História Atração Perigosa - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza
Visualizações 179
Palavras 920
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 21 - Capítulo 21


Luke


-Quer aonde?

Digo sorrindo, porque querendo ou não eu estou feliz em fazer isso. Callum aponta para o maxilar e um segundo depois meu punho atinge aquela região

-Porra garoto. Eu não sou mas jovem

Ele reclama fazendo-me sorrir um pouco mais

-Considere pelas surras que você me deu

Precisamos fingir uma fuga então támbem precisamos mostrar que eu ganhei e a única forma de fazer isso é dando-lhe um olho roxo

-Como nós combinamos - Fala massageando o rosto - Direita e a segunda porta

Eu mando um último aceno e antes de sair da sala posso escuta-lo

-Espero não ver você de novo

Dou um sorriso e fecho a porta atrás de mim. Eu ando pelo caminho exato em que ele me falou mas antes de abrir a última porta eu vejo um dos policiais, então volto e me escondo atrás de uma parede

-Merda

Ele esta demorando para passar aqui e isso me faz dar uma leve espiada, vendo-o vir em minha direção. O cara passa reto e isso me dá livre acesso mais uma vez, assim que consiga sair do presídio corro até avistar a van que combinamos, bato algumas vezes na lataria e logo a porta é aberta

Os garotos comemoram fazendo-me sorrir para finalmente seguirmos para casa


Angel


-Oque está achando da nova cidade?

Faço uma cara não muito boa e me viro para encarar seus olhos

-Legal, mas eu prefiro Londres

Ela senta ao meu lado e me olha de um jeito compreensivo

-O seu pai me falou oque estava acontecendo

Não a respondo, por que eu ainda estou com raiva

-Você acha que era o certo?

Dou de ombros e respondo com indiferença

-Eu gosto dele

-Mas ele não gosta de você

Me dói ouvir todos falarem isso

-Não é verdade - Digo na defensiva - Ele só não demonstra

-O seu pai nunca tocou a mão em você, e você permitiu que um cara qualquer fizesse isso

-Eu nunca permiti - Digo irritada, porque isso é completamente idiota

-Tudo bem - Ela fala calma - Tenta fazer isso pela sua mãe, tira esse homem da cabeça

-A mamãe iria gostar de me ver feliz

-E você vai ser feliz com ele?

Viro o rosto e encaro furiosa os seus olhos. Ela está pior do que o papai

-Eu não vou ser feliz aqui

-Ok Angel. Tenta pela Izabel

-Não coloca ela no meio

Me levanto e sigo para o meu novo quarto. Achei que o papai não fosse me mandar para esse lugar mas dessa vez ele cumpriu oque falou

***


Bato na porta e entro logo depois de escutar uma autorização. Todos os olhos estão sobre mim agora é e isso faz todo o meu rosto esquentar

-Oi

A um sorriso no rosto da professora, mas ao mesmo tempo a uma expressão confusa

-Oi, posso me sentar?

Digo também com um leve sorriso e agora a confusão está no rosto de todos

-Claro

Ela me aponta uma cadeira e eu me sento na primeira em que avisto

-Qual o seu nome?

Ah não. Ela não vai fazer isso

-Angel

-É um lindo nome

Eu respondo com um rápido sorriso e tiro o caderno da bolsa ao ver a situação do quadro

-Eu sou a professora de biologia. Bem vinda a nossa escola

Ela não ter me perguntado se sou novata é ruim porque significa que tem memória fotográfica e guarda todos os seus alunos

-Obrigada

Ela sorrir e volta a explorar mas um barulho atrás de mim chama a minha atenção, porém mantenho-me virada para frente

-Doeu?

Uma voz masculina murmura atrás de mim e eu vir o so um pouco o rosto para saber se escutei certo

-Ham?

Posso escutar sua risada e logo a sua frase seguinte

-Quando você caiu

Agora estou confusa. Viro-me vendo um garoto bonito com um sorriso espetacular

-Cair de onde?

-Do céu

Forço uma risada e infelizmente não consigo disfarçar o meu rosto de tédio

-Isso foi muito idiota

Uns garotos gargalham no fundo da sala e isso me faz virar novamente para frente

***


-Oque você fez não foi legal

O mesmo garota da cantada idiota, está parado na minha frente e eu não posso evitar um sorriso. Ele parece decepcionado e eu sei que é por conta do que eu falei na sala

-Desculpa, mas oque você falou foi muito idiota

Ele rir e arruma a alça da mochila em seu ombro

-Tenho que admitir que foi uma cantada muito ruim

Solto uma risada e percebo que ele não deve ser tão idiota

-Ja recebi piores

-Tenho pena de você

Agora nós dois gargalhamos e talvez ele se torne o meu primeiro amigo. Não falamos nada por alguns segundos e isso me da a oportunidade de observar os seus olhos, podendo ver que são castanhos e por conta do refletir do Sol parecer haver pequenos traços verdes

-Sou o Edward

Dou um sorriso e antes que eu consiga pensar em algo ele abre novamente a boca

-Não sou um vampiro

Outra gargalhada sai da minha boca e eu acho que por conta do meu som ele também sorrir

-Ah que pena. Eu iria gostar de me tornar uma

Edward da um passo a frente e assim coloca uma mecha solta do meu rabo de cavalo atrás da minha orelha, mostrando-me o quanto é bonito

-Quer sair comigo?

Eu deixo que os meus olhos encontrem o chão porque não quero que ele perceba o quanto estou triste

-Não posso

Digo e logo em seguida afasto a sua mão do meu rosto, deixando-o um pouco confuso

-Por que?

-Estou tentando esquecer um cara

Se eu for sincera talvez ele não insista

-Eu faço você esquecer esse babaca

Oque eu gostei nele é o fato de me fazer sorrir tão facilmente

-Acho que ninguém faz

Ele passa o braço por cima do meu ombro e assim nós começamos a andar em direção ao ginásio

-É oque vamos ver, boneca



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...