História Atração Fatal - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~gab_fofa

Postado
Categorias A Seleção
Personagens America Singer, Aspen Leger, Maxon Calix Schreave
Tags A Seleção, America Singer, Amexon, Aspen, Iléa, Maxerica, Maxon Schreave
Exibições 88
Palavras 1.282
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiii gente bonita, estamos aqui para trazer mais um capítulo lindo da fic pra vocês e já adianto que tem bomba. Boa leitura

Capítulo 8 - Maxon, me escute.



Pov Maxon

Saí do quarto de America com uma ideia na cabeça, acho que não vai ser tão difícil assim conquistar sua confiança, ele é tão bobinha...

Segui para o meu escritório, chamei Paige e pedi pra que ela me fizesse um favor, era um presente pra America, pedi que ela corresse Porque ela precisaria vestir America amanhã. Depois que ela saiu, rumei para meu quarto. Chegando em meu quarto fui logo tomar banho. Depois do banho coloquei um shorts de dormir e me deitei, fiquei um tanto planejando tudo o que iria fazer para ter America em minhas mãos...

[...]

Acordei por volta das 7:30, tomei um banho e me vesti, coloquei uma camisa branca e uma gravata azul no tom das flores favoritas de America, coloquei o meu terno e fui para o escritório, pedi que um guarda chamasse Paige.

- Pois não senhor.- ela disse entrando

- Paige, o presente ficou pronto?

- Sim senhor e se permite dizer está lindo, a senhorita vai ficar muito feliz.- ela disse sorrindo

- Então por favor, vá ao quarto dela e arrume-a depois traga ela aqui.- ela acentiu e saiu

Estava um pouco ansioso com tudo isso, não sei porque, eu sei que ela vai gostar, enquanto eu pensava fui interrompido por Paige que entrou assustada.

- Senhor ela não está no quarto.

- Como assim?!- eu não faço ideia de onde ela está- Carter, chame o Cárter!

Ela saiu correndo e eu comecei a andar pela sala, eu passava a mão no cabelo com raiva, eu peguei um vaso que havia perto da estante de livros e o arremesso contra parede, antes que achasse algo mais para jogar longe Carter entrou.

- Aconteceu algo senhor?

- A America sumiu, preciso que você a encontre.

- Pode deixar senhor, retornarei com ela o mais breve possível.- ele disse e saiu da sala.

[...]

Haviam se passado mais de duas horas que Carter tinha saído e eu não tinha nenhuma notícia, me levantei e saí do escritório decidi que eu mesmo iria achar America custe o que custar. Andei por toda casa e nada. Decidi sair então, quando estava procurando pelo jardim ouvi um barulho vindo da floresta, nas imediações do acampamento tem uma floresta e uma parte dela fica pra dentro dos muros, decidi ir olhar e quando cheguei a fonte do barulho vi America tentando pular o muro e Carter observando a cena.

- America?!

Pov America

Acordei bem cedo, o dia ainda nem estava claro, eu estava deitada em minha cama, quando me veio uma ideia genial, louca mas genial, decidi que precisava fugir dali, e como não deviam ter muitas pessoas acordadas, seria o momento ideal, esperei mais um pouco, coloquei o roupão, os chinelos e saí, quando passei por um guarda.

- Aonde a senhorita vai? – ele perguntou me fazendo gelar, o que eu vou responder?

- E...eu vou para o quarto do líder, ele está me esperando.

- Tudo bem então.- salva... Ufa

Quando dobrei o corredor vi Paige vindo em direção ao meu quarto, o que significa que Maxon provavelmente devia ter mandado ela me acordar e me arrumar, até chegar a ele a informação de que eu tinha sumido eu já teria tido tempo suficiente para sair, entrei em outro corredor e depois de me localizar fui em direção a porta do jardim, quando sai vi que não havia ninguém nos jardins e então comecei a correr quando vi um pedaço da floresta, devia ficar pra dentro dos muros, então decidi entrar, e comecei a correr, mas acabei me perdendo, fiquei rodando por muito tempo, muito mesmo, até que ouvi passos, subi correndo em uma árvore.

- Senhorita America? A senhorita está aí?- eu conhecia aquela voz- sou eu, Carter, não vou te machucar, vou te ajudar.

- Me ajudar?- eu disse pensando alto e fazendo Carter olhar pra cima e pra mim.

- Sim, senhorita. Agora desça.- ele disse me ajudando.- eu descobri que a senhorita fora trazida pra cá contra sua vontade e acho isso muito errado.

- Eu quero fugir, mas estou perdida.

- Imaginei que estava, venha, vou te ajudar a pular o muro, mas quando estiver lá fora tome cuidado, tem muitos guardas lá.

- Tudo bem.

Ele pediu para que eu o seguisse e assim o fiz, chegamos ao muro um tempo depois.

- Boa sorte senhorita.

- Não me chame assim. Me chame de America. E muito obrigada.- eu disse o abraçando.

Quando o soltei fui até o muro e com a ajuda de Carter subi, porém quando ia pular escutei passos.

- America?!- não podia ser.

Me virei e dei de cara com Maxon sua feição era um misto de alívio e raiva.

- Desça daí agora America!- ele disse caminhando em minha direção.

- Maxon, eu...- disse descendo- eu ...- mas ele me interrompeu.

- Não quero saber.

- Maxon me deixe explicar.- ele apenas me ignorou.

- Carter, não acredito que fez isso comigo. O soldado que eu mais confio, a pessoa mais próxima de um amigo que eu tinha. Você cometeu uma traição e está ciente da punição aplicada aos traidores.

Antes que Carter pudesse responder eu corri e entrei na frente de Maxon.

- Não faça nada com ele. É culpa minha, ele estava tentando me impedir, ele estava indo me tirar do muro quando você chegou.

- É verdade isso Carter?

Me virei pra Carter que me encarou, eu olhei bem no fundo de seus olhos na esperança de que ele entendesse o que eu queria dizer.

- Sim senhor. Eu estava indo pegar a senhorita quando o senhor chegou.

- Muito bem então. Carter, você está dispensado, pode voltar aos seus afazeres, amanhã conversamos.

Quando Carter saiu, Maxon me segurou pelo braço e me arrastou por toda a floresta.

- Maxon, aí! Tá me machucando.- ele não respondeu.

Entramos no castelo e ele seguiu em direção ao meu quarto, abriu a porta, acendeu a luz e me jogou na cama, cai sentada.

- America eu não acredito....- ele andava em círculos na minha frente passando a mão no cabelo.

- Maxon me deixe explicar.- eu supliquei, ele imediatamente parou em minha frente .

- Explicar o que America? EXPLICAR O QUE?- ele estava muito irritado

- Maxon, eu....

- America, como você pôde falar comigo sobre confiança? Eu confiei em você, você disse que eu tinha uma chance, quando na verdade você estava me manipulando para conseguir fugir.

- Maxon, me escute.

- Eu não tenho o que escutar.- ele ameaçou ir embora mas eu levantei ficando em sua frente e o empurrando fazendo com que ele sentasse em minha cama.

- Você vai me escutar sim!- eu disse irritada, não ligava mais pro que ele poderia fazer, mas pra minha surpresa ele continuou sentado e cruzou os braços.

- Então vá em frente America. Explique.

- Maxon, como você pode me culpar? Já passou pela sua cabeça o que é sequestrar uma pessoa? Eu estou muito nervosa.- eu não queria chorar, não agora- Você não pode me acusar por eu ter tentado voltar para minha casa, para minha família.

- Eu falei que tinha meus motivos. Eu sei que não é certo, mas eu te disse que faria qualquer coisa que estivesse ao meu alcance para que você se sentisse em casa e você me apronta essa. America, se me dá licença tenho coisas para resolver.- ele disse e saiu.

Corri e me joguei na minha cama, desabei em lágrimas, pensei em tudo o que aconteceu, desde o sequestro até ter chegado aqui, e mais uma vez veio a minha cabeça a mesma pergunta de sempre, por que comigo?


Notas Finais


Eita! E agora hein? Coitada da America gente, é muita pressão....
Até o próximo capítulo *Aceno*
Obs: queríamos aproveitar pra agradecer quem favoritou e comentou a fic, isso nos motiva demais, beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...