiro continua sem dizer nada, mas da uma leve risada ao ser chamado da mesma maneira do dia em que se conheceram.

-Ta rindo do que idiota?

    Shuu suspira.

-Só da crueldade da vida.

-Crueldade? Não é você o senhor “tenho tudo de mão beijada”?

-É mais complicado que você pensa... girafa.

-Me chamou de que?! – ele se vira pro ex-amigo estreçado, logo em seguida ele percebe o outro nu e cora – Vista-se por favor.

-Se eu tive-se roupa já estaria vestido.

-To então. – ele soca o casaco na cara do loiro.

    Shuu solta o casaco no chão.

-Cansei! Você vai lembrar, nem que seja na marra. – ele segura o rosto do Yuma e o beija forte e descontroladamente.

 

[FLASHBACK YUMA ON]

 

-Yumaaaaa! Por favorrrr. – Shuu implorava.

-Não Shuu, eu esse tipo de favor eu não faço. – eu retrucava.

-Vaiiii! Só unzinho! Por favor, eu quero saber como é beijar.

-Ok. – cedo – Mas só dessa vez.

-Eeee!!

    Ele se aproxima de mim devagarzinho e encosta seus lábios de leve nos meus, sua boquinha é macia e doce... me faz querer mais... PERA!! Ele é meu amigo e é um garoto (autora: não se apegue tanto aos detalhes.), eu só estou fazendo esse favor porque ele não conhece nenhuma garota.

    Ele tenta levar o beijo adiante e pede passagem com a língua, eu devia negar mas... por motivos desconhecidos por mim, eu cedo. A língua dele invade minha boca e ele envolve meu pescoço com seus braços. Nossas línguas dançam uma dança quente e inocente, por nunca termos jogado esse jogo feito para adultos. (autora: ok, eu viajei muito na maionese pra fazer essa frase.)

    Passo os braços em volta da cintura dele e esfrego a pele de suas costas, ele se arrepia e começa a arfar, parando bruscamente o beijo, o que é, em certo ponto, bom, pois eu já estava desmaiando por falta de ar.

-Já está satisfeito Shuu? – eu, de alguma maneira, queria que ele disse-se que não.

-Não é isso... – ele nem parece cansado – É que... minha calça... ta me apertando.

-Apertando? Onde?

-Aqui. – ele diz apontando para a região da virilha.

-Ai – tinha um leve volume naquela região e, por curiosidade, eu apertei.

-Nha! – ele geme.

-Desculpa! Te machuquei?

-Não, isso é... gostoso... faz de novo.

-Ta bom.

    Ele senta no chão e eu começo a esfregar e apertar aquela área, ele geme diversas vezes.

-Yu... maaaa! – ele fala meu nome de um jeito que eu gostei e minha calça começa a me apertar também.

-Shuu, faz isso comigo.

    Atendendo ao meu pedido ele começa a fazer aquilo, isso é tão gostoso. Depois de um tempo sinto um alivio, que vem junto de um liquido estranho, e paramos de fazer aquilo.

-Ei Yuma! Vamos brincar disso de novo amanhã?

-Não vejo porque não.

 

[FLASHBACK YUMA OFF]

 

-Eu me lembro Shuu.

-Isso é bom. Porém aqueles são tempos que não voltam, até Yuma.

    Ele se vai, levando o coração do Mukami junto.

    Agora é oficial, eu odeio Subaru Sakamaki. Pensa Yuma

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

-Puta que pariu, vou ter que me aliviar sozinho. – Yuma reclama.


Notas Finais


Tia Mikku: Eu só não entendi uma coisa, como você colocou o flashback na gravação
Autora: Macumbas magicas de autora
Kino: Essa é a minha princesa
Autora: *corada* SAI LOGO DAQUI ANIMAL, JÁ BASTA ESSA ANTA ACEFALA CHAMADA MIKKU INVADINDO O MEUS ESPAÇO
Tia Mikku: EI!
Autora: *pisa nas costa do Kino*
Kino: Ahn *geme de prazer*
Autora: *poker face* Eu mereço, mais um masoquista pra esse circo

{\__/}
( - 3 -)
/=S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...