História Até o maior ódio trás amor.. - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Tags Marlina, Paulicia
Visualizações 225
Palavras 1.414
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi genteeeee <3
Desculpa fazer vocês esperarem por esse cap.. Mas ele chegou
Bom, nosso feedback ta baixo.. Seria muito pedir pra vocês divulgarem a Fic?
Bjj e leiam ai em baixoo!

Capítulo 6 - Capítulo 5


Fanfic / Fanfiction Até o maior ódio trás amor.. - Capítulo 6 - Capítulo 5

E naquele momento me levantei e a puxei pela cintura, e já via nossas respirações juntas.. Podia sentir a boca dela aberta, pouco, mas aberta, respiração em meu pescoço, e eu ali, tomei a iniciativa e beijei. Um beijo suave, sem muita correspondência, mas eu sabia que ela queria.. E eu queria aquilo mais que tudo..

Pedi passagem e ela cedeu, demorou, mas cedeu.. Nossas línguas dançavam uma valsa perfeita como se fossem feitas uma para a outra.. E depois de muitos segundos, que pareciam ser poucos milésimos, veio a maldita falta de ar, e ela incompreensível me perguntou:

-Paulo, nem seguiu o acordo.. Por que fez isso comigo?

E sem saber respondi

-Não sei.. Nunca te vi tão linda.. Tua boca me chamou e eu simplesmente fui..

Via no olhar dela que ela tinha gostado.. Sabia disso e então beijei novamente, mas dessa vez, um beijo mais calmo, mas ainda sim com muito desejo e tentação.

Ela ficou me encarando, abracei-a e a mesma retribuiu e deitou a cabeça em meu peito, ficamos ali, assim daquele jeito por um bom tempo.. Até que ela lembrou:

-Paulo..

-Que foi linda?

-A gente ta na escola!

-Puta que pariu

-Pois é.. Temos que ir pra aula

E corremos, pegamos a mochila e fomos pra quadra

-Professor! Desculpa, novamente na diretoria.. – ela se explicou

-E você Paulo? – perguntou

-Tava com ela..- respondi

-hmmmmmmmmmmm – disse Valéria

-‘’Diretoria’’ – a baixinha gritou das arquibancadas

-Fica quietinha vai Val..- falou Ally

E assim nos dividimos novamente, ela pro canto dela, e eu pro meu..

-----PAULO OFF-----

-----VAL ON-----

Ai gente, shippo esses dois desde sempre será que ta rolando algo?

-CORDA TODO MUNDO! – gritou o professor

-Eba!!!- falou Ally

-Oxii, ta animadinha em?!- perguntei

-Nem to..

-E o Paulo?- perguntei

-O que tem o Paulo? – perguntou ela

-Ishi, não ta o chamando de idiota, o que aconteceu?

-Af, tudo o que acontecer agora tem que ter motivo?

-Não né.. Qualquer coisa to aqui viu?

-Ta bom amiga.. Te amo muito..

-Tb te amo

E nos abraçamos..

-----VAL OFF-----

-----NARRADORA ON-----

Aula normal, 6º aula demorou, mas passou, e já era, fim da aula, Paulo foi pra casa correndo, Ally acompanhou Marce, e no caminho:

-Ei Ally, ta sentindo o cheiro do Paulo?- perguntou Marce

-Não...- respondeu- Por quê?

- Sei lá.. To sentindo o perfume dele..

Nesse momento Alicia gelou.. tinha que contar pra Marce...

-Marce.. tenho que te contar uma coisa

-Fala amiga..

-seuirmãomebeijouhoje... - falou rápido a ponto de nem ela mesmo entender

-Quê?

-Seu irmão mebeijou

-CUNHADAAAA

-Não Marce.. Foi só um beijo.. Calma.. Agora cala essa boca porque você não sabe de nada..

-Ta bom.. Mas sabe que eu shippo muito né?

-Sei Marcelina.. Eu sei muito bem..

Elas riram um pouco e continuaram andando

-Finalmente, Lar doce lar.. Quer almoçar aqui Marce? – perguntou Alicia

-Hoje não da amiga.. Fica pra próxima.. Tchau

-Tchau..

Ally passou o resto da tarde (até 14:30) pensando no beijo e pensou que uma maneira de esquece-lo seria usando a internet, pegou seu celular e entrou no facebook, e descendo sua Time Line, encontrou uma publicação de Paulo, que tinha escrito

‘’ Te amo. Com todas as letras, palavras e pronúncias. Em todas as línguas e sotaques. Em todos sentidos e jeitos. Com as circunstâncias e motivos. Simplesmente, te amo.’’

E aquilo deixou Ally assustada.. Aquilo era pra ela? Era pra quem?

Ninguém sabia.. Só Paulo Guerra o menino que tanto mexia com Alicia, seu primeiro e único amor..

-----NARRADORA OFF-----

-----ALLY ON-----

Por que era tão dificil admitir que eu tinha gostado daquele beijou?

Por que é tão dificil mostrar pro Paulo que eu.. que eu amo ele.. Nunca tive coragem de admitir, mas todo esse tempo eu já sabia.. Eu sempre o amei, mas isso não me torna facil.. muito pelo contrario... Me torna mais dificil..

A minha dúvida é por que Paulo Guerra me beijou? Por que?

{DIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIM DOOOOOOOOOOOOOOOOOM}

A campainha interrompeu meus pensamentos..

Coloquei um chileno... Já tinha tomado banho, e tava de shorts, porque o dia estava muito quente.

Peguei minha chave e abri a porta, era o Paulo..

-Oi Ally, vim pra gente.. en...en...ensair.. ensaiar!

-Ta nervoso idiota?

-hahaha, engraçadinha

E já estavamos em outra discussão.. Isso não ta com cara boa..

-E ai, vai me deixar entrar? – ele me perguntou

-Ah é.. Vem, vamos subir lá pro meu quarto..

-Ta bom chatinha..

E a cada momento, a cada erro riamos mais, e mais.. Era mágico estar ao lado dele, e por mais que eu não admitisse eu o amava.. e A partir desse momento, Eu Alicia Gusman, assumo pra mim mesma que amo Paulo Guerra..  Mas somos inimigos, ou seja eu o odeio.. Já fomos amigos, muito amigos, mas hoje, não passamos de dois idiotas que não se assumem, porém se odeiam..

Digamos que com o tempo isso vá ficando claro pra todos, inclusive pra ele... Mas isso, esperamos que o futuro reserve pra gente..

E ele cantava pra mim :

-I used to believe
We were burnin' on the edge of somethin' beautiful
Somethin' beautiful
Sellin' a dream
Smoke and mirrors
Keep us waitin' on a miracle
On a miracle

Say, go through the darkest of days
Heaven's a heartbreak away
Never let you go, never let me down
Oh, it's been a hell of a ride
Driving the edge of a knife
Never let you go, never let me down

Don't you give up, nah-nah-nah
I won't give up, nah-nah-nah
Let me love you
Let me love you
Don't you give up, nah-nah-nah
I won't give up, nah-nah-nah
Let me love you
Let me love you
Oh baby, baby

Don't fall asleep
At the wheel, we've got a million miles ahead of us
Miles ahead of us
All that we need
Is a rude awakening
To know we're good enough
Know we're good enough

Say go through the darkest of days
Heaven's a heartbreak away
Never let you go, never let me down
Oh it's been a hell of a ride
Driving the edge of a knife
Never let you go, never let me down

Don't you give up, nah-nah-nah
I won't give up, nah-nah-nah
Let me love you
Let me love you
Don't you give up, nah-nah-nah
I won't give up, nah-nah-nah
Let me love you
Let me love you
Oh baby, baby

Don't you give up, nah-nah-nah
I won't give up, nah-nah-nah
Let me love you
Let me love you
Don't you give up, nah-nah-nah
I won't give up, nah-nah-nah
Let me love you
Let me love you

(Tradução

Eu acreditava

Que estávamos pegando fogo à beira de algo lindo

De algo lindo

Vendendo um sonho

A fumaça e os espelhos

Nos deixaram esperando por um milagre

Por um milagre

 

Diga, passe pelos dias mais obscuros

O céu é uma decepção

Nunca vou te deixar, nunca vou te decepcionar

Oh tem sido uma viagem e tanto

Dirigindo na ponta da faca

Nunca vou te deixar, nunca vou te decepcionar

 

Não desista, nah, nah, nah

Eu não vou desistir, nah, nah, nah

Deixa eu te amar

Deixa eu te amar

Não desista, nah, nah, nah

Eu não vou desistir, nah, nah, nah

Deixa eu te amar

Deixa eu te amar

Oh amor, amor

 

Não durma

No volante, temos milhões de quilômetros a nossa frente

Quilômetros a nossa frente

Tudo o que precisamos

É de um despertar bruto

Para saber que somos bons o suficiente

Para saber que somos bons o suficiente

 

Diga, passe pelos dias mais obscuros

O céu é uma decepção

Nunca vou te deixar, nunca vou te decepcionar

Oh tem sido uma viagem e tanto

Dirigindo na ponta da faca

Nunca vou te deixar, nunca vou te decepcionar

 

Não desista, nah, nah, nah

Eu não vou desistir, nah, nah, nah

Deixa eu te amar

Deixa eu te amar

Não desista, nah, nah, nah

Eu não vou desistir, nah, nah, nah

Deixa eu te amar

Deixa eu te amar

Oh amor, amor

 

Não desista, nah, nah, nah

Eu não vou desistir, nah, nah, nah

Deixa eu te amar

Deixa eu te amar

Não desista, nah, nah, nah

Eu não vou desistir, nah, nah, nah

Deixa eu te amar)

E em meio a música, a voz, e o violão, mil pensamentos na cabeça, risos e vermelhidões a flor da pele... Tudo ali diferente.. Um clima pesado, mas ao mesmo tempo bom, uma música calma, e ao mesmo tempo agitada.. que me inspira e ao mesmo tempo me faz pirar..

-----ALLY OFF-----


Notas Finais


Espero muitão que vocês tenham gostado, se eu não escrever mais hoje a noite, amanhã não sai cap, e não sei se quarta sai também.. Muitos trabalhos pra apresentar.. Me perdoem! Amo vocês!!
Bjjj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...