História Através dos Anos - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Kuraita, Narusasu
Visualizações 163
Palavras 1.378
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi!

Desculpem a demora para atualizar, mas as últimas semanas foram bem corridas lá na minha empresa e eu não tive tempo de entrar no site, vou atualizar todas as minhas histórias aos pouquinhos. Eu não sei como é o Natal no Japão, então vamos fingir que é igual aqui no ocidente.

Capítulo 10 - Papai Noel Não Existe?


Fanfic / Fanfiction Através dos Anos - Capítulo 10 - Papai Noel Não Existe?

15 de Dezembro, ano X15:

 

Kurama: 13, Itachi: 12, Naruto: 7, Sasuke: 6

 

            Os meninos andavam ansiosos de mãozinhas dadas, praticamente correndo shopping a dentro empolgados, queriam chegar logo ao local correto e fazer seus pedidos, Itachi sorria terno pela inocência dos pequenos, enquanto ria disfarçadamente do desespero de Kurama ao seu lado, que se escondia em seu capuz, não querendo ser descoberto caso encontrasse algum conhecido.

 

- Eu tenho mesmo que ir junto? – o ruivinho perguntou mais uma vez, querendo livrar-se da situação, porém achou melhor ficar quieto após ver a feição impaciente no rosto da mãe.

- É claro que sim, já falamos disso antes Kurama, chega de discussão. – a ruiva encerrou o assunto, seguindo seu caminho sem perceber os braços cruzados e o rosto emburrado do mais novo.

- Chegamos meninos. – Mikoto falou, sorrindo ao ver os dois pequenos correrem até a fila ansiosos, seguindo-os logo atrás com o restante dos outros integrantes do grupo. Quando finalmente chegou a vez dos meninos, Naruto foi colocado no colo do homem.

- E o que você quer meu filho? – o velhinho perguntou e o sorriso no rostinho da criança se alargou.

- Papai Noel, eu quero um cachorro. Ah e um montããããão de lámen só pra mim. – o loirinho falou, abrindo os braços, fazendo o homem rir do pedido inusitado da criança, que sorriu abertamente ao tirar uma foto com o “bom velhinho”. Logo foi a vez de Sasuke, que ficou acanhado logo após ser colocado no colo do homem.

- E você meu filho? – o velhinho perguntou e o menino abaixou a cabeça, com o rostinho corado, olhando choroso para a mãe, que o incentivou.

- E-eu... quero... um abraço do Papai Noel. – o moreninho falou, com o rostinho pintado em vermelho, torcendo as mãozinhas nervosamente e o homem sorriu, atendendo o pedido do menino e dando-lhe um abraço apertado.

- Não tem mais nada que queira? – o homem perguntou e o menino olhou de relance para o pequeno Uzumaki conversando empolgado com o irmão e ficou ainda mais vermelho, sussurrando no ouvido do velhinho, que sorriu, assentindo e Kurama quase teve um infarto quando sua mãe o chamou para sentar no colo do velhinho, o que ele negou efusivamente, porém acabou atendendo à ordem da ruiva após o olhar cortante da mesma, o grupo só foi embora quando todos já haviam tirado suas fotos com o “Papai Noel”, inclusive as mulheres.

 

_____     x    _____

 

20 de Dezembro, ano X15:

 

Kurama: 13, Itachi: 12, Naruto: 7, Sasuke: 6

 

- KURAMA! – Naruto entrou correndo no quarto do irmão, o rostinho banhado em lágrimas e pulou no colo do mesmo, que estava atirado em sua cama – Kiba falou que o Papai Noel não existe, não é verdade né? – perguntou suplicante, o ruivo suspirou, sentando-se na cama com o menor.

- Bom Naru, já está na hora de você saber da verdade. Não, o Papai Noel não existe, quem compra os presentes são o papai e a mamãe, eles colocam embaixo da árvore quando a gente vai dormir. – o maior falou, percebendo o lábio alheio tremular e o pequeno abrir o berreiro, o que o fez suspirar, irritado, porém ainda assim abraçar o pequenino, consolando-o, não era uma notícia fácil para o pequeno Uzumaki sonhador.

 

_____     x    _____

 

- Que foi otouto? – Itachi perguntou, abaixando-se à altura do menor com os olhinhos lacrimejantes.

- Itachi, é verdade que o Papai Noel não existe? – o menor perguntou receoso e o outro olhou-o surpreso pela pergunta repentina.

- Quem te disse isso Sasu? – o mais velho perguntou preocupado, ouvindo seu irmãozinho fungar.

- Kiba. – o menor respondeu tristonho.

- O menino que implica com você? – o maior perguntou, recebendo um aceno positivo.

- Ele disse que o Papai Noel não existe e que só bebezinhos acreditam, eu não sou um bebezinho, não é nii-san? – o menor perguntou e o outro puxou-o para um abraço.

- Não otouto, você não é um bebezinho, você é o meu pequeno guerreiro. – respondeu, notando os olhinhos negros brilharem e um sorriso genuíno surgir no rostinho do menor, que logo se desmanchou.

- Mas e o Papai Noel? – o pequeno Uchiha perguntou e o maior suspirou.

- Não acredite em tudo o que te falam otouto, esse menino só falou isso pra te incomodar. – Itachi respondeu, notando o sorriso que tanto amava voltar a surgir no rostinho do menor.

- Então é mentira? Papai Noel existe mesmo? – o menor perguntou e o mais velho sorriu, concordando com a cabeça, recebendo um grande abraço por parte de seu pequeno, que saiu correndo do quarto, precisava contar à Naruto a novidade, dizer que Kiba havia lhes mentido, afinal seu nii-san nunca mentia. Itachi sentiu-se mal em mentir ao seu pequeno, mas aquela inocência do menor era tão linda que ele não teve coragem de acabar com as ilusões do mesmo, bom, apesar de tudo, era uma mentira bondosa, não é?

 

_____     x    _____

 

24 de Dezembro, ano X15:

 

Kurama: 13, Itachi: 12, Naruto: 7, Sasuke: 6

 

            Já era noite e os pequenos estavam no quarto, deitados na cama do Uchiha, o qual eles dividiam sempre que o loiro dormia em sua casa, Sasuke estava ansioso, faltavam poucos minutos para a meia noite e ele não conseguia pegar no sono, ansioso demais pela chegada do Papai Noel.

 

- Naru... – cutucou o loirinho ao seu lado, que esfregou os olhinhos, abrindo-os sonolento – Eu não consigo dormir. E se o Papai Noel ficar bravo porque eu não dormi e não deixar os presentes? – o moreninho perguntou com medo e o mais velho o fitou sem saber o que responder, Kurama havia lhe dito a verdade, porém seu amigo havia chegado tão feliz lhe dizendo que seu irmão havia dito que as palavras de Kiba eram mentira, que o loirinho não teve coragem de lhe falar a verdade.

- Tá tudo bem Sasu, é só você não ir lá na sala, que o Papai Noel não fica bravo com você. – mentiu, porém parecia não ser o suficiente para o menor, que o encarava amedrontado.

- Mas e se ele ficar? – o menor sussurrou, como se tivesse medo que o Papai Noel o ouvisse e o maior suspirou, envolvendo-o em um abraço.

- Então tenta dormir. – o mais velho falou e o moreninho pensou em contestar, porém resolveu ficar quieto e afundou o rostinho no corpo do maior, sentindo seu cheirinho, que deixou-o confortável e sonolento, nem notou quando pegou no sono.

 

_____     x    _____

 

25 de Dezembro, ano X15:

 

Kurama: 13, Itachi: 12, Naruto: 7, Sasuke

 

            Abriu os olhinhos sonolento, notando os raios de sol adentrarem o quarto de paredes azuis de seu amigo e sorriu, balançando-o, até que o mesmo abrisse os olhinhos, fitando-o interrogativo, até lembrar-se que dia era e pular, saindo correndo do quarto ainda de pijamas, junto com o loirinho, chegando na sala, já encontrando os pais e os irmãos, pulando nos mesmos, abraçando-os.

 

- Naru, Papai Noel veio, você viu? – Sasuke falou feliz, dando pulinhos, olhando empolgado para os presentes embaixo da árvore e o loirinho sorriu.

- Eu falei que ele viria, não falei? – Naruto respondeu, vendo o menor correr até a árvore e viu seu irmão fitá-lo interrogativo, sorriu, dando uma piscadela para o ruivo, que sorriu de lado, entendendo e correspondendo o ato do loiro.

- Olha Naru, é pra você. – o moreninho falou, estendendo um presente endereçado ao loiro, que abriu-o, sem se importar em rasgar o papel que o envolvia, deparando-se com um cachorrinho de pelúcia, que o fez sorrir, não era exatamente o que queria, porém era melhor do que nada – Que lindo. Você ganhou o que tinha pedido.

- É. Mais ou menos. E você tinha pedido o que Sasu? – o loirinho perguntou, vendo o menor arregalar os olhinhos e ficar vermelho.

- N-nada demais. – o menor respondeu envergonhado, nunca falaria a Naruto seu verdadeiro pedido ao Papai Noel.

 

Flashback on:

 

 - Não tem mais nada que queira? – o homem perguntou e o menino olhou de relance para o pequeno Uzumaki conversando empolgado com o irmão e ficou ainda mais vermelho, sussurrando no ouvido do velhinho.

- Quero ficar pra sempre com o Naruto.

 

Flashback off

 

            Sorriu envergonhado, não precisava de mais nada, se tivesse aquele presente já estaria satisfeito. 


Notas Finais


Logo continua.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...