História Até a Eternidade Acabar - Delena - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Personagens Damon Salvatore, Elena Gilbert, Personagens Originais
Tags Delena
Visualizações 24
Palavras 1.198
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Heeey :3
Eu não sei se revisei certo, pq são fucking duas e meia da manhã e eu tô morrendo de sono. Por isso não tem capa :v
Desculpem se ficou ruim, não consegui escrever exatamente o que eu queria.

Capítulo 5 - Capítulo Quatro


"– Qual seu maior talento?

– Sorrir, embora esteja chorando por dentro..."

[...]

Ao chegar em casa fui direto para o quarto, hoje era sexta e eu não teria que trabalhar. Acho que esqueci de mencionar, eu trabalho de segunda a quinta em uma lanchonete aqui perto de casa, é um saco!

Tudo o que eu quero hoje é dormir muito. Se eu estivesse em outra situação eu provavelmente chamaria as garotas, e nós faríamos uma pequena "festa", mas elas me deixaram completamente irritada hoje. Damon sabe tomar as próprias decisões, e eu não preciso dar broncas nele para isso!

Sou tirada dos meus devaneios, quando batidas soam pelo meu quarto.

– Hey Angel - Ouvi a voz de Damon do outro lado. Céus, ele está usando um apelido completamente antigo, lembro que ele me deu esse apelido quando estávamos no nono ano, e fomos a um baile. - Posso entrar? - Suspirei cansada e caminhei até a porta, destranquei a mesma e abri ela.

– O que deseja? - Sorri de canto, apesar de não estar muito no clima, preciso descontrair. Ele sorriu e se aproximou de mim.

– Gostaria de dicas de moda. - O olhei incrédulo e o moreno coçou a nuca. - Digamos que eu quero fazer esse encontro dar certo, então quero fazer direito. - "Encontro"...

– Então vai ser um encontro, entre vocês dois. - Sorri sem mostrar os dentes, ele sorri tímido e me encara.

– Digamos que sim. - Deu uma pausa. - Agora pode me ajudar com a roupa. - Assenti e fomos caminhando para o seu quarto, que era praticamente de frente para o meu. - mi cuarto, es su cuarto. - Sorriu galanteador.

– Bobo. - Sussurrei adentrando em seu "enorme" quarto.

– Vejamos o que você tem aqui... - Comecei a remexer em suas gavetas, Damon tinha um ótimo gosto para roupa. - Você precisa ser casual, mas nem tanto - O encarei de relance, ele estava encostado no batente da porta. - Que tal essa? - Tirei da gaveta uma blusa polo preta, não era nada demais. - Podemos combinar com a sua calça jeans e ficará perfeito! - Ele riu e eu o olhei sem entender.

– Do que está rindo? - Arqueei as sobrancelhas.

– Você está parecendo a Caroline. - Negou com a cabeça e se aproximou. - Está ótimo assim Little Gilbert. - Sorriu e deu um beijo em minha bochecha. - Agora se me der licença, tenho um banho para tomar. Mas se quiser vir tomar também, não me importo. - Fez uma cara de safado, o olhei incrédula.

– Você não toma jeito Damon. - Revirei os olhos e saí de seu quarto, pude ouvir sua gargalhada ao sair do mesmo.

[...]

Era praticamente 14:30 quando Damon saiu de seu quarto, estava totalmente lindo. Usando a roupa que escolhi, seus cabelos estavam meio úmidos, conseguia sentir o seu perfume da sala.

– Como estou? - Se aproximou de mim e deu uma pequena volta.

– Está diabolicamente lindo e diabolicamente cheiroso. - Ele sorriu e se sentou ao meu lado. - Não acha melhor ir agora, pode se atrasar.

– Ouch, essa doeu Kitten! - Colocou a mão no peito. - Quer se livrar de mim? - Se aproximou de mim, rapidamente soube o que o moreno iria fazer.

– Damon, não. Damon, não! - Disse prontamente, mas nada adiantou, ele começou a fazer cócegas por todo o meu corpo, e tudo o que eu fazia era rir. - Chega, chega! - O moreno continuou por cima de mim e me encarava profundamente, tudo o que eu mais queria era selar nossos lábios. Notei que estávamos em uma posição totalmente embaraçosa, então tratei de empurra-lo.

– Irá vir para a nossa sexta de filmes? - Perguntei com esperança. Todas as sextas, Damon e eu alugavamos filmes e assistiamos, não importava qual filme era, nós apenas assistiamos.

– Claro que virei, é uma tradição nossa. - Sorriu, não pude evitar de sorrir de volta. – Tenho que ir Elena, arrume um filme bom para nós, espero que seja melhor que A Noiva. - Riu enquanto se levantava. Ele se despediu e saiu, a casa parecia vazia agora...

[...]

Era entorno de 16:40, eu estava entediada e não sei... Eu tinha um sentimento estranho, como se houvesse um enorme peso em minhas costas. Preciso relaxar.

Me levantei e caminhei em direção ao banheiro, preparei a banheira e esperei alguns minutos. Coloquei Afire Love do Ed Sheeran e adentrei na banheira.

Céus, que sentimento é esse? É totalmente confuso, parece que eu carrego algo nas costas, como uma enorme bagagem. A quem estou querendo enganar, eu estou agoniada com o fato de que Damon está em um encontro com outra garota, as outras garotas na qual ele saiu não me incomodaram tanto, por que Rose incomoda? Acho que pelo fato, de que Damon quer algo mais sério...

Eu preciso contar para ele, mas não sei se é o momento certo, as coisas entre ele e Rose podem dar certo, e eu posso estragar tudo. Eu não sei o que fazer!

Respiro fundo e encaro o teto branco, Caroline e Bonnie me ajudariam muito agora...

Quer saber de uma coisa? Irei agora no MysticGrill, e irei contar para ele, estou pouco me fudendo para as consequências, preciso tirar esse peso das costas!

Saí decidida da banheira e fui para meu quarto me trocar.

[...]

Entro no MysticGrill e procuro Damon com os olhos, vejo ele em uma mesa no canto com Rose, os dois lado a lado. Eu estava tão decidida, tão confiante e tão feliz, agora não sinto mais nada disso, faltava poucos centímetros para Damon beijar a morena, meus olhos já estavam cheios de lágrimas. Limpei rapidamente as que teimavam em cair e saí dali.

Essa foi a idéia mais estúpida que eu já tive! Aonde eu estava com a cabeça? Agora o peso que estava em minhas costas duplicou.

Só quero ver o nosso filme de sexta, talvez me acalme. Me sento no sofá e aguardo as horas passarem, posso conviver sendo sua amiga...

[...]

São praticamente 23:20 e nada do Damon chegar. Estou morrendo de sono, eu havia feito pipoca comi as duas pipocas sozinha.

Dominada pelo cansaço eu finalmente me deito no sofá e deixo o sono me levar.

[...]

– Hey, Lena... - Alguém cutucava de leve meu braço, abri lentamente meus olhos e me deparei com um par de olhos azuis. - Me desculpe por ontem, saí com Rose depois que comemos e quando percebi era mais de meia noite. - Sorriu envergonhado. Notei que estava em meu quarto, ele provavelmente me trouxe, corei com a hipótese.

– Está tudo bem Damon... - Sorri fraco, meus sorrisos tem sido tão falsos ultimamente. – Quem sabe outro dia.

– Irei te compensar prometo! - Ele segurou uma das minhas mãos.

– Quero que me conte como foi. - Tentei mudar de assunto. Conheço muito bem Damon, ele deve estar doido para falar disso. Ele sorriu e encarou o nada.

Ela é maravilhosa! É inteligente, gentil, engraçada, temos algumas coisas em comum. - Eu estava muito feliz pelo meu amigo, ele se divertiu com uma garota após um longo tempo. - Ela é incrível! - Ela... Sempre será ela, e nunca eu...


Notas Finais


Meo deos, quanta quebra de tempo auajaiajsusj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...