História Atlas - Bellarke - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias The 100
Tags Atlas, Bellarke, Clexa, Drama, Fanfic, Flarke, Novela, Serie, Shipp, The 100
Exibições 41
Palavras 918
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Escolar, Festa, Fluffy, Mistério, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem!
Boa leitura u-u 💕

Capítulo 3 - Colega novo


Fanfic / Fanfiction Atlas - Bellarke - Capítulo 3 - Colega novo

Acoro com o despertador tocando.

São 6:00 horas. Eu durmi a tarder toda e a noite toda, mas parece que estou mais cansada.

Eu levanto, pela sacada, vejo que o tempo continua meio fechado, o Facebook me avisa que vai chover.

Eu vou para o banheiro é tomo banho, escovo os dentes e etc.

Fico na frente do meu guarda-roupa, pensando em qual roupa usar.

Com o meu guarda-roupa bagunçado e totalmente revirado, não me ajuda muito.

Mas decido colocar um colã preto, e uma saia preta cintura alta que vai até a metade da coxa com uma meia 3/4 branca.

Passo um deliniador e estou pronta.

Pego minha mochila cheia de botons e saio.

Quando estou a caminho da escola encontro Raven.

Raven: Clarke!

Clarke: Raven!

Raven: Tu ta tão fofinha nessa roupa.

Clarke: Vai pra merda.

Raven: Jasper me contou sobra a Lexa.

Clarke: Pode falar "eu avisei"

Raven: Eu não faria isso.. mas eu avisei.

Eu e Raven fomos juntas até o colégio, que já tinha batido.

Subimos algumas escadas e demos de cara com a Intercambista.

Octavia: Ah desculpa..

Raven e eu falamos juntas: Não foi nada.

Octavia: Vocês sabem onde é a sela 111?

Clarke: Sim, é a nossa sala.

Raven: Vem com a gente, é por aqui.

Nós caminhamos até a sala 111, e entramos.

E sentamos, a professora chama a Octavia, para apresentar para classe, ela fica toda corada, mas se levanta e se apresenta.

Octavia: oi, meu nome é Octavia, Eu sou do Rio de Janeiro, e por causa das escolas sem partido de lá, minha mãe achou melhor me transferir para cá ... E é só isso.

Srta. Vera: Muito bem.. então, vamos começar a aula.

Octavia se senta na nossa frente e a aula começa.

Depois dos primeiros 20min de aula, a porta bate, e entre um menino de olhos escuros e cabelos bagunçados, ele era moreno.. e alto.

Srta. Vera: Quem é você?

Bellamy: Bellamy Blake.

Srta. Vera: Ata.. pode se sentar onde quiser.

Ele se senta no outro canto da sala, Srta. Vera continua passando coisas no quadro, a sala toda conversa e faz bagunça.

Quando chega no limite da professora vera e ele bate seu régua na mesa.

Srta. Evans: PESSOAL! CHEGA! Eu dei a liberdade para vocês de sentarem do lado de quem quisessem, e assim que vocês retribui? Chega, isso daqui não é circo, deu de palhaçada! Vamos fazer um novo espelho de classe.

Todos se olham e reviram os olhos.

Clarke: Que ótimo

Raven: Clarke Não quero que você vá...

Clarke: É A vida..

Srta Vera: Jasper, Sai do lado do Monty e senta do lado de Murphy.

Lincoln sai do lado de Lexa e senta do lado de Octavia.

Bellamy sente do lado da Clarke, e Raven, passe aqui pra frente —ela aponta para mesa na frente de mase dela— E Octavia também.

Todos começam a mudar de lugar, Jasper, Lincoln,Octavia,Raven e Bellamy.

Bellamy se senta do meu lado, ficamos em silêncio. E o período troca.

Entra o professor Emerson, e ele passa algumas coisa no quadro.

E Fala.

Emerson: Bom galera, o trabalho de hoje vai ser em dupla, mas sem essa de levar mesa pra lá, cadeira pra cá.. vai ser com o colega ao lado. Se não perdemos muito tempo. Bom.. o trabalho é o seguinte, escreva algo sobre o colega.. o que ele deve melhorar, o que deve continuar.. características.. adjetivos.. e essas coisas. Lembrando que é pra entregar. Começam.

Todos começam a fazer, menos eu e Bellamy. Eu nem sei o que escrever. Eu nem o conheço, mas me surpreendo ao ver ele escrever linhas e linhas sobre mim.

Clarke: Então.. de onde você vem?

Bellamy: Nárnia. —Ele continua escrevendo.

Clarke: Quantos anos tem?

Bellamy: um. — Ele continua escrevendo sobre mim.

Clarke: Como poder estar escrevendo tantas coisas sobre mim, sem nem sequer me conhecer?

Bellamy: Pela sua roupa você deve ser timida.. deve pegar alguém muito inteligente e bonito da escola, e deve ser inteligente também. Faz todo mundo perder tempo impressionado o professor e deve ser riquinha.

Clarke: Que? Eu não sou tímida, nem pega gente inteligente, muito menos sou, e os professores não vão com a minha cara por conversar demais..

Bellamy: Ata, está pegando quem?

Clarke: Que? ninguém!

Bellamy: Tu pega menina?

Clarke: .. ah.. ja peguei uma..

Bellamy: Filmou? Posso ver?

Clarke:Tu é tão nojento.

Bellamy: Então.. —Ele anota algumas coisa no caderno— Dorme pelada?

Clarke: hã?

Bellamy: Entendi.. — Ele anota mais algumas coisas—

Clarke: Para de anotar coisa se de mim sem nem saber!

Bellamy: Princesa brava

Clarke: E me fala de você..

Bellamy: uu.. parece até um encontro. —Ele faz cara de cafajeste—

Clarke: Vem de onde?

Bellamy: Não sei, mas aposto que estou no céu.. porque tu é um anjinho..

Clarke: Tem irmãos?

Bellamy: Não.. mas já que está falando em família, porque nao construímos uma?

Clarke: E tem como? Pensei que você era mulher.

Bellamy: Sou o que você quiser.

Clarke: Desisto —Jogo o caderno em cima da mesa, e ele continua escrevendo sobre mim.

Bellamy: Acabei.

Clarke: Deixa eu ler. —Pego o caderno.

Bellamy: Não —Ele arranca de mim.

Clarke: Eu tenho quer ler, tu escreve coisas sobre mim sem nem me conhecer, Quero ler.

Bellamy: Fala direito Princesa.

Clarke: Esquerdo, porque não sou obrigada.

Bellamy: Ok, eu nem ligo.

Clarke: Fico sem créditos, amorzao?

Bellamy: Gatinha, tá com todas as respostas na ponta da língua.

Clarke: Nem todas.

Bellamy: Só falta a minha língua aí.

Clarke: Nossa.. quero distância de você.

Bellamy: A única distância da gente vai ser 20cm, 1cm, 20cm, 1cm,20 cm, 1cm

Eu me levanto de classe, vou ate o professor Emerson.

Clarke: Sor, por favor, me troca de dupla.

Emerson: Desculpa, não posso.

Clarke: Porque?

Emerson: Só você querer e eu deixar, todos vão querer, e é o que estou tentando evitar


Notas Finais


Desculpe erros ortográficos! ;-;
deixem suas opiniões nos comentários, e me falem o que devo melhorar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...