História Austrália - Marichat. - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Personagens Originais
Tags Marichat, Plakki, Romance
Visualizações 99
Palavras 736
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá,meus queridos leitores, obrigada pelos mais de 50 favoritos.
Agradeço também os comentários do capítulo passado.


Espero que gostem do capítulo de hoje.

Capítulo 41 - O plano de Lila.- parte 01



Narradora Online (     No vilarejo -  No hotel de 4 estrelas - Na chegada de Nathaneel e Lila ).

Enquanto o casal e o padre subiam as escadas da igreja depois do conflito com Nathaneel  e Lila  que tinha chegado no vilarejo para que o ruivo leve a Marinette á força para Paris, mesmo sendo contra a vontade dela.

~ *  Na frente do hotel - No meio da tarde - No estacionamento da frente do hotel.

Nathaneel estava furioso por perder a briga para um simples vaqueiro de um país de miséria, justo ele , um dos mais respeitavéis duques franceses de toda Paris , os seus ancestrais teriam vergonha por causa da derrota dele contra  aquele vaqueiro de quinta classe .
O ruivo desligava o carro em um silêncio mortal, quando ele se virou para observar a sua companhia que estava no banco ao lado delte dentro do carro dele , ele ainda estava furioso com a falta de apoio de sua amiga quando ele desligava o carro.
Lila ,por outro lado, viajava em sua imaginação,  que estava beijando aquele vaqueiro que havia rejeitado , ela parecia desligada do mundo , porque desde que colocou os seus olhos verdes olivas no vaqueiro que brigou com o seu amigo para defender o padre e a sua verdadeira princesa das  ofensas  do ruivo.

~ * * ~ 

__    Você bem que poderia me dar apoio  -   o ruivo começando a tirar  a morena do seu estado de transe   e olhando para ela com muita raiva dela.
__  Hum ?! -    a morena ainda no transe e ignorando o que o ruivo havia dito para ela.

__  Ah, como você é uma surda quando quer , Lila -   o  ruivo ofendendo a morena para tirar ela totalmente do transe.

__   Para me ofender quando eu falo do meu amor por Marinette, você já começa a me criticar  -  o ruivo dando um tapa na cara da morena porque não aguentou mais de irritação por causa da raiva que tinha pela morena.

__ Ai, ai , seu grosso  -   a morena saindo do seu estado de transe e sentindo   o tapa que o ruivo havia dado nela.

__   Ah,que bom ,  finalmente voltou á realidade  -   o ruivo falando  ironicamemente para a morena que passava a mão dela sobre  a marca do tapa que o ruivo havia deixado nela .

__  Seu idota  -   a morena começando a xingar o ruivo  -    Se o Chat estivesse aqui , ele , com certeza, ia dar uma surra em você -   a morena falando para o ruivo sobre o vaqueiro.

__  Ah, aquele protejo de gato que te rejeitou ?  -   o ruivo começando a rir da morena  -   Ele nem liga para vocês, porque  você fez papel de boba na frente  -   o ruivo lembrando   do comportamento da morena.

__  Apenas quis jogar o meu charme, eu sou mil vezes mais bonita do que aquela tonta da Marinette  -   a morena começando a justificar sobre o seu comportamento na igreja e julgando mais bonita do que a azulada.

__   Bonita ?!  -  o ruivo começando a rir do julgamento da morena -    Você é uma idiota   -  o ruivo xingando a morena.

__   E você , é um grosso  e mau educado  -   a morena contra - atacando o xingamento  do ruivo   e fazendo um gesto obsceno para ele  e depois dando uma pisada no pé dele.

__ Ai, ai ....  -   o ruivo sentindo a dor da pisada da morena em seu pé e  olhando furioso para ela.

__   Considere isso , o meu contra ataque pelo tapa que me deu -   a morena justificando o seu golpe  e  tirando o cinto de segurança para deixar o carro para ir em direção ao hotel.

__  Ah, sua.... , sua....   -   o ruivo   começando a querer matar a morena na frente do hotel  .

__  Vamos indo, seu palhaço ruivo  -   a morena xingando o ruivo e abrindo a porto do carro   para chegar na recepção do hotel .

~ * * ~ 


Nathaneel  estava no auge de sua raiva, desejando ter uma faca para matar a morena que enchia a sua paciência.

Lila bateu na porta do carro com violência,  recebeu um novo xingamento do ruivo, como resposta ,  a morena deu um novo gesto obsceno para o ruivo e começou a andar em direção ao hotel .


Notas Finais


Espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...