História Atração Fatal - Capítulo 14


Escrita por: ~ e ~gab_fofa

Postado
Categorias A Seleção
Personagens America Singer, Aspen Leger, Maxon Calix Schreave
Tags A Seleção, América, America Singer, Aspen, Iléa, Maxon Schreave
Exibições 48
Palavras 1.438
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi oi gente bonita, como ceis tão? Vou falar que o capítulo de hoje tá ó demais, então sem enrolação, boa leitura

Capítulo 14 - Sem essa Maxon


Pov America

 

Eu estava indo para meu quarto ainda dando risada quando cruzei com Paige.

- Paige, oi.

- Senhorita.- ela disse parando

- Ah Paige, sem formalidades me chame de America.

- Ok America. Vejo que está feliz.

- Estou sim. Eu preciso te pedir uma coisa.- eu disse a última parte um pouco mais baixo

- Qualquer coisa senh... America.- ela disse dando um risada

- Venha comigo até meu quarto.

Ela acentiu e nós nos dirigimos a meu quarto porém passamos por uma criada e Paige pediu que ela nos levasse um suco. Nós entramos e eu me sentei na cama batendo a mão ao meu lado para que Paige se sentasse também.

- Paige eu vou te pedir uma coisa mas é segredo.

- Pode falar.

- Eu sei que você ajudou Maxon com a surpresa dele e agora preciso da sua ajuda com o meu agradecimento.

- O que quer que eu faça?- ela perguntou curiosa

- Você conseguiria me arrumar uma lingerie digamos...- eu estava envergonhada de falar aquilo em voz alta- um pouco mais sexy, e de preferência azul.

- Hum..- ela disse sorrindo maliciosamente

- Paige!- eu exclamei dando um tapinha em seu braço

- Consigo sim America, acho que consigo terminá-la dentro de uma hora. Vai precisar de mais alguma coisa?

- Se você conseguisse eu queria uma garrafa de vinho.

- Okay, agora se me dá licença tenho que ir preparara as coisas para a sua... Surpresa.- ela se levantou e foi até a porta e me encarou maliciosamente eu então joguei uma almofada nela fazendo ela rir e fechar a porta.

Um tempo depois uma criada bateu e eu pedi que entrasse, ela deixou na mesinha ao lado da minha cama uma bandeja prateada com uma jarra de suco de laranja e um copo. Eu estava correndo para deixar tudo pronto para hoje à noite. Eu estava morrendo de sede então fui logo me servir, tomei um copo bem cheio e me sentei na cama. Fiquei encarando a bandeja prateada que me lembrava as do castelo, eu realmente achava que os rebeldes tinham condições de vida precárias mas pelo que eu vi eles são muito organizados e tem uma alta quantidade de dinheiro. Comecei a me sentir tonta, minha vista começou a embaçar e então tudo ficou escuro.

Pov Kriss

Ah Maxon, você acha que vai me tratar daquele jeito, vai me trocar por uma vadiazinha qualquer e eu não vou fazer nada? Ah querido você está muito enganado. Eu vou me livrar dela e depois de você e você vai se arrepender armagamente de ter mexido com Kriss Ambers. Eu tinha um plano já  e percebi que seria muito fácil executá-lo, vi America andando junto com Paige e então Paige parou uma criada e pediu que ela levasse uma jarra de suco para America, eu segui a criada até a cozinha onde ela entrou e depois de um tempo saiu.

- Pra quem é essa jarra de suco?- eu perguntei a fazendo parar de andar

- Para a garota nova.

- Deixa que eu levo, eu estava indo vê-la agora.

- Tem certeza senhorita?

- Sim.

Ela me entregou a bandeja e voltou para a cozinha eu andei até um corredor vazio e joguei um boa noite Cinderella no suco, continuei andando até que cruzei com outra criada e pedi que ela entregasse o suco a America.

Fiquei perto do quarto de America esperando a hora certa para por a parte dois do plano em ação. Depois que a criada saiu do quarto eu esperei uma meia hora e fui para lá. Abri a porta e como esperado me deparei com America já desmaiada na cama, eu então fui para o meu quarto e peguei a gasolina e o isqueiro. Joguei a gasolina pelo quarto e fui em direção a porta.

- Bye bye vadia.- eu disse arremessando o isqueiro e fechando a porta

Depois de um tempo o alarme de incêndio soou mas eu já estava em meu quarto, não via a hora de ver a cara de Maxon depois que ele visse a vadiazinha morta, ele imploraria para que eu ficasse, eu finalmente teria ele pra mim, mas falar com ele agora não  é uma sábia decisão, ele deve estar irritado com as falhas na segurança. Resolvi tomar um banho e dormir, amanhã será um novo dia.

Pov America

Eu abri os olhos com muito custo pois minhas pálpebras pesavam, eu me sentia estranha, olhei pro lado e vi que não estava em meu quarto, eu estava no quarto de Maxon. Ele andava de um lado para o outro do lado da cama, passava a mão no cabelo, parecia apreensivo.

- Max...?

- America? America você está bem? Como se sente?- ele disse se ajoelhando ao meu lado

- Eu me sinto um pouco fraca, minhas pálpebras estão pesadas.- eu disse com dificuldade, minha voz saiu arrastada e baixa

- America eu vou chamar o médico, fique tranquila querida você vai melhorar.- ele disse indo para a porta

- Maxon.

- Sim.- ele se virou para mim

- Eu ainda não sou sua querida.- eu disse dando um sorriso pra ele

Ele deu risada balançando a cabeça em forma de negação e saiu mas voltou logo em seguida.

- Você não ia chamar o médico?-perguntei curiosa

- Pedi que um guarda fizesse isso, quero ficar com você.-ele se aproximava da cama, até que ele deitou ao meu lado

- O que aconteceu?- eu disse me aconchegando em seu peito

- Você não sabe?- ele perguntou surpreso enquanto fazia carinho em minha cabeça

- Não, tudo que eu me lembro foi que eu estava com Paige e depois que ela foi embora uma criada entrou com uma jarra de suco, depois que eu bebi um copo eu apaguei.- eu disse olhando pra cima para poder ver seu rosto

- Eu posso saber por que Paige estava em seu quarto?- ele tinha um sorrisinho

- Ela estava me ajudando com a sua surpresa.- eu estava corada

- Hum, eu iria ter uma surpresa.- ele disse com um sorrisinho malicioso- e qual seria?

- Isso eu já não posso te contar.- eu fiz cara de malvada e ele fez um biquinho

- Ah, mas você é muito malvada.

- Agora você pode me contar por que eu apaguei no meu quarto e acordei no seu?

- America, bem- ele disse se sentando e me fazendo sentar de frente pra ele, ele pegou em minha mão- seu quarto pegou fogo, eu estava indo pra lá quando escutei o alarme, me falaram que era em seu quarto e eu corri para lá, quando cheguei você estava desmaiada em meio as chamas, eu achei que era por causa da fumaça, mas esse negócio do suco muda as coisas.

- O meu quarto pegou fogo? Como?- eu não conseguia acreditar no que tinha acontecido

- Nós não sabemos ainda, mas eu vou iniciar uma investigação.

- Quanto tempo eu dormi?

- Você dormiu aproximadamente um dia.

- Maxon, eu... Você acha que alguém fez isso comigo? Alguém quer me matar?- eu podia sentir as lágrimas descendo em meu rosto

- Venha cá America.- ele disse me abraçando- Isso é uma possibilidade.

Eu não consegui falar nada, fiquei lá em seu abraço chorando enquanto ele acariciava minhas costas, ele me deu um beijo na testa e segurou meu rosto me fazendo olhar pra ele.

- Fique tranquila, eu não vou deixar que ninguém te machuque. Eu te prometo.

- Maxon não faça promessas que você não pode cumprir.

- Quem disse que eu não posso cumpri-las.

E então ele me beijou, mas não era um beijo qualquer, era um beijo suave, cheio de ternura e que me passava segurança.

- Maxon, agora que eu não tenho mais quarto onde vou dormir?

- Vou pedir que preparem o quarto ao lado do meu o mais rápido possível mas vai levar uns dois dias aproximadamente.

- E durante esse tempo?

- Você pode dormir comigo se você quiser.- olhei para ele e ele tinha um sorrisinho malicioso no rosto

- Sem essa Maxon.- eu dei um tapinha em seu braço.

- Então eu posso arrumar outro quarto e....

- Não! – eu disse prontamente o fazendo dar uma risada- mas eu só vou dormir e nada mais.

- Como quiser. Eu não vou tentar nada.- ele disse se aproximando do meu ouvido- Espero que você tenha bastante alto controle. – ele sussurrou e depois se levantou.

- O mesmo vale pra você. – eu disse dando risada e caindo na cama.

 

 

 

- America, America.- ele disse saindo.


Notas Finais


Eita, gente essa Kriss é uma vaca, não gosto dela. E esses dois hein, hum😏 Esperamos que tenham gostado, até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...