História Até que a vida nos separe... - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Magcon, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Personagens Originais, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Magcon
Exibições 46
Palavras 1.556
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieeeeeeeee
Gente voltei.
Vou ser franca com vcs, meu senso de criatividade fez isso:
|
|
|
|
|
|
|
|
|
BUMMMMMMM!
( pra quem não sacou isso significa que ele despencou kkk )

É sério povo, eu não consigo mais pensar no que escrever. Eu já sei o rumo que a fic vai tomar mas porém eu não sei o que fazer até chegar lá. Entendem?
Eu não consigo pensar em coisas MUITO legais pra rolar aqui na AQAVNS, mas eu espero que vcs não me abandonem por isso.
Perdão se o cap não estiver lá aquelas coisas e também por ele estar pequeno mesmo eu dizendo que queria aumentar o tamanho dos caps. Tá difícil.
Mas eu não vou desistir da fic, fiquem tranquilas.

Kisses ♡ R321

Obs: gente fiz esse cap bem rápido, ele tá fresquinho, não dei AQUELA revisada mais espero que não tenham erros. E também muito obrigada pelos favoritos! Amo vcs!

Capítulo 25 - I don't admit to jokes with my life.


No intervalo eu estava na mesa com o grupinho de sempre, só que tinha três pessoas a mais, Samantha, Safira e Matthew.

Samantha era simpática e conversava com a gente dando risada, Safira só ficava secando o Matthew na cara dura, isso me incomodava um pouco, e Matthew se sentia incomodado com uma coisa: eu estava abraçada com Cam e ele me fazia carícias e conversávamos rindo como dois bobões.

Também senti que Katrine não estava gostando de me ver com o meu namorado, mas eu não podia fazer nada, afinal, como eu disse, ele é MEU NAMORADO.

- A gente podia sair, todos nós, qualquer dia desses. - Sam dizia.

- Mas ir pra onde? - Nash questionou.

- Uma boate, melhor opção. - Safira disse levantando uma das mãos pra cima.

- Não, não gosto de boates. - falei.

- Mas não é só a sua opinião que conta queridinha. - Safira disse e eu revirei os olhos, fiquei quieta porque não queria começar uma discussão com uma idiota igual a ela.

- Não fala assim com ela Safira, a Jane tem razão, como é um encontro entre amigos uma boate não é muito adequada. - Katt me defendeu.

- Claro que é!

- Pra putas igual a você é um ótimo lugar mesmo.

- O que foi que você disse loira oxigenada? - Safira levantou e ficou de pé brutamente.

- Loira oxigenada? Pelo menos eu não pareço que passei ketchup no cabelo! - Eu segurei o riso mas quase todos na mesa já estavam rindo.

- Agora você vai ver! - ela ia partir pra cima da Katt mais eu e Samantha agimos primeiro, segurei a loira e ela segurou a ruiva.

- Me solta Jane! Vamos ver o que essa aí vai achar quando eu escrever com a unha o meu nome na cara dessa vadia!

- Isso se eu não acabar com você primeiro! - Safira retrucou.

- Calem a boca! Se vocês chamarem a atenção da diretora eu pego as duas pelos cabelos! - Lauren se pronunciou pela primeira vez e todos se calaram, acho que espantados por não conhecermos esse lado dela.

Nós nos sentamos e as duas continuaram a se encarar. Ficou um clima tenso ali, mas eu fingi não perceber nada e comecei a comer um Doritos que eu tinha em minha mochila.

[...]

- Ai essa aula foi um tédio, eu não aguentava mais esse professor falando sobre matemática. - Katrine reclamava sem parar da última aula.

- Ele só falava de matemática pois é com isso que ele trabalha!

- Ai mais ele podia tocar em outros assuntos tipo, dicas pra dieta.

- Eu vou fingir que não ouvi isso, e você já tem um ótimo corpo.

- Tu que pensa.

- Cameron já foi embora?

- Sei lá, acho que sim.

- Poxa, e nem se despediu.

- É melhor assim amiga, desapega porque de um jeito ou de outro ele vai embora.

- Mas ele vai voltar, não é uma viajem permanente.

- Você não tá querendo esperar ele esse tempo todo né?

- Não sei.

- Você é doida. - Paramos em frente ao meu armário, ela já tinha guardado seus livros no dela. - Cadê o papel?

- Calma, nem procurei.

- Vai logo.

- Aqui. - peguei a folha na mão e a abri - um "E", como imaginei.

- Mas como isso é possível?

- Só de pensar na possibilidade de Meghan estar brincando comigo e poder rir da minha cara, me ferve o sangue das veias.

- Tem certeza que é ela?

- Pra mim você está a defendendo. Esta mais claro que água que é ela.

- Não estou a defendendo. Apenas quero reforçar a possibilidade de ser outra pessoa.

- Não vejo diferença.

- Falou com os meninos?

- Falar falar não. Eu preciso saber se tem alguém que é apaixonado por ela, com certeza essa pessoa faria de tudo pela Meghan.

- Eu conheço a maioria dos garotos da escola... deixa eu ver... difícil essa, grande parte dos meninos só ligam para as meninas em caso de relações sexuais... - ri sem humor - Mas tem o Henrique! Ele sempre teve uma queda por ela, e o coitado pensa que ninguém sabe, mas a escola inteira já criou boatos sobre isso.

- Sei não, o garoto mal me conhece.

- Mas a Meghan te conhece.

- Continuo achando que não.

- Tudo bem, vamos por em mente que ela sempre o tratou com indiferença, mas eu vejo muito isso em filmes.

- Verdade.

- Mas e se ela faz tudo sozinha mesmo? Se não tem ajudante nenhum e ela é que é esperta demais pra gente?

- Não diga isso, somos inteligentes o bastante.

- Amiga, sem querer magoar nenhum dos lados, mas, se você não percebeu ainda, eu não sou uma aluna muito exemplar e você não é nenhuma nerd, e Meghan é o tipo de patricinha inteligente, uma nerd gostosa pra caralho.

- Para de falar bobagem! Não é preciso matemática, literatura ou até mesmo biologia pra zombar da cara de alguém.

- Vai saber. - ri baixo pelo sem comentário.

- Vou pegar isso aqui - levantei o papel em minha frente e apontei para o mesmo - vou colar no meu mural e investigar. E você, vai ler um livro.

- Eu já faço muito isso.

- Mistério não ajuda em nada.

- Claro que ajuda! Estimula o cérebro a pensar e assimilar as coisas!

- Sério? - ironizei e dei risada - Então me diz por quê não tá funcionando em você? - Não aguentei e comecei a rir feito uma louca, sorte que a escola estava praticamente vazia, e não era preciso olhar pra minha cara para saber que eu já estava vermelha.

- Vai se fuder Jane.

...

Cheguei em casa e vi Peter jogando video game. Grande novidade. Nick não havia chego ainda.

Meu celular já havia se conectado ao wifi de casa, então as mensagens começaram a surgir. Anne tinha me mandando um "oi" e perguntado como vão as coisas, estranhei porque faz tempo que não conversamos, sinto a falta dela, mas também sinto vergonha por não ser eu a pessoa que toma a iniciativa de mandar a mensagem.

Eu não parava de pensar nos assuntos que envolviam o Cameron, isso tava acabando comigo.

P.O.V. MATTHEW

- Então o Cameron vai mesmo embora? - perguntei para Nash.

- Vai, mas ele vai voltar. Daqui um ano.

- Wow.

- E por quê tanto interesse?

- Nada ôxe.

- Você tá pensando em tentar voltar com a Jane?!

- Eu não disse isso.

- Cara, eu te conheço, somos melhores amigos, você tá de olho na garota que eu sei.

- Tá, você venceu, eu vou tentar ficar mais perto dela sim.

- Poxa, coitado do Cameron. Você não tem vergonha não? Por quê tipo, o cara namora a mina, você tá de olho nessa mina, o cara vai embora, e seus planos são pegar a mina! Cê é muito confuso dude.

- Eu não quero pegar a Jane. Eu quero tentar desfazer o erro que eu cometi, e quem sabe mais pra frente, poder reatar os meus objetivos desde o começo.

- De uma coisa eu sei. Foi muita falta de sorte a puta da Safira chegar bem na hora e te beijar quando a Jane ia aceitar namorar com você.

- Nem me lembre disso. A minha vontade é de arrancar a cabeça daquela "ruiva do ketchup". - comecei a rir e ele também por lembrar da briga de hoje mais cedo entre a Katrine e Safira - Mas só não faço isso porque quem bate em mulher é covarde.

- Wow, que choque de cavalheirismo foi esse que te atingiu agora que eu não vi?

- Cala a boca. - dei um soco de leve em seu ombro e começamos a rir.

- Você não tira ela da cabeça né?

- Pra você ter ideia eu não transo faz tempo.

- Eu não aguentaria. Você é um completo idiota.

- Não sou não. A única explicação é o fato de eu estar apaixonado. - ele balançou a cabeça em sinal negativo.

P.O.V. MEGHAN

- Hoje você tem visita Meghan. - a enfermeira disse abrindo a porta do quarto onde eu estava.

- É você. - Eu disse para a pessoa e a enfermeira saiu. - Espero que traga boas notícias.

- Trago sim.

- Fale.

- Consegui uma coisa pra dar um grande estrago na vida da Jane.

- Me diz o que é? - sentei animada.

Me contou qual era o seu plano e eu ouvi atentamente. Era brilhante. Com certeza isso faria um grande estrago na vida daquela vadia. Eu estava contente em saber que a minha vingança estava sendo concluída e com louvor. O estrago que esse plano vai trazer é bem grande. Ela pode estar acima de mim, mas porém isso é melhor, significa que a queda vai ser grande.

- Me sinto mal por estar fazendo isso.

- Não se sinta. Ou você quer que todos saibam do nosso segredinho?

- Não, claro que não. Eu concordei fazer isso contanto que você guardasse esse segredo a sete chaves.

- Então fica de boa, ele tá em boas mãos.


Notas Finais


Quem será que tava conversando com a Meghan? Quem que tá ajudando ela?
Comentem quem vcs acham que são! Quero saber! :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...