História Assassino À Sangue Frio. - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Assassinato, Iansomerhalder, Morte, Ninadobrev, Romance
Exibições 6
Palavras 494
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - 《 Ricky POV'S 》


  Sai do quarto,parei no corredor e respirei fundo. Estou jogando um jogo perigo com Sophie,ela sabe disso melhor do que eu e mesmo assim se arrisca. Sinceramente? Eu estou evitando um sentimento que eu não esperava nutrir por mais ninguém depois do que ocorreu com Arianna. Desço para a sala,me sento no sofá e encaro a mancha de sangue que ficou no carpete e sorrio friamente. Não sei o que passou pela cabeça do Ed quando ele veio até aqui em busca de Sophie,eu não vou deixar ninguém tirar essa garota de mim e nem mesmo Paul vai conseguir isso. Nesse momento,a cabeça de Ed já deve ter chegado até a casa daquele filho da puta de meia tigela e eu daria tudo para ver a reação dele ao abrir a caixa de presente.

-Pra onde vamos?-Ouço a voz de Sophie,sorrio e olho para o teto.

-Londres.-Respondo sentindo a aproximação dela,a vejo senta-se no sofá do outro lado da sala e a encaro.

-Por que tão longe?-Ela pergunta olhando para a mancha no chão,por um momento vejo seus olhos se fechando e solto um suspiro. Eu não gosto de mostrar esse meu lado pra ela,mas é necessário.

-Porque eu estou com vontade de mudar de ares.-Respondo impaciente,ela faz perguntas demais e isso me irrita.

-Pra isso tem que me levar junto?-Ela pergunta,a raiva estava presente em seu tom de voz.

-Eu te levo pra onde eu quiser.-Respondo começando a me irritar com ela me desafiando.

-Pelo o que me lembro eu não sou sua propriedade pra você fazer o que quiser comigo.-Ela retruca me olhando,argueio a sobrancelha com a ousadia dela e estreito meus olhos.

-Acho que sua ousadia vai acabar te prejudicando.-Falo apoiando meus braços em minhas pernas.

-Se você acha isso,o que eu posso fazer né?-Ela dá de ombros,movido pela fúria,eu me levanto do sofá e em um ato de raiva a jogo contra a parede.

-Não pense que estou muito feliz com seus atos ultimamente,Sophie.-Falo segurando o queixo dela,fazendo com que a mesma me olhasse nos olhos.-Já não basta ter que te aturar com essas suas manias irritantes de ficar me questionando,eu não quero ter que lidar com as suas atitudes mimadas. Se quiser voltar para a casa,você pode ir...Mas será dentro de um caixão.-Ameaço sem desviar o olhar do dela,a solto e vou até a porta.-Vai pegar suas coisas.

                        《~~》

  Sophie foi o vôo inteiro em silêncio,talvez estivesse me xingando mentalmente e eu não dou a mínima pra isso. A primeira coisa que fiz quando chegamos em Londres,foi ir até o mercado para comprar algumas coisas para a casa nova.

-Vai ficar em silêncio mesmo?-Pergunto parando ao lado das prateleiras que continham as garrafas de vinho.

-Vou,não quero te irritar com as minhas perguntas.-Ela responde andando a minha frente,aquela maldita saia que não escondia praticamente nada,era um convite ao pecado.

-Vem aqui.-Chamo com a voz firme,ela hesita antes de fazer o que mando.-Vou te ensinar que eu não gosto das suas malcriações.-Falo a puxando até a porta da dispensa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...