História Aventura Dimensional - Capítulo 14


Escrita por: ~ e ~EuShippoGDeTOP

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 8
Palavras 1.809
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem

Capítulo 14 - Explicações e Excitações


Chegamos no andar do nosso quarto, fomos andando ainda calados, Emily segurou meu braço e apertou com força, senti a corrente pulsando bem fraca em minha mão, mas ela ainda estava coberta pelos fragmentos. Chegando na porta do nosso quarto, Bianca a abriu e nos surpreendemos com ele, mesmo sendo um hotel simples, ele era arrumado e um pouco grande. Havia uma cama de casal e uma televisão grande em frente a ela, também tinha algumas cômodas ao lado da cama com um abajur.

- Até que enfim uma cama! - Emily se jogou na cama e abraçou um dos travesseiros. - Estou exausta, meus pés já não aguentam mais.

- Acho que deveríamos tentar falar com eles antes de relaxarmos, deve estar acontecendo algo pôr aqui que não sabemos. - Disse Bianca próxima a cama, parecia estar resistindo para não se jogar nela também.

- O cheiro deles está bem forte, eles com certeza estão pôr aqui. - Disse tentando resistir a cama, me apoiei na parede ao lado dela para descansar um pouco. - Poderíamos esperar eles saírem para falarmos com eles.

- Irei tentar falar com eles agora, podem tentar fugir depois de ter nos visto na loja. - Bianca voltou a porta e a abriu. - Você vem comigo Niero?

- Sim. - Fui para a porta e depois me virei para falar com Emily, mas ela já estava dormindo, preferi não incomodá-la.

Fomos para a porta do quarto doze, o quarto que a senhora nos contou que eles estavam. Bianca bateu na porta e depois de alguns segundos ouvimos uma voz.

- Quem é? - A voz era semelhante ao do garoto.

- Serviço de quarto! - Disse Bianca mudando um pouco a voz.

Assim que a porta foi aberta, fomos surpreendidos pôr ele com uma estaca de madeira em mãos avançando em nossa direção, ele estava com a mão esquerda enfaixada e o punhal na mão direita.

- Como vocês nos acharam!? - Ele apontou o punhal para nós, ele estava de costas para a porta, conseguia ver a garota na cama tentando se esconder.

- Segui seu cheiro pelo sangue que você deixou em minha armadura. - Disse apontando para a mão enfaixada dele.

- Nós não queremos brigar, queremos saber o que está acontecendo aqui, sou uma vampira como vocês. - Disse Bianca tentando se aproximar dele. - E o Niero é um lobisomem, esse punhal não funcionaria contra ele. - Ela levantou as mãos mostrando que estava desarmada.

- Você é um lobisomem? - Ele esticou o punhal em minha direção.

- Sim, na verdade sou apenas metade, minha mãe era humana, acabou que não tenho os mesmos poderes de um lobisomem. Mesmo se fosse prata não iria me matar instantaneamente. - Dei um sorriso torto.

- Os outros vampiros te contrataram não foi? - Ele ainda estava em guarda, iria nos atacar se fizéssemos algum movimento em falso.

- Não! Nós viemos aqui em uma outra missão. - Disse tentando confortá-lo. - Mas nós não queremos ela, apenas queremos entender o que está acontecendo aqui para poder ajudar.

- Nós não sabemos nem quem você é! Pôr que deveríamos aceitar sua ajuda!? - Ele deu um passo em minha direção e colocou o punhal em meu pescoço.

- Shin! - Gritou a garota que estava na cama. - Eles talvez possam nos ajudar. - Disse ela com a voz baixa, mas eu ainda conseguia ouvi-la. - Eles não tem cheiro de nada perigoso. - Shin me encarava como se fosse enfiar o punhal em minha garganta a qualquer momento.

- Tudo bem. - Ele afastou o punhal, mas ainda me encarava com frieza. - Mas apenas um movimento em falso e irei atacá-los sem hesitar. - A sua expressão me deixava assustado.

- Podemos conversar ai dentro? - Perguntou Bianca.

- Entrem. - Shin ficou do lado de fora enquanto entrávamos, ele olhou se não havia mais alguém do lado de fora, entrou e trancou a porta.

- O que vocês querem saber? - Perguntou a garota, agora ela estava diferente, com cabelos negros e seus olhos também. - Vocês parecem diferentes do que já encontramos.

- Nós não somos daqui. - Disse Bianca se aproximando dela. - Somos de outra dimensão.

- Outra dimensão? - Shin falou espantado.

- Meu nome é Bianca, esse é Niero, nós estamos procurando pessoas que possam nos ajudar em uma guerra que está pôr vir, talvez mais rápido que desejamos. - Ela encarava a garota, até que ela respondeu.

- Meu nome é Samanta, esse é o Shin, nós estamos fugindo de outros vampiros. - Ela desviou o olhar.

- De outros vampiros? - Perguntou Bianca confusa. - Achava que todos os vampiros estavam em paz entre si em todas as dimensões.

- Nós não sabemos nada sobre isso, nem ao menos sobre outras dimensões. - Disse Shin se aproximando de Samanta. - É até difícil de acreditar nisso.

- Então farei uma demonstração.

Fiz um portal pequeno próximo de mim e um outro mais distante, passei meu braço pelo que estava próximo e ele apareceu do outro lado, eles fizeram uma cara de espanto. Removi meu braço do portal e mostrei que ele ainda estava inteiro. Mesmo surpresos, agora pareciam acreditar em nós.

- Então vocês são realmente são de outra dimensão? - Perguntou a garota surpresa.

- Sim, mas só ele tem esses poderes. - Disse Bianca. - Estamos viajando com ele.

- E aquela outra garota. - Perguntou Shin. - Ela também está com vocês?

- Sim, Emily, ela é minha súcubos. - Disse um pouco envergonhado.

- Súcubos? - Perguntou Sam.

- É como se fosse uma serva que faz um pacto com o mestre, no caso Niero é seu mestre. - Após Bianca explicar eles pareciam envergonhados.

- Serva? - Shin parecia muito mais envergonhado que Sam.

- É uma longa explicação. - Disse tentando mudar de assunto. - Pôr que os outros vampiros estão atrás de vocês?

- Eles me querem. - Sam disse me olhando. - Eu tenho um sangue especial, bem diferente dos outros.

- O que tem de tão especial? - Perguntou Bianca, ela parecia interessada.

- Não sabemos ao certo, mas ela é bem mais poderosa do que qualquer um. - Shin deu um sorriso para ela e colocou a mão em seu ombro.

- Um dia quero ver se esse poder é realmente tão forte. - Bianca sorriu para ela. - Talvez algum dia possamos lutar juntos.

A corrente começou a pulsar bem forte em minha mão, ela acabou fazendo com que os fragmentos saíssem dela e ela se tornou visível. A corrente estava atravessando a porta, mas não parecia estar esticada, percebi que o alcance dela estava bem maior que o primeiro dia.

- O que é isso? - Sam perguntou assustada.

- É a corrente do pacto, precisamos ir agora Bianca! - Fui em direção a porta e a destranquei.

- Tem algo de errado? - Shin perguntou também assustado.

- Nem tão errado assim. - Bianca disse enquanto andava até a porta. - Até mais!

Saímos do quarto deles e eu já me sentia muito excitado, precisava me encontrar com Emily logo, havia estranhado a corrente não ter pulsado o dia inteiro, mas não esperava ficar tão excitado depois de muito tempo. Fomos para o nosso quarto e quando cheguei lá, Emily estava virada para cima com um vibrador em sua vagina, havia uma caixa ao lado da cama com várias outras coisas em formatos estranhos. Fui em direção a Emily enquanto Bianca fechava a porta e comecei a beija-lá, eu já estava muito excitado e a corrente não parava de pulsar.

- Acho melhor eu… - Bianca estava olhando a gente, percebi que estava envergonhada, mas estava tão excitado que apenas puxei ela e a beijei.

Joguei ela na cama ao lado de Emily e comecei a rasgar sua roupa, ela tentava resistir, mas eu estava mais forte que ela. Emily a beijou, fiquei surpreso ao ver aquilo, mas estava muito excitado para pensar em algo.

- Ni! - Bianca gritou, acabei me assustando e parei em cima dela, Emily também havia parado. - Eu… - Ela me encarava ofegante, até que avançou em mim e me beijou também.

Me deitei entre elas, desfiz minhas roupas depois de ter rasgado as de Bianca, Emily já estava sem e começou a esfregar seus peitos em meu braço e segurou meu membro enquanto eu beijava Bianca.  Emily começou a descer seus beijos e Bianca a acompanhou, até que ambas estavam entre minhas pernas e começaram a me lamber, as vezes também se beijando. Depois de um tempo me segurando, acabei gozando nelas, Emily começou a beber e depois deu para Bianca, mas acabaram as duas meladas. Emily deu um sorriso pra mim depois de lamber o que ainda tinha em mim.

- Você gozou tanto agora, você gosta tanto de fazer isso com duas? - Ela sorria para mim enquanto dizia, mas a corrente ainda pulsava e eu ainda queria mais. Emily subiu para mim enquanto Bianca continuava me chupando.

- Emily, posso colocar agora? - Perguntei quando ela estava beijando meu pescoço.

Percebi ela se ajeitando em minhas pernas, Bianca veio para o meu lado e coloquei meu dedo dentro dela, Emily sentou em cima de mim e senti meu membro sendo apertado, ela soltou um gemido alto. Bianca começou a se beijar enquanto Emily se movia e gemia, Bianca olhou para mim ofegante e se sentou ao meu lado.

- Não aguento mais! - Ela passou as pernas pôr cima da minha cabeça e se sentou, sua vagina estava molhada em meu rosto, comecei a lambê-la e ela gemeu.

Emily começou e se mover mais rápido, Bianca e Emily estavam ficando cada vez mais molhadas, chegou um momento que eu não aguentei mais e acabei gozando dentro de Emily, ela deu um grito e depois se jogou ao meu lado. Bianca não saia do meu rosto e começou a beber o que ainda estava saindo. A corrente havia parado de pulsar e Emily estava exausta, mas eu continuava excitado. Bianca deitou em cima de mim e me colocou dentro dela, ela soltou um gemido e começou a me beijar. Emily pegou minha mão e colocou dentro dela, Bianca se movia cada vez mais rápido e ela era mais apertada que Emily, acabei gozando mais rápido dentro dela.

Depois de tudo isso, me sentia exausto, além de não ter dormido, acabei fazendo muita coisa de uma só vez, sentia que estava vazio, mas continuava duro dentro de Bianca, até que consegui sair dela e ainda estava gozando. Abracei elas e dei um beijo em cada umas, eu estava prestes a dormir de exaustão, mas consegui ouvir elas dizendo algo para mim.

- Eu te amo. - Falaram juntas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...