História Attraction - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Chouji Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Temari, Toneri Otsutsuki, Tsunade Senju
Tags Drama, Naruto, Revelaçoes, Romance, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Exibições 81
Palavras 1.057
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Josei, Lírica, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mais um capítulo pra vocês - mas antes - preciso dar um aviso para vocês. Estou começando outra história e já postei o primeiro capítulo dela, se puderem dar uma olhadinha e verem se gostam seria muito bom haha <3 ela é de Naruto também e com o tema SasuSaku, só que passa em um meio mais moderno e escolar. Não vou abandonar essa pra escrever a outra, mas como pretendo enviar mais histórias, pensei em já colocar o primeiro capítulo dela pra vocês verem se ficou bom ou não e se vão querer que eu continue. Espero que gostem!

Capítulo 13 - Em perigo


Fanfic / Fanfiction Attraction - Capítulo 13 - Em perigo

- Isso é pelo nosso amigo. – Disse um mercenário. – Você está nas nossas mãos rosadinha. – Com um último soco no queixo da Haruno, ela desmaia.

No mesmo momento, Sasuke corria desesperadamente no meio daquela floresta densa, pulava de galho em galho, tinha que chegar o mais rápido possível para impedi-los de machucar a amada. No meio de tantas cerejeiras não conseguia desviar a atenção dele, pensava em Sakura e imaginava as terríveis coisas que eles poderiam fazer com ela, a raiva percorria o seu corpo.

- Temos que prendê-la. – Disse um nukenin.

- Leve-a para um dos quartos e tranque, temos que deixá-la inconsciente, no momento em que ela acordar vai conseguir sair facilmente, por isso, um de vocês irá ficar na porta vigiando. Não temos mais tempo, façam isso agora. – Disse o líder.

- Entendido. – Disse os dois.

Caminhavam por aquele imenso corredor do esconderijo carregando-a nos ombros. Enquanto isso, o mandante da organização se livrava dos corpos dos dois anbus já mortos. O chão estava encharcado de sangue, a mancha daquele líquido vivo nunca sairia das pedras, marcas da luta ficariam para sempre naquele local.  

A rosada foi presa por algemas extremamente resistentes na cabeceira da cama de um dos quartos.

- O que o chefe está pensando? Temos que matá-la, ela não vai servir para nada.

- Claro que serve, será uma refém perfeita. Os esforços de Konoha chegarão e mostraremos para eles do que somos capazes, a nossa fama superará a da antiga Akatsuki, seremos temidos pelas cinco nações.

- E isso quer dizer mais dinheiro, entendi. – Disse rindo malicioso.

Saíram do quarto e a deixaram deitada na cama desacordada, completamente indefesa.

O Uchiha chegava na direção leste com o objetivo de salvar os companheiros, inclusive a garota dos cabelos rosas e dos olhos verdes claro. Parecia não cansar as pernas com tanta correria, as marcas dos pés dele marcavam profundamente nos galhos das árvores, não estava ligando se estava deixando rastros ou não, tinha que chegar lá de qualquer maneira.

No mesmo instante, Pakkun retornava a vila da folha e iria falar com Kakashi.

- Rokudaime. – Disse o animal.

- Quais são as notícias? – Falou o Hokage com a mesma voz calma de sempre.

- Sasuke chegou no esconderijo oeste, mas... – Antes que pudesse terminar de falar, Bull entra na sala e o avisa da situação de Sakura e os dois anbus.

- Rokudaime, Sakura está com problemas, os dois anbus foram mortos pelos quatro mercenários, eles a prenderam e pretendem usá-la como refém. – Disse com uma voz aflita, respirava rapidamente, havia corrido bastante para avisá-lo sem mais delongas.

- Quatro? Mas não eram cinco? – Falou Hatake confuso.

- Rokudaime, era o que eu estava para te falar. Sasuke foi para o esconderijo oeste e matou a única mercenária do grupo, mas antes dela morrer, ela o disse que o resto dos nukenins já sabiam da presença de Sakura e os dois anbus, por isso, ele foi até lá para ajudá-los.  

- Entendo. – Juntava as mãos como se estivesse pensando no que iria fazer, fechava os olhos e raciocinava qual seria a melhor opção para eles. – Mandarei reforços, Bull e Pakkun, peço que voltem para lá e me deixe informado, mandarei uma equipe. Por favor, antes de saírem chamem Shizune para mim.

- Entendido. – Disseram os dois animais.

Depois de alguns minutos, a kunoichi entra na sala.

- Kakashi-sama, me chamou?

- Sim, Shizune preciso que chame Kiba e Shino para mim, fale para eles que é urgente.

- Entendido. – Disse e se retirou da sala afoita.

Sasuke havia chegado no local, no meio da mata densa sabia que o esconderijo ficava atrás de uma enorme cachoeira. Andava com passos leves, teria que chegar despercebido, não tentaria nada no estado em que estava, havia ficado cansado e o chákra não estava no ápice para uma luta contra quatro assassinos de ninjas de elite.

Passou por aquela enorme queda d’água, molhando os cabelos e a capa preta que vestia. Caminhava atento escutando os ruídos do lugar, andava pelo enorme corredor da caverna procurando Sakura por todos aqueles quartos.  

O esconderijo era pouco iluminado e muito silencioso, as pedras cobriam o espaço e o deixavam com uma temperatura baixa, além de medonho. As portas feitas de uma madeira escura com uma pequena janela feita de grades, deixava possível ver por dentro dos cômodos sem precisar de entrar. Pensava em uma estratégia para sair de lá despercebido, sabia que não seria tão fácil salvá-la, provavelmente teria um nukenin de guarda.

Depois de longos minutos procurando pelo quarto, sente a presença de alguém em um corredor a esquerda – como os esconderijos de Orochimaru parecia um imenso labirinto aquele lugar – e se aproxima para analisar a situação.

Um homem alto de cabelos loiros encostado em uma das portas de madeira quase cochilava. Sasuke percebeu que havia a presença de outra pessoa, provavelmente Sakura.

O Uchiha lançou um genjutsu no nukenin e o deixou em um sonho criado por ele. O homem ficou parado, ainda encostado na porta, com os olhos fechados tremendo. O shinobi chutou-o e o deixou caído no chão enquanto socorria a rosada.

No momento em que abriu a porta, viu a kunoichi deitada na cama algemada. Ele a observou por alguns segundos, estava com raiva, ao mesmo tempo que sem reação. Quando voltou para a realidade, aproximou dela, pegou a Kusanagi e quebrou as algemas. A garota estava tremendo, havia ficado muito fraca, o rosto estava inchado devido aos socos, bem como cheia de cortes.

- Sasuke-kun... – Disse a Haruno com a voz fraca.

- Vai ficar tudo bem. – Ela fechou os olhos novamente.

Enquanto isso, Kakashi avisava Kiba e Shino sobre a missão. Tinha que agir rapidamente, os reforços precisavam chegar o mais rápido possível antes que ocorresse mais problemas. Mesmo Sasuke voltando para ajudá-la, sabia que não seria o suficiente, havia subestimado aqueles mercenários, por isso, não se perdoaria se algo acontecesse com Sakura.

- Vocês já têm as coordenadas, preciso que cheguem no lugar o mais rápido possível, é uma questão de vida ou morte. Sakura está presa e pelo que soube o esconderijo fica atrás de uma cachoeira dentro de uma mata densa. Vocês precisam atacá-los separadamente, eles unem o chákra e fazem jutsus poderosos. Não os subestimem.

- Entendido. – Disseram.

- Sabem o que precisam de fazer, agora vão! 


Notas Finais


Obrigada por lerem <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...