História Attack on titan: college days - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Annie Leonhardt, Armin Arlert, Bertolt Hoover, Connie Springer, Dot Pixis, Eren Jaeger, Erwin Smith, Grisha Yeager, Hange Zoë, Hannes, Historia Reiss, Jean Kirschtein, Levi Ackerman "Rivaille", Marco Bott, Mikasa Ackerman, Mike Zacharius, Mina Carolina, Oluo Bozado, Petra Ral, Reiner Braun, Sasha Braus, Ymir
Tags Beruyumi, Colégio, Comedia, Eremika, Romance, Shingeki No Kyojin, Springles
Visualizações 87
Palavras 1.264
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei de novo ( e como sempre nada pra falar)

Capítulo 11 - Sequestro


Berthold POV


Eram 22:30,Nós tinhamos acabado de entrar de férias, e já tinhamos planejado muitas coisas pra fazer, mas antes da nossa diversão aconteceu algo estranho.

- vamos nessa ymir - digo subindo na moto e chamando ymir.

- vamos rápido - ela diz subindo na moto e fomos até a casa do armin.

Nós chegamos e descemos da moto e vimos q tinham muitos carros fomos correndo até a porta.

- armin - ymir diz batendo na porta.

Marco abre a porta e vemos q todos os nossos amigos já tinham chegado e fomos os últimos.

- oq aconteceu cara? - pergunto entrando na casa dele q era grande.

- a historia... Foi sequestrada - ele diz chorando com connie e eren tentando acalmar ele.

- Q? - ymir pergunta gritando.

- ontem nós fomos jantar fora e quando estavamos indo embora apareceram uns 5 caras, me bateram e levaram ela pra dentro de um carro - ele diz chorando.

- vc pegou a placa? - pergunto tentando acalmar ele.

- não consegui ver, eu tinha apanhado demais e tava com a visão embaçada - ele diz passando a mão nos olhos.

- vamo tentar localizar o celular dela - sasha diz pegando o celular.

- eles já devem ter pegado o celular e jogado fora ou outra coisa - diz reiner levantando.

- não custa nada tentar - sasha diz mexendo em alguns aplicativos no celular.

- e como vc vai conseguir localizar? - annie diz se levantando do sofá.

- eu tenho meus truques e... ACHOU - ela grita fazendo todo mundo olhar pra tela do celular dela q estava mostrando uma localização na tela.

- vamos chamar a polícia e mandar ir até esse lugar - diz jean levantando da cadeira e pegando o celular pra ligar pra polícia.

- até a polícia chegar pode ter acontecido qualquer coisa com ela - diz armin quase surtando.

- então vamos lá - diz eren indo até a porta.

- e se eles estiverem armado? - mikasa diz segurando eren.

- ah merda - diz eren soltando a maçaneta.

- se eles estiverem armados, eu tbm vou - diz reiner indo até a porta e saindo.

- oq esse louco vai fazer? - diz jean olhando pro reiner abrindo a porta do carro e pegando algo.

- eu tenho autorização pra usar isso - reiner diz entrando pra dentro da casa com uma pistola.

- tá de sacanagem? - digo olhando pra ele.

- to falando sério eu tenho autorização, eu treinava num estande de tiro - ele diz indo em direção à sasha.

- sasha vou ter q levar seu celular - ele diz pedindo o celular pra Sasha.

- VC VAI MATAR ELES? - sasha pergunta em pânico.

- não, Eu vou imobilizar eles e depois chamar a polícia - ele responde acalmando ela.

- então tá - sasha diz dando o celular pra ele.

- vlw sasha - ele diz indo até a porta.

- ae bróder, vc tem outra dessa? - pergunto antes dele ir.

- só tenho um canivete butterfly pq? - ele pergunta abrindo a porta.

- pq eu vou - digo abrindo a porta do carro.

- VC ENLOUQUECEU? - ymir diz segurando meu braço.

- relaxa eu vou voltar - digo beijando ela.

- toma cuidado - ela diz me olhando.

- não se preocupe - digo entrando no carro.

- cuidado - annie diz beijando reiner.

- vc ainda vai ter uma família comigo - reiner diz entrando no carro e fazendo ela chorar.

Reiner POV

nós estavamos quase chegando e eu estava com minha pistola preparada com silenciador.

- estamos chegando, pega o canivete ai no porta - luvas - digo enquanto dirijo.

- tenta não morrer hein - ele diz pegando o canivete.

Nós chegamos e era numa fábrica abandonada numa rua pouco movimentada e iluminada, eu ia entrando mas berthold me segurou.

- perae doido - ele diz me segurando antes de eu abrir a porta.

- pq? - pergunto preparando a minha arma.

- vamos tentar ver quantos caras tem - berthold diz abrindo um pouco a porta e vendo quantos deles tinham.

- e ai? - pergunto sobre oq ele viu.

- tem 7 caras mas só tem 2 armados com espingarda, e não vi a historia - ele responde olhando pela porta.

- merda - digo olhando pra baixo.

- acho melhor vc ficar quieta ai gracinha,vc é nossa primeira mercadoria de hoje,vc deve valer um preço bom - nós ouvimos um cara dizer rindo e provavelmente falando com historia.

 - um cara trancou ela numa sala - ele diz fechando a porta.

- olha, eu vou entrar e vou imobilizar os cara q tão armado, vc fica aqui se der merda me ajuda - digo preparando a arma.

- blz - ele responde segurando o canivete.

Eu entro dando 3 tiros no ombros de um dos q estavam com espingarda o derrubando e deixando imobilizado, o outro tentou me dar um tiro mas quando ele se aproximou dei um tiro no braço e 3 na pernas, os outros caras ficaram rendidos enquanto eu apontava a arma pra eles, eu peguei a arma dos q estavam imobilizados e jogando perto do berthold q tava escondido.

- quem se mexer eu mato - digo indo até  a sala q historia estava.

Eu dei um chute na porta arrombando ela e vendo historia amarrada com um pano na boca e com as roupas rasgadas.

- seu herói chegou - digo tirando o pano da boca dela e desamarrando a mesma.

- reiner - ela diz me abraçando.

- o armin ta preocupado,vamo bora- digo levando ela.

Quando saio me deparo com Berthold rendendo os caras com uma das espingardas.

- já liguei pra polícia - ele diz mirando num dos caras.

- vc não vai sair daqui vivo mesmo - aparece um cara atrás do Berthold apontando a arma pra ele.

- merda - berthold diz soltando a arma e se rendendo.

- vc tbm não - e não é q o armin apareceu atrás do cara rendendo ele com a outra espingarda.

- como q cê chegou aqui? - pergunto pra ele.

- eu segui vcs de carro com o eren - ele responde enquanto eren aparece vendo a cena.

- caralho, teve uma guerra aqui? - eren diz ao ver os caras baleados.

Ficamos cerca de 20 minutos esperando a polícia e quando chegaram explicamos tudo.

- vcs são heróis, esse caras traficam pessoas e sua amiga não seria a última nem a primeira - um polícial diz enquanto os outros estão prendendo os traficantes.

- eu quase reagi quando o cara me rendeu - berthold diz vendo armin e historia se beijando.

- q? Vc ta louco? - digo olhando pra ele.

- foi o instinto bróder,toma pega ae - ele diz me dando o canivete.

- fica com ele - digo devolvendo o canivete pra ele.

- pq? - ele pergunta pegando o canivete.

- pra lembrarmos desse dia - digo pegando o celular.

- o dia q a nossa amiga quase virou escrava sexual?- ele diz me olhando.

- não,o dia q eu fui o batman e vc o robin - digo rindo. 


 Chegamos na casa do armin meia noite e o povo ainda estava na sala nos esperando, nós abrimos a porta, o povo ficou feliz, explicamos tudo e blá blá blá.

- vcs conseguiram mesmo - diz annie me beijando.

- ninguém mexe com meus amigos... Menos eu - digo abraçando ela.


Notas Finais


Acabou rapaziada, mas relaxa pq ainda tem muito capítulo pela frente, até outro dia.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...