História Atração Fatal - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~gab_fofa

Postado
Categorias A Seleção
Personagens America Singer, Aspen Leger, Maxon Calix Schreave
Tags A Seleção, America Singer, Amexon, Aspen, Iléa, Maxerica, Maxon Schreave
Exibições 78
Palavras 2.028
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente linda, Tudo bem com vocês? Sem muita enrolação porque o capítulo de hoje tá muito fofis. Boa leitura

Capítulo 10 - O que é isso ?


Pov America

Fazia uma semana que eu e Maxon tínhamos brigado, desde então eu não o vi mais, na verdade, desde nossa briga eu não saia mais do quarto, eu passava o dia todo na cama, não comia mais, só dormia, eu estava realmente chateada com tudo o que acontecera, não com nossa briga em especial, mas com tudo, tudo caiu em mim de uma vez. Eu já não sabia mais se estava certa ou errada, eu não sabia mais nada. Fui tirada de meus pensamentos quando Paige entrou .

- Eu já disse que não quero comer Paige.

- Eu não vim te dar comida.- quando ela disse aquilo eu me sentei a encarando confusa.

- Eu com aqui para te arrumar.

- Arrumar? Pra que?

- O líder quer te ver.- quando ela acendeu a luz pude ver que ela carregava um embrulho igual aos que as criadas usavam para guardar meus vestidos no palácio.

- O que é isso? – disse apontando para o embrulho

- É uma surpresa do líder para a senhorita Agora coloque o roupão e vou te levar para tomar banho.

Como no meu quarto não tinha chuveiro, Paige me levava ao quarto dela para tomar banho, era perto do meu. Ela deixou o embrulho em cima da minha cama e nós fomos para seu quarto. Depois que eu tomei banho, coloquei o roupão e sequei o cabelo, Paige pegou uma caixa, aparentemente de sapato e nós voltamos ao meu quarto. Ela pegou o embrulho e tirou de lá um vestido azul, no tom das minhas flores favoritas, o corpete era todo revestido de pedrinhas brilhantes e a saia era volumosa, com várias camadas de tule.

- É lindo! – exclamei de queixo caído.

- Ele pediu que eu fizesse há uma semana, um dia antes da sua tentativa de fuga.

- Ele... Ia me fazer uma surpresa.- aquilo me deixou um pouco chateada

- Sim senhorita.

Não falei mais nada apenas deixei que Paige me vestisse, o vestido ficou perfeito, era de longe meu vestido mais lindo, ela então tirou da caixa um sapato de salto também cheio de pedrinhas, fazia tanto tempo que não usava um foi até difícil ficar em pé. Ela me pediu para sentar e penteou meu cabelo, pegou uma mecha de cada lado e prendeu no meio deixando o resto solto. Fui me ver no espelho, eu estava maravilhosa.

- O líder está te esperando em seu escritório.- ela disse e saiu.

Eu fui logo atrás, chegando no escritório bati na porta e ninguém respondeu, abri a porta e estava vazio, entrei e dei uma olhada, porém quando ia sair algo me chamou atenção, em sua mesa havia uma rosa azul e um bilhete peguei a rosa e o bilhete.

“ Querida America,

Estou ansioso para vê-la mas para que nosso encontro aconteça você terá de me achar. Você já procurou em seu quarto?”

Ah, então eu ia participar de uma caça ao tesouro, gostei da ideia. Fui para o meu quarto mas não tinha ninguém, olhei em baixo da cama, nada, fui até o guarda roupas e quando abri a porta dei de cara com uma rosa azul e outro bilhete.

“ Devagar demais, mas talvez ainda de tempo de você me alcançar no meu quarto.”

Fechei a porta do guarda roupas e fui correndo para o quarto de Maxon, abri a porta sem bater, ele não estava lá, olhei ao redor e vi mais uma rosa e um bilhete no criado mudo ao lado de sua cama.

“ Acho que você se atrasou de novo. Talvez devesse vir ao jardim, ele é tão lindo.”

Corri pelos corredores até chegar na porta que dava ao jardim, abri e saí, comecei a andar atrás de Maxon, quando vi uma pétala azul no chão e depois outra, outra, elas formavam um caminho. Segui a trilha de pétalas até dar de cara com uma parte na qual nunca tinha vindo, tinha um banco de pedras e era cercada por roseiras cheias de rosas azuis lindas, em pé na frente do banco estava Maxon vestindo um terno azul marinho, uma camisa branca e uma gravata da cor do meu vestido, a trilha se estendia até ele, fui caminhando devagar olhando em seus olhos, quando cheguei até ele, ele passou a mão por trás da minha cintura e me puxou para um beijo calmo.

- Me perdoe America.- ele disse me soltando- eu sou um idiota, eu não devia ter brigado com você, eu...eu estava tão animado com a ideia da surpresa que fiquei muito nervoso como ocorrido, eu não tenho razão nenhuma.

- Maxon, está tudo tão lindo, você está lindo.- ele sorriu pra mim.

- E você está estonteante America.- ele segurou em minhas mãos- Agora diga, diga que me perdoa .

- Maxon, eu... Eu acho que nós dois cometemos erros, você por ter me sequestrado e feito tudo que fez e eu por ter pedido que você conquistasse minha confiança e ter tentado fugir sem pensar em como você reagiria a isso.

- America...

Antes que ele continuasse eu passei meus braços em torno de seu pescoço e puxei ele para um beijo que foi prontamente correspondido, ele envolveu minha cintura e nós só paramos quando faltou o ar.

- Agora Maxon, eu acho que nós deveríamos aproveitar, isso é tão lindo, você que preparou?

- Sim, eu pedi que os jardineiros plantassem as flores, pedi que alguns criados colocassem o banco e a ideia dos bilhetes foi minha.

- Isso é tão fofo.- disse pegando em sua mão

- Acho que eu mereço uma recompensa.- ele disse com um sorriso malicioso nos lábios

- Ah Maxon, - eu exclamei fazendo voz de criança triste- não estraga o momento.

- Tudo bem então.- ele disse rindo- Mas é provável que eu vá cobrar mais tarde.

Nós sentamos no banco e ficamos conversando e observando o jardim até que eu senti um pingo e depois outro.

- Acho que vai chover.- eu disse sorrindo e sentindo a chuva apertar.

- Vamos entrar America não podemos ficar doentes.- ele pegou em minha mão me puxando em direção a casa, mas eu fiquei ali parada sentindo a chuva.

- Não, Max, vamos ficar, por favor.- eu disse fazendo biquinho

- Com você pedindo desse jeito.- ele se virou e nós ficamos nos encarando enquanto a chuva apertava cada vez mais.

- Eu amo tanto a chuva.- eu disse olhando pra cima.

- America, você me daria a honra dessa dança?- ele perguntou estendendo a mão

- Mas não está tocando nenhuma música.

- Nós dançaremos ao som da chuva.

Eu coloquei minha mão sobre a dele e ele a beijou, depois ele colocou a as mãos em minha cintura e eu coloquei minhas mãos em seus ombros, e nós ficamos lá, nos mexendo devagar, e girando em baixo da chuva. Não sei quanto tempo se passou, mas eu sei que não percebi, quando a chuva se tornou uma tempestade e começaram a cair raios.

- Ah!- eu me assustei com os trovões

- Acho melhor nós entrarmos agora.- eu acenti e segurei em seu braço, nós fomos correndo para dentro como duas crianças.

- Estamos ensopados.- eu disse dando risada.

- Precisamos tomar um banho, venha.

Nós subimos e fomos para o quarto de Maxon.

- Nem vem Maxon, não vou tomar banho com você.- eu fiquei parada na porta.

- Ei, calma, só te trouxe aqui porque sei que seu quarto não tem chuveiro, por falar nisso vou colocar você em outro quarto, provavelmente esse ao lado do meu.- ele estava pensando alto- Nós vamos tomar banho separados.- acenti e entrei.

- Quem vai primeiro?

- Primeiro as damas.- ele disse me entregando um roupão.

- Vou pedir uma roupa para Paige.- ele disse saindo do quarto

- Mas o que vão pensar se te virem assim?

- Ninguém vai me questionar, eu sou o líder, faço o que eu quiser. Pode ficar tranquila.- ele disse fechando a porta

Eu entrei no banheiro de Maxon era bem grande, tirei o vestido é pendurei em um gancho que tinha na parede, entrei no box e liguei o chuveiro, tomei um banho um tanto demorado, deixei a água quente cair, lavei meus cabelos, desligue o chuveiro e saí. Tinham toalhas em uma prateleira embaixo da pia, peguei uma e me sequei, coloquei o roupão e saí do quarto, secando o cabelo, quando levantei a cabeça vi que Maxon estava apenas de cueca e corei, abaixando a cabeça novamente, escutei ele rir.

- O que foi?- ele perguntou como se não soubesse o que aconteceu

- Isso lá é jeito de se ficar junto com uma moça?- eu disse o encarando

- Você está de roupão e esse é meu quarto se você se esqueceu.- ele levantou e veio em minha direção.- Aqui estão as roupas que eu peguei com Paige.- ele me entregou as roupas e dói para o banheiro.

Escutei o barulho da trança da porta e então coloquei as roupas em cima da cama, vesti a calcinha ainda de roupão, depois tiro o roupão, coloquei o sutiã e o vestido. Era um vestido verde água, de manga curta. Fui até a cômoda ao lado do espelho de Maxon é vi que tinha um pente ali em cima, penteei meu cabelo e comecei a andar pelo quarto. Tinha uma estante de livros, eu comecei a olhar e achei alguns títulos interessantes, peguei um e me deitei em sua cama para ler. Escutei a porta do banheiro se abrir mas continuei focada no meu livro.

- Eu gosto bastante dessa história.- quando olhei pra Maxon ele estava apenas de toalha

- Não vou conversar com você enquanto você não estiver vestido decentemente.- voltei a olhar para o livro

- Por que? Você não consegue se controlar?- percebi que ele estava se aproximando

- Maxon, é sério, vai se vestir.- eu disse ainda concentrada no livro

- Como quiser.- ele se afastou novamente- Mas você sabe que aqui é meu quarto portanto eu vou me vestir aqui mesmo.

- Maxon, vai no banheiro.

- Não, o quarto é meu, eu tenho liberdade total aqui.

- Faça o que bem entender.. – eu me levantei e fui até a porta mas antes que eu pudesse abrir ele me puxou para um beijo mas eu não correspondi em vez disso me soltei.

- O que foi?- ele perguntou

- Eu não vou te beijar com você desse jeito.- disse apontando pra ele de cima pra baixo.

- Okay, você venceu, vou pegar minha roupa e me trocar no banheiro.

- Bem melhor.

Voltei pra cama e peguei o livro é voltei a ler, a história era interessante, uma boa distração, tão boa que acabei não prestando atenção no que acontecia ao meu redor e me assustei quando Maxon pulou na cama caindo do meu lado.

- AAHHH!!- eu gritei e Maxon caiu na gargalhada- isso não foi engraçado.

- Você deveria ter visto a sua cara.- ele continuava rindo, dei um tapinha em seu braço e ele fez cara de dor.

- Você me machucou, agora tem que dar beijinho pra sarar- ele disse com um biquinho de criança.

- Assim tá melhor?- disse dando um beijinho em seu braço.

- Um pouco.- ele disse

- E agora?- perguntei dando um beijinho um pouquinho mais pra cima.

- Mais um pouco.

Eu dei risada e dando beijinhos nele, fazendo uma trilha de seu braço até sua boca onde deinum selinho.

- E agora?

- Agora sarou.- eu dei risada com sua voz de criança. Eu me deitei ao seu lado e coloquei a minha cabeça em seu peito.

- Maxon, o que você falou sobre eu mudar de quarto, quando vai ser?

- O mais rápido possível, vou tentar ver tudo para que isso aconteça no máximo até depois de amanhã.- ele disse enquanto acariciava minha cabeça

- Que bom, será ótimo ter meu próprio chuveiro.- ele deu risada

- Será ótimo ter você por perto.

Eu continuei ali por um tempo apenas aproveitando no carinho, até que peguei no sono, nos braços de Maxon.


Notas Finais


Eai? O que acharam? Muito lindo né, em prantos aqui...
Gente eu (nuttela_unicorn) escrevi uma oneshot super fofinha dos dois pombinhos, se quiserem ler o link está aqui:
https://spiritfanfics.com/historia/i-hate-u-i-love-u-7132085


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...