História Asriel x Sans 1 mês por um Senpai - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Tags Asriel, Sans, Sansxasriel, Undertale
Exibições 94
Palavras 1.159
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sei que tem alguns erros de português então me desculpe ;-;
Espero que goste <3

Capítulo 2 - Uma camiseta


Fanfic / Fanfiction Asriel x Sans 1 mês por um Senpai - Capítulo 2 - Uma camiseta

P.O.V

Bem se eu tiver que ser obrigado a suportar o Asriel/adolescente/emo/gótico eu pelo menos vou me aproveitar se sua presença para lembra-lo que ele gosta de ossos, se é que você me entende.

-Asriel... -Digo ainda sentado na mesa da cozinha segurando o garfo em uma mão e a faca na outra.

- O que?! -Rugiu Asriel que entrava no cômodo com um avental velho do Papyrus que estava escrito *Kiss the cook *

- Comiiiiida.

- Tá ta! -Ele vai até o fogão e começa a fritar um ovo... NÃO PENSA COISA ERRADA SANS! – Alias Sans, onde está o Papyrus?

- ahhhh, ele começou seu treinamento para a guarda real então ele se mudou para a casa da Undyne e da Alphys.

- huum - Ele concordou com a cabeça e se sentou na cadeira a minha frente, ele parecia cheirar tão bem-digo A COMIDA PARECIA CHEIRAR TÃO BEM! Comemos normalmente, Asriel não cozinhava TÃO BEM, mas ainda era melhor do que a do papy, ele fez torradas com ovos mexidos (PARA) e uma panqueca com calda de chocolate. Eu peguei 2 panquecas e comecei a come-las, elas estavam pastosas, o sabor era bom, mas a textura horrível. Quando coloquei o ultimo pedaço na boca Asriel começou a me encarar.

- hum? Que foi? Ele me olhava estranho, suas longas orelhas repousavam em seu ombro e seu olhar era muito duro, era estranho encara-lo ele parecia não gostar da atenção que eu o dava.

- Tem uma coisa no seu rosto.

- hum? Aqui? Digo enquanto passava a mão sobre a boca.

- Não. Aqui. Ele segura meu queixo e com a mesma mão passa o polegar sobre minha boca. Senti um leve arrepio que desceu ate a espinha. Depois ele labéu o polegar de uma forma muito sexy, eu o olhei boquiaberto, ele não era mais fofo ele era sexy e isso me deixou excitado.

- Eu vou tomar banho. Após sua fala Asriel se levantou e foi para o segundo andar.

- Até Asriel. Eu levantei deixando meu prato sobre a mesa, OBVIO OU VOCÊ ACHA QUE EU IA LAVAR A LOUÇA? E me deitei no sofá pouco a pouco fui me rendendo ao sono, fui acordado por um barulho muito alto que vinha do segundo andar.

- ASRIEL – Disse para mim mesmo enquanto me levanta e ia até o segundo andar. Eu corri como nunca (literalmente) fui até o banheiro, eu abri a porta se nem pensar 2 vezes, não havia ninguém lá, outro barulho atrás de mim saiu em seguida, eu me virei e fui em direção do meu quarto.

- ASRIEL?! Haaa... -Asriel estava nu de frente para mim segurando uma camiseta minha para cobrir suas partes.

- HAAA! SANS?! SAI PORRA! Ele pressionava a camiseta sobre o seu membro e só depois de alguns segundo que eu me dei conta de que eu estava olhando diretamente seu membro.

- p-PARA DE ME OLHAR! S-SEU TARADO! Ele estava todo molhado e seu membro molhava a camiseta que ele pressionava mais e mais.

- O-o que você está fazendo com a minha camiseta? Ele corou muito, ele tentava olhar para qualquer lugar para disfarçar a situação.

- E-e eu ee... SAI DAQUI ANDA LOGO SEU GAY! Ele corava mais e mais.

- Devolve minha camiseta. Eu apontava para onde ele pressionava a camiseta sobre o membro.

- N-não! S-sai daqui primeiro! Eu comecei a me aproximar dele, ele pareceu muito desconfortado e me ameaçava de me chutar.

- S-SANS EU ESTOU TE AVISANDO! Ele falava falhado e seu rosto ficou igual um tomate, eu fiquei muito excitado e quanto mais ele corava mais eu me aproximava, ele começou a chegar para trás ate se encostar na parede ficando preso. Ele tentou me dar um chute, que eu logo segurei, ele começou a tremer e minha mão foi deslizando por de baixo de sua perna e eu chegava mais e mais perto, ele estava muito desconfortado, mas ele não tinha reação ele estava parado preso na parede. Minha mão começou a deslizar até seu membro até que eu o agarro. Ele deu um gemido, um daqueles gemidos que eu tanto gostava, eu o jogo na cama e ele mantinha pressionando a camiseta sobre o membro ele estava muito corado, mas continuava com sua cara de mal.

- S-san para!

- O que? Você não esta gostando? Eu lhe de um sorriso malicioso, quando eu subi encima de Asriel eu segure seus pulsos e com meu olho (aquele poder que eu esqueci o nome ;-; sorry ) comecei a tirar a camiseta de cima de seu membro, ele se debatia sob mim e seu rosto estava muito vermelho, ele estava quente, ele estava tão delicioso.

- E-eu não quero! No exato momento seu membro foi descoberto, ele já estava petrificado, eu comecei a massageá-lo fazendo repetidamente um movimento circular, ele gemia e puxava os lençóis da cama. - ~Haaa <3

- Você quer mais? <3

- s- Ele parou por um momento e me olhou com um olhar muito duro. – NÃO! Ele me da um chute que me fez cair da cama e em seguida ele pegou uma toalha que tinha sobre a mesa a amarrou na cintura e saiu correndo.

- A-ASRIEL! Eu passo a mão na cabeça enquanto refletia do que havia acontecido. Porque ele estava com a minha camiseta? Haaaa ele estava tão lindo...

(...) Algum tempo depois, sei lá chuta ai quanto tempo passou, usa a imaginação ou sei lá.

Eu estava na sala, quando Asriel passou por mim, eu comecei a olha-lo ele tinha olhos lindos e seu corpo estava “maior”, ele viu que eu o olhava e passou por mim com seu rosto vermelho, vai ser assim? Ela vai fingir que nada aconteceu?! Bem, não quero força-lo, mas eu vou querer respostas sobre o porquê daquele barulho e porque ele estava com a minha camiseta. Eu me levantei e sentei-me à mesa da cozinha, Asriel estava cozinhando o jantar.

- Asriel. Digo tentando soar o mais natural o possível.

- Hum... Ele respondeu sem se virar para mim.

- Por que você estava com minha camisa lá no quarto? Ele parou instantaneamente de mexer depois de alguns segundos voltou ao normal.

- E-eu não sei do que você está falando. Ele mentiu obviamente, ele não queria manter seus olhos em mim. Eu me levante e comecei a subir as escadas, sem olhar para ele eu sussurrei.

- Até criança.

(...) De noite (eu odeio fazer referencias horrível).

Era de noite e eu ouvia um choro vindo de um dos quartos, eu me levantei colocando minhas pantufas rosa e caminhei silenciosamente até o outro cômodo.

- A-asriel? Eu disse baixinho enquanto olhava na brecha da porta, Asriel estava sentado no chão segurando a mesma camisa de hoje cedo, ele a cheirava e por algum motivo depois ele parou de chorar quando começou a abraça-la mais forte. Ele... ainda me ama?...

 

 


Notas Finais


Valeu por ler :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...