História Atrás das Paredes - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Casa de Cera (House of Wax), Brinquedo Assassino
Personagens Personagens Originais
Tags Automutilação, Brahms, Greta, Heelshire, Mei Greta, O Boneco Do Mal, Romance
Exibições 18
Palavras 808
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Como visto no capítulo anterior, Mei estava decidida de ser babá do garotinho Brahms.

P.S: Desculpas por demorar pra postar...

Capítulo 2 - Família Heelshire


Fanfic / Fanfiction Atrás das Paredes - Capítulo 2 - Família Heelshire


"Olá Brahms, eu sou a Mei. Espero que possamos ser amigos."

                         

                              (...)


Depois de alguns dias de eu ter falado com o Senhor e a Senhora Heelshire pelo telefone, estou indo em direção a casa deles para conhece-los e o garotinho que eu vou cuidar que se chama Brahms.

Demorou um pouco para chegar, aonde eles moram fica afastado de tudo e de todos no meio da floresta.
Chego e paro o meu carro em frente a enorme casa. Parecia um castelo antigo daqueles dos contos de fadas, ou então só um castelo macabro mesmo. Mas não, era uma casa que parecia ter sido construída a muito tempo.
Enquanto olho para cima admirando toda aquela casa antiga sinto que alguém me observa... Deve ser só impressão minha.

Subo os degrais da escadaria que levam até a porta e assim bato nela três vezes.
Escuto alguns barulhos meio fortes vindo do lado de dentro da casa, como se estivessem arrastando algo.
Depois de alguns minutos uma Senhora bem vestida abre a porta.

- Você deve ser a nova babá. Srta. Evans, certo? Prazer, eu sou a Sra. Heelshire.
- Sim, prazer.  -   ( Começo a tremer um pouco, sinto vergonha quando conheço pessoas novas, fico pensando se vão gostar de mim ou se vão me achar estranha como sempre... )

A Sra. Heelshire me conduz a entrar dentro da casa que realmente parecia um castelo. A primeira vista que eu tinha era de um enorme tapete com uma estampa florida aos lados em frente a porta de entrada.

-   Que lindo! (digo admirando aqueles quadros antigos, estátuas gregas..)
-   Essa casa foi construída a muito tempo, gastamos uma quantidade imensa de dinheiro para compra-lá. - diz ela começando a subir as escadas. - Vou lhe apresentar o Sr. Heelshire.

-   Sabe, o Brahms pode ser muito brincalhão às vezes, e ele também é muito tímido... - Ela diz enquanto subiamos as escadas. - As vezes ele pode parecer agressivo, mas é tudo para proteger quem ele gosta.

Depois de chegarmos ao segunda andar da casa ela abre uma porta onde deveria ser uma outra sala onde o Brahms ficava.

-  Papai -  a Sra. Heelshire o chama.  -  Essa é a Srta. Evans, a nova babá do Brahms.

O Sro. Heelshire se levanta do lado da poltrona que ele estava abaixado falando com alguém para me cumprimentar. Como a poltrona estava de costas eu não vi com quem ele estava falando, mas devia ser o Brahms. Ele usa um paletó azul.

-  Muito prazer Srta. Evans, eu sou o Sro. Heelshire, ficamos muito felizes por temos encontrado uma babá pro nosso filho Brahms... - Sr. Heelshire para de falar bruscamente e começa a olhar para o chão pensativo e logo depois me olha e termina de falar. - Espero que se sinta bem aqui. - Ele da um sorisso generoso, mas ele parecia eufórico e apreensivo demais, ele e a Sra. Heelshire.

- Esta na hora de você conhecer o Brahms. -  Diz a Sra. Heelshire olhando pra mim e logo em seguida pro Sr. Heelshire.

A Sra. Heelshire com a ajuda do Sr. Heelshire eles viram a poltrona.
Não acreditava no que estava vendo, era um boneco de porcelana parecido com um garoto de 9 anos, ele usava uma roupa social.
- Mei Greta, esse é nosso filho Brahms  -  Diz a Sra. Heelshire com um sorisso.

- Isso é sério? - Pergunto enquanto começo a rir, sinceramente eu não aguentei. Eles querem que alguém fique cuidando de um boneco?
Paro de rir quando eu percebo que eles me olham de uma forma estranha, como se estivessem com medo ou chateados por eu estar zombando do "filho" deles.

-  Desculpe  -  Digo me aproximando da poltrona onde estava Brahms.  -  Olá Brahms, eu sou a Mei. Espero que possamos ser amigos.  -  Tento dar um sorisso.

-  Srta. Evans, precisamos conversar sobre algumas coisas em relação ao Brahms e as regras.  -  A Sra. Heelshire diz enquanto pega o Brahms da poltrona que estava sentado a minha frente.  -  Papai, enquanto converso com a Srta. Evans o que acha de buscar os ingredientes para o almoço?

Ela da uma olhada meio estranha pro Sr. Heelshire, enquanto ele em seguida faz que sim com a cabeça e saí nos dizendo um "até logo".

Eles agem como se estivessem ansiosos, com medo, ou só uma euforia porquê eles agora tem uma babá para cuidar do seu "filho".
Imagino que deve ser muito ruim pra eles ficar nesse estado, acho que Brahms deveria ter sido um filho deles que morreu e eles cuidam do boneco como se fosse ele.
Isso é triste e ao mesmo tempo peculiar.
Mas pensando bem quem sou eu pra falar? Eu sou tão estranha quanto à isso.

E novamente aquela estranha sensação de estar sendo observada...


Notas Finais


Eles se conhecem e Mei descobre que Brahms não é um garotinho, e sim um boneco.
Ela sente que esta sendo observada, será que nessa casa só tem o casal Heelshire, a Mei e o boneco?

Obrigada por lerem. Até a próxima! :)

Me Twitter: https://twitter.com/meitachibana0

Meu Tumblr: https://www.tumblr.com/blog/meitachibana8


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...