História Atrás da mascara - Capítulo 67


Escrita por: ~

Exibições 121
Palavras 853
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


como não tive tempo de postar ontem hoje tem capitulo maior... boa leitura para vocês.

Capítulo 67 - Disputas por autoridade


Fanfic / Fanfiction Atrás da mascara - Capítulo 67 - Disputas por autoridade

- aqui não e seguro vamos ate meu acampamento – ele disse serio e eu assenti, ele olhou para seus homens que nos encaravam – a dama vai ficar conosco e... Eu sugiro que vocês mantenham distancia dela.

Girei a faca entre meus dedos e sorri para eles... e vi a cara de pânico dos grandes homens.

Começamos a andar através das matas permaneci um pouco atrás para não deixa-los desconfortáveis... ou talvez para não olhar para Robin Hood e lembrar do meu Adrien.

- li muito sobre você nos livros – me surpreendi quando Robin Hood disse ao meu lado – sempre quis conhece-la, quase não acredito que esta acontecendo... Parece meio patético mais eu procurei você durante muito tempo...

Senti meu coração apertar... Como seria se eu nunca tivesse conhecido o Adrien, Ser condenada a não encontrar o amor... Sem poder nem mesmo consegui olhar para outra pessoa.

- Robin Hood... – disse indecisa.

- por favor me chame de Robin – ele disse sorrindo gentil.

Assenti quase impercebível e olhei para minhas mãos... mais levantei o rosto quando um dos grandes homens correu ate nos.

- a carruagem do rei vai passar por nos em menos de dois minutos – ele disse e Robin sorriu diabolicamente enquanto puxava o capuz.

- então as historias são mesmo verdadeiras... – ele olhou para mim e eu me interrompi – quer dizer... oque vocês vão fazer.

- o rei esta levando todo o dinheiro do povo para bancar suas festas e luxos... Vamos pegar esse dinheiro e devolver ao povo – ele disse preparando seu arco mais se interrompeu olhando para mim – não saia daqui...

Olhei para ele antes de puxar meu capuz e preparar uma flecha.

- quem disse que você manda em mim – disse indo ate o outro homem que vigiava a estrada – qual e o plano de vocês...

- você não vai participar disso, você vai ficar escondida – Robin me fuzilou com o olhar – não e só por que você derrubou esses patetas que vou deixar você arriscar sua vida contra a guarda do rei.

Olhei mais uma vez para a carruagem se aproximando. Puxei a corda do arco e atirei uma flecha, ela atingiu a roda da carruagem que saiu rodando pela estrada.

- quem disse que preciso de sua autorização – disse calma – os guardas não vão saber onde a roda foi parar nem oque aconteceu e como esse tipo de carruagem não tem rodas extras vão ficar olhando uma para o outro ate o rei ser obrigado a sair da carruagem e dar a ordem para um dos guardas pegar um cavalo e ir ate a cidade mais próxima para providenciar outra roda... oque será a melhor oportunidade que vocês terão...

Agradeci a Adrien por gostar tanto de filmes da idade media.

- o rei nunca sairá da carruagem muito menos dispensara um dos guardas – olhei para ele calma e depois para os guardas que olhavam em volta procurando a roda.

- você seu imprestável pegue um dos cavalos e vá providenciar outra roda imediatamente – o rei gritou alguns minutos depois.

Apontei para a cena e sorri.

- Luís John o mesmo plano de sempre peguem tudo de valor – Robin disse olhando para seus homens e depois virou para mim – você já fez o bastante fique aqui escondida.

Revirei os olhos, pendurei meu arco no ombro sentei numa pedra cruzando os braços. Depois de alguns minutos que eles tinham saído em direção a carruagem ouvi passos rápidos vindos em minha direção não podia ser eles, preparei meu arco e me escondi atrás de uma arvore. Depois de alguns segundos consegui ver através da fresta da arvore que era o rei correndo tentando fugir. Esperei ele chegar perto o bastante e coloquei o pé para fora da arvore, ele caiu com o rosto todo na terra. Apontei meu arco assim que ele tentou levantar ele começou a resmungar palavrões que não imaginei que já existissem.

Depois de alguns minutos Robin, Luís e John voltaram resmungando sobre não terem conseguido pegar a coroa. Assim que chegaram perto e viram o homem gordo no chão Robin largou a bolsa de moedas no chão e olhou para mim.

- encontrei isso tentando fugir pertence a vocês – disse e Robin sorriu.

Depois de pegarmos a coroa e todas as roupas do rei o abandonamos amarrado em uma arvore apenas com suas roupas de baixo.

Voltamos a andar, Robin estava ao meu lado e seus homens mais para frente com os sacos de joias. Enquanto ele olhava para estrada eu não conseguia tirar meus olhos dele... como era possível.

- eu quero me desculpar... – olhei para Robin que chutava um pequena pedra pela estrada – eu li muito sobre você a guerreira corajosa... E eu sei que a luta esta no seu sangue tanto quanto esta no meu mais... Podemos ter nos conhecido agora mais eu não queria vê-la machucada...

Nesse momento Adrien me veio à mente falando que preferia enfiar um faca em seu coração ao ver um pequeno aranhão em mim... Como eles podiam ser tão iguais mesmo tendo quatro séculos de diferença. Olhei para Robin e sorri garantindo que estava tudo bem.

 


Notas Finais


oque vocês estão achando, espero que vocês estejam gostando tanto quanto eu estou de escrever.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...