História Auradon High - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Descendentes
Personagens Personagens Originais
Tags Contos, Descendentes, Histórias, Romance
Visualizações 12
Palavras 736
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capítulo curto, eu sei mas... Fazer o que ne?!

Capítulo 8 - Minha coroa vermelha


Releiam as páginas, o livro voltou a ser escrito! 

Abram seus baralhos, iremos jogar crokect... Segurem suas xícaras e também os chapéus e o mais importante não entrem na toca do coelho, ou terão suas cabeças cortadas! 

TIC TAC! TIC TAC! 

— estamos atrasados! Atrasados! Atrasados!  — gritava o coelho branco enquanto adentrava o castelo da rainha vermelha. 

— Olhem os relógios! Olhem os relógios! — Ele saltava entre os corredores, indo diretamente a um quarto luxuoso do palácio. A suíte confortável e espaçosa que havia no meio uma enorme cama, feita de ouro e cartas de baralhos. 

O relógio soou alto e a porta do quarto fôra escancarada fazendo duas garotas se assustarem e gritarem em uníssono, elas se entre olharam e depois viraram o rosto para o coelho que estava a frente da cama. 

— Vossa alteza, irá se atrasar para o primeiro dia de aula! — gritou o coelho com a voz um pouco trêmula. 

Um grunido foi ouvido e uma terceira pessoa se levantou, um garoto de 17 anos, corpo definido com marca de tanquinho, a pele branca e os cabelos que variam entre o vermelho e o castanho, ele bocejou e abriu os olhos preguiçosamente enquanto mais uma garota saia de dentro do lençol tocando a cabeça confusa. 

— Eu vou mata-lo! — Uma voz feminina ecoou e todos arregalaram os olhos de uma vez, a porta se escancarou novamente dessa vez atingindo o coelho branco que estava logo atrás dela, ele foi arremeçado pela janela com o impacto e a mulher entrou furiosa. 

— ERICK! — Gritou ela, enquanto as três garotas saiam nuas gritando pelos corredores. A mulher vestia um glorioso vestido vermelho, forrado de branco, detalhes em corações e um cetro dourado de ouro na mão, acima da cabeça uma coroa de coração e detalhes vermelhos combinando com o vestido. Sua maquiagem exagerada e a expressão séria faziam seus olhos vermelhos pegarem fogo, o rapaz olhou a mãe e se levantou rapidamente, vestia apenas uma cueca enquanto a mulher caminhava em sua direção. 

— Oh querido, você cresceu tão rápido! — Começou a falar olhando um guarda que rapidamente se abaixou para que ela sentasse em suas costas. 

— Me pergunto para quem você puxou... Assim... Bonito, inteligente... E totalmente incompetente!! — Ela o pegou pela orelha puxando pelo castelo indo diretamente a sala do trono olhando pela janela. 

— Ai! Ai! Mãe! Espera! Eu posso explicar! Eu não sei como aquelas filhas de alice apareceram magicamente no quarto! Eu fui dormi cedo como a senhora mandou! Eu juro! — gritava Erick enquanto a rainha de copas levantava sua cabeça na direção do reino de Auradon. 

— Você está perdendo a cerimônia de abertura! Seu cabeça oca! Onde estão os modos que eu ensinei a você??? Está vendo aquilo? É sua chance de ser Rei e está estragando com filhas daquela loira de farmácia? — A rainha gritava enquanto erick olhava a janela fixamente. O rosto do rapaz continuava cansado de ouvir aquelas palavras todo santo dia, ele queria ser o rei e só tinha duas coisas que o deixava longe daquilo, aquela maldita lei do rei fera e aquela maldita rainha branca. 

De repente o tom da sua mãe diminuiu e ele a olhou sem entender o motivo. 

— Vá lá e me orgulhe! — Disse Ela finalmente, tocando o ombro de Erick dando um aperto em seu músculo o fazendo se ajoelhar de dor enquanto o observava por cima.  — Ou... Vou corta sua cabeça!! 

Dito isso, ela se virou e foi embora, o ombro do rapaz estava doendo enquanto ele se levantou frustrado. 

— Droga de destino estúpido! — Ele levou as mãos aos cabelos, os jogando para trás de forma sexy enquanto dava um pequeno sorriso de canto olhando a janela.  — Quando isso tudo for meu... Não vai sobrar nenhuma dessas duas coisas que me impedem... Esse livro ta no papo! E quem sabe eu não posso me divertir um pouco com algumas “princesas”. 

Logo depois de se arrumar, ele já estava dentro da limousine para ir a nova escola. Sua mãe deu uma boa olhada e voltou a tormar o chá estendendo a mão junto de um lenço demonstrando que sentiria saudade. Logo o carro começou a se mover e o país das maravilhas ficou para trás, dando início ao caminho da floresta encantada e logo em seguida a escola de Auradon.













Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...