História Até um fim. - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias No.6
Personagens Nezumi, Safu, Shion
Tags Lemon, No6, Yaoi
Exibições 42
Palavras 1.927
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Lemon, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Esse cap tá meio longo mas foi isso qm souber a referência deixa nos comentários ^-^

Capítulo 5 - FORGIVE


Fanfic / Fanfiction Até um fim. - Capítulo 5 - FORGIVE

~Shion ~
Oque está acontecendo, eu estava tão feliz até aquela garota chegar.
Mas que raios o Nezumi e ela estavam fazendo.
A poha da campainha não para de tocar que desgraça.
Me sento no canto do quarto e começo a chorar. Choro muito.
" EU SOU UM IDIOTA, PORQUE EU TIVE QUE ME APAIXONAR POR UMAS PESSOA QUE CONHEÇO A MENOS DE 2 DIAS".
Me levanto e vou até o banheiro. Me olho no espelho.
" Eu só quero morrer".
Dou um soco no espelho e acabo cortando minha mão, mas minha raiva era tanta que eu não sentia dor só raiva, enquanto escorria sangue pelo meu braço, soco o espelho com a outra mão. Então me sento no chão olhando para minhas mãos sangrando e encosto a cabeça no mármore da pia e respiro fundo.
Abro a gaveta que estava ao meu lado ( aquelas gavetas que ficam em baixo da pia do banheiro), pego uma gilet que tem lá, tiro o cabo.
Finco uma das partes em meu pulso e corto, corto sem dó, não sei quantas vezes eu consegui me cortar só sei que doía, mas era a minha dor a dor que eu não conseguia colocar para fora, a dor que estava no meu coração.
Escuto um vidro quebrando e parecia que vinha da minha varanda.
" O gzus só que faltava eu aqui tentando morre e vem um idiota tentar assaltar a minha casa, krl".
Fico imóvel apesar de estar irritado e ter vontade de mandar a pessoas que quebrou a porta de vidro da varanda toma no c*.
Apenas tento ouvir algum barulho.
Escuto passos da pessoa sobre os cacos de vidro.
Me levanto apoiado na pia e... PQP eu consigo derrubar o vidro de sabonete.
Prendo a respiração quando vejo que a pessoa está vindo na minha direção e fecho os olhos (não me perguntem o pq).
- Shion!- "É a voz do Nezumi".
Abro os olhos e vejo ele na minha frente parado assustado.
- O que você esta fazendo aqui?- pergunto assustado porem olhando fixamente em seus olhos cinzentos.
- Mds Shion, você é louco, tenho que te levar no hospital rápido.-
Fala ele vindo ele minha direção.
- Eu não quero ir para hospital nenhum, eu só quero ficar sozinho.-
Ele me abraça forte.
-Nezumi você está me machucando-
Falo deitando minha cabeça em seu peito.
-  Me desculpa, você está nesse está por mim, por favor me perdoe- Fala ele, e sinto em  minha nuca escorrerem lágrimas.
" Por que ele está chorando?"
- Perdoar oque? Eu e você não temos e nem tínhamos nada. Você é livre para ficar com quem quiser não é? - Falo irritado e tento me soltar dele. Ele solta o abraço e coloca a mão direita em meu rosto.
- Shion você entendeu tudo errado, eu posso explicar. Mas primeiro vamos ver seu braço-.
Olho para o chão e descemos até a sala ( eu sempre olhando para o chão).
- Onde ficam os curativos?- pergunta Nezumi observando a estante cheia de livros que fica na sala.
- Na penúltima prateleira do lado direito - Digo me sentando no sofá.
Ele pega uma maleta branca que ficava atrás de uma pilha de apostilas e se senta ao meu lado, abre a maleta e pega uma algodão e molha com água oxigenada.
- O que você pensa que vai fazer?- pergunto encarando aquele algodão mortífero.
- Se eu não limpar você pode pegar alguma infecção, agora estenda o braço.- estendo o braço, ele olha para minha mão e faz uma cara nada legal. Pega uma pinça que tem dentro da maleta.
- Pra que isso?- pergunto morrendo de medo.
- Shion tem uns pedaços de vidro em você e eu vou ter que tirar.-  Ele segura meu punho, eu olho para o outro lado pois não estou afim de ver isso. Ele tira uns 3 cacos e puxa um pedaço de vidro de mais ou menos 1 cm que estava na parte superior do meu meta carpo. E como doeu para tirar aquilo.  Reclamo um pouco e por fim ele passa o algodão com água oxigenada e enfaixa o braço direito.
- Agora me de o outro braço.-
Estendo meu braço esquerdo para ele e ele faz a mesma coisa, segura meu pulso tiras os cacos de vidro, limpa e o enfaixa. Só que não sei o porquê mais essa mão doeu mais do que a outra.
- Obrigado Nezumi.- Digo sentando igual um indiozinho em cima do sofá. Nezumi para e fica olhando para o chão.
- Oque foi Nezumi?- pergunto me inclinado para vez melhor seu rosto. Ele se vira e me deita no sofá e se deita em meu peito.
- Shion eu te amo, nunca mais faça isso comigo. - Fala ele e começa a chorar. Passo a mão em seu cabelo negro que como sempre estava amarrado.
- Porque você fez isso comigo Nezumi.- Ele se levanta e fica cara a cara comigo, pude ver melhor seus olhos cinzentos estavam cheios de lágrimas que escorriam pelo seu rosto perfeito.
-  Shion eu posso explicar. - Fala ele se sentando e secando as lágrimas.
- Aquela menina é a Safu minha prima...Da nojo de lembrar mas a dois anos atrás eu ela tivemos um "Caso", eu era um idiota também pegava qualquer garota que viesse falar comigo. Até que um dia eu me mudei para Nagoya desde então decidi que ia mudar minha vida, estudar, me apaixonar, cuidar da pessoa que amo, construir uma família com essa pessoa, e morrer ao lado dela. E do nada a Safu veio para Nagoya e falou que vai passar uns meses aqui, oque você viu no quarto era que ela tava dando uma de puta necessitada, ela pensou que eu ainda era o mesmo e que nosso "Caso" não tinha acabado, mas eu mudei agora eu sei oque é amor. Amor é oque eu sinto por você Shion...- Antes que ele terminasse de falar  abraço lhe forte.
- Desculpa Nezumi eu não devia ter tirado conclusões precipitadas, quando eu vi vocês dois na cama o meu coração apertou como se estivesse sendo arrancado, como se eu tivesse perdido você.- Começo a chorar só de lembrar oque eu tinha visto. Nezumi afasta o abraço e passa suas mãos pelo meu rosto secando as lágrimas.
- Você nunca vai me perder Shion, eu te amo, e não importa oque aconteça eu sempre vou tentar... tentar não sempre vou fazer o possível e o impossível para estar com você.- diz ele selando nossos lábios.

~Nezumi ~
"Oque eu fiz com Shion?"
Será que se não tivesse me atrasado mais alguns minutos oque teria acontecido?
O nosso beijo não era um beijo quente mais sim um beijo calmo.
Peço passagem com a língua oque é rapidamente concedido, vasculho cada canto de sua boca cada parte dela. O beijo vai ficando quente e Shion solta um gemido baixinho o que me fez arrepiar.
" Shion não é nada inocente".
Deitamos no sofá. E parando para pensar até que o sofá é grande.
Mas continuando. Shion envolve suas pernas em minha cintura. Vou descendo o beijo para seu pescoço com leves chupões e mordidas enquanto ele gemia  baixinho.
- Shion você já tá ficando todo animado só com um beijo?- encaro ele com um sorriso malicioso, ele cora e passa a mão em meu membro.
- Você também Nezumi- Ele coloca sua mão dentro da minha boxer e começa a me masturbar.
Solto um gemido fino. " Porque eu gemi igual uma virgem?"
Tiro a mão de Shion de minha calça. Tiro sua blusa e amarro suas mãos e as coloco para cima.
- Não se mova.- Vou para cozinha pego um copo de água e um de gelo. Volto para a sala.
- Nezumi para que você quer isso?-
-Você vai ver- Dou o copo para ele segurar com as mão acima da cabeça (referências).
- Se você derrubar você será punido sem dó.- Pego um gelo e coloco sobre seu mamilo direito e começo a fazer movimentos circulares sobre o mesmo.
- AAHH. ...N-Nez-zumi.- Fala ele arqueando as costas. Com a outra mão tiro suas calças e sua boxer, e vejo como seu membro está acordado. Pego outro gelo do copo pois oque eu estava manipulando tinha se derretido. Começo a fazer movimentos circulares com o gelo, agora em seu mamilo esquerdo. Enquanto no mamilo direito dou leves mordidas e chupões, enquanto isso com a outra mão pego outro gelo e começo a passar sobre sua glande.
- AAAAHHHHHHH.... N-Nez-zumi e-eu v-vou...-Antes de terminar de falar ele derruba o copo no chão e o mesmo se quebra e ele se desfaz em minha mão.
- Que coisa feia Shion, você  derrubou o copo e ainda gozou sem minha permissão. Como dito você receberá sua punição e a partir de agora você deverá me chamar de daddy.- Falo apertando suas coxas.
- AAHH D-Daddy.- Geme ele arrastado.
- Fica de quatro pro daddy vai baby.- Shion fica de quatro e eu dou um tapa forte em sua bunda deixando a vermelha.
Ele geme entre as almofadas abafando seus gemidos.
Lubrifico 2 dedos com minha boca e começo fazer movimentos circulares com o dedo indicador em sua entrada.
- Daddy vai logo- Fala Shion manhoso.
- Oque você quer que o daddy faça?
- Eu quero ter o daddy dentro de mim- Fala Shion baixinho entre as almofadas.
- Oque você disse?Fala mais alto para o daddy.
- ME FODE DADDY - Fala ele tirando o rosto das almofadas e depois se enterra de vergonha entre elas de novo.Dou um sorriso de lado e penetro um dedo em sua entrada e começo a fazer movimentos de vai e vem.  Enquanto Shion gemia fofamente, introduzo o segundo dedo fazendo o gemer mais alto.
- Geme para o daddy vai, deixa eu ouvir sua voz.- Ele tira a cabeça das almofadas e começa começa a gemer alto. Enquanto isso faço movimentos de tesoura junto com de vai e vem.
-  AAhh-H~ N-Nezumi- Ele geme meu nome e isso só me deixa mais excitado.
- Eu quero sentir VOCÊ dentro de mim daddy.
- Mas que baby apressado. Você quer o daddy dentro de você?-
Ele acenou que sim e então, tirei meus dedos e passei minha língua em sua entrada para lubrificar um pouco. Ele se contraiu me deixando com mais vontade de foder ele.
Me posiciono em sua entrada e começo a penetra - lo. Quando termino de penetra - lo ele solta um gemido arrastado. Começo a estocado fundo e forte até achar sua próstata.
- A AAAAHHHHHHH~HHHH- Grita/Geme ele. Concerteza tinha acertado ela, volto a estocar  no mesmo lugar só que mais forte. Oque fazia ele gritar/gemer, levanto seu tronco fazendo ele encostar sua costa em meu peito, para ter mais contato. Coloco 2 dedos em sua boca para ele chupar, e ele entende.
- Como esta sendo um bom garoto o daddy vai lhe recompensar.- Com a outra mão seguro seu membro e ele começo a fazer movimentos de vai e vem junto com as estocadas. Fazendo ele revirar os olhos de prazer.
- Ahn..Shion você é tão quente e apertado.- sussurro em seu ouvido. Shion é mais sensível que eu, oque fez ele chegar ao seu ápice primeiro e se desfazendo em minha mão. Enquanto ele jorrava seu líquido branco e quente em minha mão ele contraiu sua entrada prensando meu membro um pouco, oque me fez chegar ao meu clímax.

continua...


Notas Finais


Foi isso.'-'
Se tiver algum erro me avisem.
<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...