História Até o amanhecer - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Yuri!!! on Ice
Personagens Ji Guang-Hong, Leo de la Iglesia
Tags Leoji, Shonen-ai, Yaoi, Yoi, Yuri!! On Ice
Exibições 69
Palavras 607
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Shonen-Ai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá leitores!
Na falta de fics desse casal ( só existia uma, até agora.) eu decidi criar uma, já que curto o casal e acho eles mô fofenhos.
Espero que gostem :3

Capítulo 1 - One-shot


Fanfic / Fanfiction Até o amanhecer - Capítulo 1 - One-shot

Era noite, à lua mostrava seu esplendor no céu noturno. À noite era um pouco fria, porém mesmo assim, os dois jovens garotos saíram para passear, afinal era sua última noite juntos.

— Leo, quer um pedaço? — Disse Guang-Hong, oferecendo um pedaço do crepe que comia ao garoto à sua frente.

Leo inclinou a cabeça, e deu uma mordida no crepe de Guang-Hong que ficou vermelho e surpreso com o ato, ele não esperava que o outro fosse aceitar.

— Delicioso. — Disse se sentando em um banco ali perto, sem perceber que havia acabado de dar um beijo indireto em Guang-Hong.

— O que foi Guang-Hong? – Perguntou Leo, notando a vermelhidão na face do outro. — Está vermelho.

— Ah, não é nada. — Disse terminando de comer o crepe, Talvez o outro nem notou que aquilo foi um beijo indireto. Guang-Hong foi o único a notar, afinal, era o único a nutrir sentimentos de amor pelo outro, que o via apenas como amigo.

— Fico feliz que aceitou o meu pedido, estou feliz de passar minha última noite aqui com você Guang-Hong.  — Disse sorrindo para o outro.

— Não é nada, eu que fico feliz que tenha me convidado! – Disse se sentando ao lado de leo.

— Obrigada, você é tão bom para mim. — Disse Leo, colocando uma de suas mãos sobre a de Guang-Hong, entrelaçando seus dedos em seguida.

— Eh? — Guang-Hong corou pela atitude repentina do outro.

Eles ficaram em silêncio, de mãos dadas, até Guang-Hong quebrar o silêncio.

— Leo… Eu preciso te contar uma coisa, eu não consigo mais esconder. — Disse separando sua mão de Leo, e em seguida se levantando e ficando de frente para o outro.

— O que precisa me contar? — Disse Leo, encarando o jovem a sua frente, que estava corado como nunca.

— Eu não sei como te contar… Mas a verdade é… — Sem coragem para continuar, parou no meio da frase.

— Continue. — Encorajou Leo.

— Se eu te contar...promete que não vai me odiar?

— Eu prometo, eu jamais odiaria você, Guang-Hong.

— Okay… — Guang-Hong respirou fundo, e tomou coragem para dizer o que sentia. — A verdade é que eu te amo Leo, não sei como aconteceu, eu só não conseguia mais para de pensar em você, e quando eu percebi já te amava, desculpe.

— Você não precisa pedir desculpas...

— Mas… — Antes que pudesse formular uma frase, Leo se levantou e foi até Guang-Hong, puxando a cintura dele contra a sua.

—...Porque, eu também amo você. — Disse e beijou os lábios do outro gentilmente, se afastando depois, e vendo a expressão de surpresa e vergonha na face corada de Guang-Hong.

— M-meu p-primeiro beijo. — Disse tocando onde havia sido beijado. — Tão bom.

— Você quer...fazer de novo? — Perguntou constrangido.

— Sim… — Respondeu afirmativamente, ainda envergonhado pelo ocorrido.

Leo se aproximou novamente de Guang-Hong, puxou a cintura do outro contra a sua, aproximou seus rostos e beijou o outro apaixonadamente. Que retribuiu o beijo, e levou suas mãos até o cabelo de leo, sentindo os fios sedosos do cabelo dele passar por entre seus dedos.

Eles aproveitaram cada momento daquele beijo apaixonado, pois aquela era sua última noite juntos, e ao amanhecer, Leo voltaria para seu país.

Leo separou-se de Guang-Hong e juntou suas mãos às dele.

— Vamos continuar nosso passeio, quero aproveitar cada momento aqui com você, o quanto eu puder, até o amanhecer.

— Vamos. — Disse sorrindo timidamente.

Guang-Hong queria que este momento durasse para sempre, mas sabia que era impossível, então, teria que aproveitar cada segundo com seu amado, até o amanhecer quando seguiram por caminhos diferentes.

Ao se separarem, os dois amantes não ficaram tristes, pois sabiam que aquela não era a última vez que ficariam juntos, era apenas a primeira de várias.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Se gostou favorite, e comente oq achou!
Bjs e até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...