História Asriel x Sans 1 mês por um Senpai - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Tags Asriel, Sans, Sansxasriel, Undertale
Exibições 86
Palavras 1.730
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


MEU DEUS DEMOROU MUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIITO!
espero que goste!
Obg e Desculpe os erros de português :3 -TAMI

Capítulo 3 - Briga na festa com Frisk!


Fanfic / Fanfiction Asriel x Sans 1 mês por um Senpai - Capítulo 3 - Briga na festa com Frisk!

P.O.V

Depois de tantos anos longe de todos nos, Asriel merecia uma festa! Pelo menos foi o que Toriel disse, ela organizou uma festa para ele, por quê? POR QUE ELE VAI EMBORA DA QUI 1 MÊS! Parece que depois ele vai ir até o Japão (melhor lugar –Autora) ele conseguiu um emprego “imperdível”

(NA FESTA) Vou pular logo, todo mundo aqui quer ver lemon :3

Eu estava com uma camiseta de lã com manga longa e minhas pantufas de Pikachu que a Alphys me deu.

- Oi Asriel. – Falei enquanto o olhava de cima para baixo, ele estava com uma blusa preta, uma jaqueta de couro escura, coturnos também pretos e uma calça jeans marrom, adivinha, não só chuta! EXATO! ELA TAMBÉM ERA ESCURA! Ele veio até mim com uma expressão até boa para falar a verdade.

- Oi Sans. Pantufas legais. - Ele disse voltando seu olhar para minhas pantufas de pokemon, YESS SENPAI ME NOTOU!

- Você quer viajar mesmo criança?

- Sim, bem... Na verdade não! Mas... o que eu posso fazer? Frisk merece um bom homem e esse foi o único emprego no mundo dos humanos que aceita monstros. - Sua expressão se tornou triste, ele estava sofrendo, dava para ver, será que foi por isso que ele ficou assim? GOTICO!?

- Mas não se preocupe! Eu sempre quis conhecer o Japão mesmo! Ele forçava um sorriso.

- Criança... Eu não sou nenhum sábio das lições de moral, mas... Acho que Frisk não liga para o emprego que você tem! Se ela te ama, você tem que amar ela de volta só isso! - Ele corou um pouco, ele passou a mão nos olhos e começou a olhar para o céu.

- Sans... Você acha que...

- Acho o que? - Que deveríamos voltar? Que eu deveria passar no posto para comprar camisinhas? ACHO DIGNO!

- Não, esquece. Ele deu meia volta e foi até onde Frisk e Chara estavam, sempre pensei que elas fossem gays! Bem shippar não mata né?

O resto da festa foi um SACO, opa, não o saco do Asriel OBVIO senão seria lindo! Todos começaram a ir embora pouco a pouco até que Frisk e Asriel começam uma briga F-E-I-A.

- Não te interessa o que eu faço da minha vida Frisk! - Asriel gritava escandalosamente, mas não tinha problema, pois só havia eu e mais 2 pessoas na festa.

- Claro que interessa ou você acha que eu vou deixar você ficar na casa SOZINHO com o Sans! - OPA! FUI DESCOBERTO!

- EU fico na casa de quem EU QUIZER e cozinho para que EU QUIZER! E VOCÊ não tem o direito algum de me criticar! Eu vou pegar esse trabalho para você! - Cara as coisa começaram a ficar BEM serias, eu fui até lá para separar os dois, Frisk segurava uma garrafa de vidro de Ketchup, ATÉ PARECE QUE ELA VAI MATAR MEU BEBÊ COM A MINHA DROGA!

- Frisk calma! - Ela começou a gritar mais e mais alto com Asriel, eles estavam parecendo 2 criancinhas brigando por uma bala.

- SUA VACA! VOCÊ SO SE INTERESSA COM MEU EMPREGO!

- SUA CABRA SO SE INTERESSA COM MEUS PEITOS! Agora eu entendi o porquê dele ser tão infeliz! (tabua)

- FRISK PARA COM ISSO! - No exato momento de minha fala Frisk jogou a garrafa de ketchup em suas mãos em Asriel, eu só tive uma reação.

- Rggg! Eu tele transportei para frente de Asriel, a dor foi absurda ela doía tanto, eu senti meu crânio rachando, houve um silencio absurdo.

- S-sans eu... me desculpe. - Frisk chorava e Asriel ameaçava chorar também, todos da festa (2 bêbados) foram me ajudar, mas os cara estavam tão bêbados que eu que os ajudei a se levantar.

- S-san... - Asriel começou a me encarar como se eu tivesse morrido, ele estava pálido e eu senti que ele não estava bem. Ele começou a chegar perto de mim e me abraçou, era um abraço frio, ele tremia e pouco a pouco as lagrimas ficaram mais a mostra.

- M-me desculpe. - Frisk gaguejava e sua voz estava chorosa.

- Tudo bem Frisk eu só tenho que ir para um hospital. - Asriel continuava-me abraçando, ele estava tão fofo chorando no meu ombro!

- S-sans eu vou com você! -SENPAI?!

- T-tá... - Eu me solto de seu abraço e coloco a mão em sua costa, eu automaticamente nos tele transportei para o hospital, mas antes de irmos à única coisa que eu vi foi à expressão arrependida de Frisk.

(no hospital)

Quando chegamos lá eu falei com uma recepcionista, que era uma humana, ela era baixinha e usava seu cabelo amarrado em um coque elegante, ela era cheia de curvas, usava um vestido justo e branco e um blazer também branco que tinha um crachá com seu nome : *Eliza*

- E-eu p-preciso de um at-endim-mento urgen-te por-favor. – Eu estava começando a me desfazer, eu já me imaginava me tornando milhares de pedaços de alma. Eu gaguejava, eu sentia MUITA dor, era agonizante, era como se enfiassem uma agulha entre minhas juntas dos ossos

- E o senhor? É parente dele, namorado? Só familiares podem entrar. Vai querer ir junto ao paciente?

- Namorado. - Asriel falou tão rápido que eu quase pensei que aquilo era uma declaração. Ele estava MUITO serio, eu queria tanto lamber aqueles lábios entreabertos. Logo após sua fala Eliza nos levou até um dos quartos e nos pediu para esperar o medico.

(...) Algumas horas em silencio.

- Asriel... – Eu estava deitado sobre a maca e Asriel estava sentado em uma cadeira que tinha do outro lado da sala.

- O que? Ele estava com seus dedos entrelaçados, ele parecia preocupado.

- Porque você falou que nos éramos namorados? Ele corou um pouco e desviando o olhar de mim ele respondeu.

- F-foi só para eu poder entrar!

- Você podia ter falado que era um parente.

- ...

- Asriel?

- TA BOM! Eu me assustei um pouco com sua reação, ele se levantou da cadeira e começou a vir em minha direção.

- ERA ISSO QUE QUERIA OUVIR?! - Ele subiu encima de mim, que ainda permanecia na cama, e começou a chegar perto dos meus “lábios”.

- eu... Eu ainda gosto... - Ele foi falando separadamente cada palavra.

- Gosta? Ele começou a corar muito.

- G-gosto de você, digo não como... amigo, sabe ?... eu- Antes dele terminar eu o puxo e nossos lábios se encontram em um beijo furioso e apaixonado, eu me mexia para ficar mais fácil o encontro das nossas línguas. Asriel agarra minha cintura e coloca sua perna entre as minhas pernas, ~HAA <3

- Asriel...  Eu dizia entre gemidos ele parecia excitado e seu rosto ficava mais e mais vermelho. Ele chegava sua perna mais e mais, apertando minhas partes, era... era tão boooom <3

- ~Haa. - Ele fecha os olhos como se não se conformasse com o que estava fazendo. Eu lhe dei um sorriso malicioso e ele começou a chupar meu pescoço, sua língua estralava no meu pescoço... Até que ele se distancia e começa a me encarar.

- Sans eu-eu EU NÃO POSSO! - Ele se levantou e se sentou novamente em seu lugar.

- Serio? Pelo menos termina o que começou. - Ele corou mais ainda e negou com a cabeça, enquanto abraça os joelhos no peito e encostava a testa no joelho.

- Oi é aqui a emergência? Disse o medico que colocava a cabeça entre a porta.

- Sim. – Ele se senta em um banquinho que o deixava da altura da maca. Ele começa a examinar cada parte do meu corpo, até que ele chega no meu pescoço.... é, ele viu.

- Haa...! Ele olhou para Asriel como se ele tivesse feito aquilo, bem, eu parecia ser mais novo que ele por causa de eu ser menor, será que o medico pensou que ele tentou me estrupa? Mal sabe ele que eu bem que queria isso. TwT

- Bem! O medico se vira para Asriel enquanto ainda falava comigo.

- Então senhor Sans o que é isso em seu pescoço? - Asriel corou muito instantaneamente, ele suava frio.

- Bem. - Eu forcei uma voz tímida enquanto eu me sentava em uma pose sexy (sentado com as mão entre as pernas) .Asriel me olho assim : - Se você falar eu te mato!.

- Bem doutor meu namorado só queria um pouco de diversão. - Asriel ficou tão envergonhado que eu pensei que ele era um vulcão!

- E-eu não fiz n-NADA! O doutor o olhou levantando as sobrancelhas.

- Ok então. - Depois o resto da consulta foi normal, ele só fez umas perguntas e enfaixou minha cabeça e me mandou repousar, NO ASRIEL? NÃO, SÓ REPOUSAR MESMO, TIPO NA CAMA.

(,,,) Em casaaa...

- Asrieeeeeeeel!- Eu estava com a cabeça apoiada na mesa da cozinha.

- O queeeeeeee?! - Rugiu a cabra. Ele tinha comprado um avental novo, esse ele tinha um desenho de um osso no meio.

- Por que você- Ele me interrompe apontando a faca para mim.

- Se você terminar essa pergunta hoje vai ter ossos assados! Eu dou uma risada enquanto ele ainda apontava a faca para mim.

- Hehe, é por isso que eu te amo <3 – Ele corou e disfarçou coçando o nariz com a mesma mão que segurava a faca.

- P-para!

- Ok. - Nos ficamos em silencio enquanto ele fazia a comida, até que eu solto.

- Se você quiser sentir meu cheiro outra vez é só me chamar para dormir na sua cama. Ele corou, mas confirmou com a cabeça.

- Eu te amo também. Ele começa a cortar os legumes mais rápido, ele estava muito corado.

- O que? É verdade! Sua mãe nunca te ensinou que falar a verdade é bonito. – Ele continuou cortando os vegetais mais rápido ainda, ele corou muito.

- Você fica fofo quando cora. <3

- PARAA!!!

- hehe <3 – O clima ficou tenso, até que eu comecei.

- Sobre a briga de manhã?

- As coisas ficam difíceis às vezes, mas nos sempre damos um jeito.

- Essa rachadura no meu crânio não parece “ dar um jeito”.

- Eu sei, mas... Sans...

- Sim?

- Eu ainda vou para o Japão!

- Ok


Notas Finais


Obg por ler :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...