História Atemporal - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, Won Ho
Tags 2won, Hyungwonho, Musica, Oitentista, Viagem No Tempo
Visualizações 93
Palavras 561
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Misticismo, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá! Chegamos ao final de mais um história ♡ Sem sombra de dúvidas "Atemporal" é a minha história favorita e eu sempre terei um carinho por ela! Pois a história representa minha volta a mundo das fanfics e consequentemente ao mundo da escrita ♡
Sem mais delongas, boa leitura! Nos vemos nas notas final ~
Ps: esse capítulo leva o título "Gone Away" da banda The Offspring

Capítulo 5 - Capítulo 4 - Gone Away


Hoseok, eu morri.
Talvez você esteja se perguntando por onde estou; ou por que não nos encontramos mais nesse pesadelo. Bem, agora você tem a resposta: eu estou morto.
Lembra daquelas frases clichês que encontrávamos em livros, filmes e até mesmo nas redes sociais? Aquelas de quando alguém falecia... Era uma coletânea de melancolia e frases coladas como:
"A gente se encontra no céu".
"Agora você está em um lugar melhor".
"Finalmente descansou".
Bem, eu gostaria de denuncuar todas elas... pois são completas mentiras que tentam confortar um coração ferido após a morte de um ente querido; e falha miseravelmente.
Não foi preciso a minha morte para o nosso encontro, foi preciso apenas um fechar de pálpebras e um embalar no mais profundo sono. E agora, com minha morte, nossos encontros chegaram ao fim. Queria não ter reclamado tanto, queria não ter ficado tão confuso, queria não ter tr abandonado, Hoseok.
Eu escutei a palavra "abandono" tantas vezes, pois quando  você cometeu o suicídio as conclusões que chegavam de terceiros era de que eu lidava com um cruel abandono, e que a crueldade se intensificava por ter sido "abandonado" por um amor. Mal sabiam eles que esse "abandono" era apenas o começo de ternos encontros.
Era sofrido, eu concordo, jamais podemos deixar de ressaltar quão dolorido foi essa viagem pelos anos 80, para mim e para você.
Um inferno? Talvez, mas para quem vive no inferno da terra todos os dias, aquela situação era tranquila. Havia uma punição, claro, pois os deuses (se é que eram estes os responsáveis por seu castigo) não aprovaram o fato de você ter tirado sua própria vida, mas nós estávamos juntos.
O sofrimento que encontramos não era tão diferente do qual há no mundo, por isso acredito que o inferno está em nós e o sofrimento desencadeia de acordo com nossos atos.
Se eu sofri foi por que escolhi te amar. Assim como tudo há dois lados, o amor também apresenta duas faces: o pleno amor e a profunda dor. Não há nada que tenha apenas um lado, sempre haverá um sofrimento, mesmo que o mínimo possível.
A dor e o amor são eternas.
O meu maior pecado foi amar demais, porém foi a saudade que não me deixou seguir em frente.
Eu poderia ter aceitado que Hoseok fez sua parte em um relacionamento, mas eu sempre queria mais... Estar com ele para sempre era o meu objetivo, porém eu estava tão focado nisso que não absorvi os momentos que vivenciamos juntos.
Shin Hoseok. É estranho olhar para onde estou e ver que você não está aqui. Há diversas pessoas, mas eu me mantenho longe delas. Algumas chamam aqui de paraíso e agradecem pelas dores terem ido embora... Eu me sinto tão horrível, pois meu coração está pesado demais e mesmo com a ausência de dores eu sinto minha cabeça pesar.
É tudo ao contrário do que dizem. Sinto que as teorias a respeito do paraíso não se aplicam a mim. Bem, pelo menos tudo aqui é branco.
Hoseok, eu não quero ir para o inferno, mas... E ir para lá signifique ter a eternidade ao seu lado? Talvez eu deva...
As luzes se apagaram. Em instantes meu corpo se envolverá em um sono sem sonhos e sem pesadelos, pois o pesadelo maior já está ao meu redor.
O pesadelo maior é viver sem você.


Notas Finais


Agradeço especialmente a Gabs que deu total apoio a essa história e que tem a narrativa maravilhosa que me inspira sempre ♡ Obrigada a Jô que apadrinhou essa história e me fez continuar com "Atemporal". Obrigada!!
Agradeço aos leitores dessa fanfic, mesmo os fantasmas~~ fico feliz pela leitura de cada um, obrigada por terem lido Atemporal.
Deixei um mistério na história. Quem consegur adivinhar onde Hyungwon está? :p
Até a próxima! ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...