História Até a Última Folha da Nossa Cerejeira (Vhope) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Seventeen
Personagens Hansol "Vernon" Chwe, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Junghan "Jeonghan", Jungkook, Lee Jihun "Woozi", Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Seungcheol "S.Coups", Suga, V
Tags Vhope
Visualizações 63
Palavras 1.105
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Luta, Romance e Novela, Suspense, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá Flocos de Neve :333 (Vou arrumar um apelido melhor para vocês... e só ter paciência rsrs)

Depois de alguns capítulos mais "sérios", eu decidi fazer um capítulo um pouco mais "divertido"... Então após longos momentos preparando esse capítulo, cujo julgo estar legal, eu finalmente o terminei...

Sem mais delongas (Até que enfim rsrs)
Boa Leitura meus pitchucos <3 (Antes era Flocos de Neve, agora Pitchucos... Pelo amor de Deus, eu tenho sérios problemas com apelidos kkk)

Capítulo 11 - Felicidades ao Casal!


Fanfic / Fanfiction Até a Última Folha da Nossa Cerejeira (Vhope) - Capítulo 11 - Felicidades ao Casal!

         Pode parecer loucura, porém naquele momento a coisa que eu mais gostaria de ter era coragem, coragem para abrir o meu coração e contar tudo o que eu sentia pelo ruivo.

 

         -E-eu...

 

         -Hobi, esquece essa pergunta ridícula que eu acabei de fazer... Sei que na realidade... Nós dois somos apenas amigos, melhores amigos- Taetae disse abrindo um sorriso e desviando o seu olhar para o piso.

 

         Ao escutar aquilo, senti um grande aperto em meu coração. Minha dor foi profunda ao finalmente me dar conta que... Taetae não sentia o mesmo que eu, que em sua “cabecinha” ele e eu éramos apenas... Bons amigos.

 

         -Claro... –Eu concordei abrindo um doloroso sorriso falso em meus lábios.

 

❤❤❤ ❤❤❤ ❤❤❤

 

         -Por que essas caras de que estavam em um enterro?- Indagou Yoongi assim que eu o ruivo nos sentámos à mesa.

 

         -Im-impressão sua... –Disse o ruivo, aparentemente um pouco nervoso e incomodado com algo.

 

         O pálido garoto semicerrou seus olhos com um olhar desconfiado.

 

         -T-tá certo... –Yoongi concordou encarando-nos inquieto.

 

❤❤❤ ❤❤❤ ❤❤❤

 

         -Vocês não vão falar nada? Eu estou ficando desanimado por ser o único que tá falando alguma coisa... –Afirmou Yoongi assim que começou a notar o prolongado silêncio entre eu e Taetae.

 

         -O que você quer que eu fale?- Perguntou Tae, levantando uma de suas sobrancelhas em direção ao seu irmão.

 

         -Sei lá... Que tal... “O dia está lindo hoje, vou aproveitar o sol e dar uns beijos no Hoseok”!- Yoongi disse risonho, imitando a voz de Taehyung.

 

         Não pude deixar de rir da imitação de Yoongi.

 

         -Eu não falo desse jeito!- Disse Taetae emburrado, fazendo um bico fofo com os lábios.

 

         -Fala sim!- Afirmou o pálido.

 

         O ruivo abaixou sua cabeça e fez uma expressão de choro, porém ao invés disso... Taetae começou a rir escandaloso.

 

         Assim que Yoongi e eu escutamos aquela risada gostosa não podemos deixar de acompanha-lo, e logo, estávamos os três rindo a toa no meio do shopping.

 

❤❤❤ ❤❤❤ ❤❤❤

 

         -Suguinha lindo do meu coração... –Taetae disse manhoso, segurando o braço do irmão.

 

         -O que você quer?- Yoongi indagou fazendo um bico com os lábios para o irmão.

 

         -Compra um balão rosa para o Taetae?- O ruivo pediu fazendo fofura e apontando para um velho homem que vendia balões de todas as cores na saída do shopping.

 

         -Compro- Yoongi respondeu risonho, separando-se de nós e indo até o vendedor de balões.

 

         -Hobi... Você me perdoa?- O ruivo pediu tristonho parando-se à minha frente.

 

         -Pelo que, pequeno?

 

         -É que desde que eu te fiz aquela pergunta no shopping... Você está estranho e... Parece me evitar... –Ele olhou fundo dentro de meus olhos.

 

         -Im-impressão sua, Taetae... Não estou bravo com você...

 

         -Não sei não... –Ele disse desconfiado.

 

         -O que você quer que eu faça pra você acreditar em mim?- Eu indaguei sorridente.

 

         Ele pensou um pouco e depois de alguns segundos, respondeu animado:

 

         -Me dê um abraço bem gostoso!

 

         Eu sorri pelo pedido do menor e logo realizei o seu desejo. Puxei Taetae para meus braços em um abraço quente, aconchegante e repleto de sentimentos, pelo menos para mim.

 

         -Eu gosto muito de você, Hobi... –O ruivo disse feliz em meio ao abraço.

 

         -Eu também, Taetae... –Eu afirmei sorridente, permitindo-me apreciar o aroma doce do menor em meus braços.

 

            -Uhn, não posso deixar vocês por um minuto que já começam a se agarrar... Acho que da próxima, ao invés de um balão... Vou comprar uma caixinha de velas! –Yoongi gritou brincalhão.

 

         -YOONGI!- Tae o repreendeu corado.

 

         -FELICIDADES AO CASAL!- Yoongi gritou o mais alto que podia, batendo palmas e atraindo a atenção de todos no local.

 

         Depois disso, a situação ficou bem constrangedora... Ainda mais pelo fato de que ao ouvirem os gritos de Yoongi, muitas pessoas desconhecidas vieram... PARABENIZAR-NOS!

 

         -Felicidades aos pombinhos!- Disse uma velhinha sorridente vindo até nós.

 

          Logo depois, uma multidão estava a nossa volta para “parabenizar o casal”, que no caso não era um casal.

 

         -Vocês ficam muito fofos juntos! Felicidades!- Disse um velhinho fofo, olhando para mim e Taetae.

 

         -O-obrigado- Taetae disse constrangido e sem saber o que fazer.

 

         A partir daquilo eu não pude mais me conter e comecei a rir.

 

         -Por que você está rindo?- Tae indagou risonho.

 

         -Por que VOCÊ está rindo?- Eu fiz a mesma pergunta sorridente.

 

        Ele não disse nada, simplesmente deixou que um sorriso quadrado dominasse a sua face como resposta.

 

❤❤❤ ❤❤❤ ❤❤❤

 

         -Obrigado por me trazer em casa Hoseokão- Yoongi agradeceu dando tapinhas em minhas costas assim que eu e Taetae fomos deixa-lo em casa (Aviso: Yoongi não mora na mesma casa que Taehyung).

 

         -De nada Branquelo... Eu que agradeço pela companhia...

 

         -Não tem de que... E por falar em companhia... Aproveite bem essa companhia do meu irmão na sua casa, se é que você me entende... - Yoongi disse com um sorriso malicioso em seus lábios.

 

         -YOONGI!- Taetae o repreendeu corado.

 

         -Eu não disse nada demais! Você que é uma mente poluída Taetae... Que coisa feia... –Yoongi disse balançando sua cabeça negativamente e sorrindo travesso.

 

         -Vai catar coquinho Yoongi!- Tae disse envergonhado, fazendo bico e correndo até o fim da calçada.

 

         -Vou atrás dele... Até logo Branquelo- Eu me despedi sorridente.

 

         -Até Cunhadinho... –Ele sussurrou a última parte.

 

         -O que?- Eu me fiz de desentendido.

 

         -Até logo meu cabritinho... –Yoongi se despediu risonho.

 

❤❤❤ ❤❤❤ ❤❤❤

 

         Assim que consegui alcançar Taetae no fim da calçada, ele disse:

 

         -M-me desculpe por ter xingado o Yoongi na sua frente, Hobi... –Tae disse envergonhado fitando seus pés.

 

         -Quando?- Eu indaguei confuso.

 

         -Naquela hora que eu disse pra ele ir “Catar coquinho”- Ele explicou e logo tapou a sua boca em reprovação- Ah não, eu falei de novo! Perdoe-me, Hobi... –Ele implorou preocupado com o que eu fosse pensar dele.

 

         -Não perdoo- Eu brinquei fingindo-me de desapontado.

 

         Assim que Taetae já estava prestes a chorar de nervoso, eu resolvi desfazer a minha brincadeira.

 

         -Acalma Taetae, é brincadeira!- Eu disse risonho e puxando-o para um abraço apertado.

 

         -Aff Hoseok, não faz mais isso- Ele pediu agora risonho.

 

         -Ok, meu bolinho... –Eu concordei, beijando o topo da cabeça do mesmo.

 

❤❤❤ ❤❤❤ ❤❤❤

 

         E quando finalmente estávamos prontos para voltarmos à minha casa...

 

         -FELICIDADES AO CASAL!- Yoongi gritou o mais alto que podia do outro lado da calçada (surgindo do nada), batendo palmas e atraindo a atenção de todos no local NOVAMENTE.

 

         E logo muitas pessoas sorridentes vieram em nossa direção para “parabenizar-nos”.

 

         -De novo não... –Tae disse rindo e tampando o seu rosto com suas mãozinhas delicadas e fofas (Quanta melação rsrs).

 

         -Eu vou matar o Yoongi... –Eu sussurrei sorridente, encarando o loiro que olhava-nos animado do outro lado da calçada.


Notas Finais


Vocês também já passaram por uma situação vergonhosa ou constrangedora como a do casal Vhope? (Eu sou filha de uma mulher que foi confundida com a irmã no CASAMENTO da irmã... Nada a declarar... Só acho que a minha sorte é hereditária kkk)
Gostaram? (Ficou legal?)
Espero que tenham gostado ❤
Se você gostou, por favor favorite e comente na fanfic <3
Desculpem-me por qualquer erro,
Bjos e MUITO OBRIGADA POR TUDO :333
PS: Me sigam no Army Amino e no Fanfics Kpop BR <3 Meu usuário é KAHNERAK (sigo todos que me seguirem)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...