História Aventuras na Faculdade - Capítulo 70


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers, Fairy Tail
Personagens Ayato Sakamaki, Cana Alberona, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Hibiki Lates, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Mavis Vermilion, Natsu Dragneel, Reiji Sakamaki, Rogue Cheney, Shu Sakamaki, Sting Eucliffe, Subaru Sakamaki, Yui Komori, Yukino Aguria, Zeref
Exibições 35
Palavras 2.562
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Ecchi, Famí­lia, Festa, Harem, Hentai, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 70 - Por trás de tudo


Casa dos Sakamaki- 19:55

Ayato POV on

"Hoje muitas coisas aconteceram. Conhecemos a Wendy e a verdade por trás do seu "acidente" que a fez sair da Universidade e ficar afastada por um bom tempo. Ela está na casa do Zeref e para não deixar ninguém desconfortável e numa situação estranha, Mavis também foi pra lá. Agora os três estão morando juntos, isso até Laxus e Jellal voltarem, aí ela vai ter que morar com a Ivie ou algum remanejamento será feito. Agora, se você pergunta: por que ela não foi morar com a Ivie de uma vez? A escolha foi da Wendy mesmo, ela se sente mais segura com Zeref, também ne.. Depois do que ele fez para defendê-la. 

Bom, agora eu estou me trocando. Hoje a noite, iremos para o apartamento do Gray, ler uns arquivos que Igneel descobriu para nós. Não sei exatamente do que se trata mas eu faço uma boa ideia. A Ivie disse que é importante estarem todos juntos. 

Falando em todos juntos, o que foi a dicussao do Laito e da Ivie? Eles andam brigando bastante. O Laito está ficando meio possessivo com ela, e olha que de possessividade eu entendo hein. Mas tem algo mais, ele está estranho. Hoje não agiu normal o resto do dia depois daquele incidente da Hissui. Isso porque Shu ainda me contou o que houve pouco antes deles virem ao nosso encontro. A Hissui está abusando muito. Mas o que a Ivie disse tocou-a de uma forma que eu me impressionei. Novamente presenciamos um momento bonito vindo da Ivie. 

Sinto que estou sendo observado e olho em volta. Vejo dois grandes olhos me analisando, na porta. 

Ayato- panqueca.. Já está pronta? 

Yui- eu sim e você, como sempre, não consegue dar um nó nessa gravata - disse puxando minha gravata e consequentemente meu pescoço junto. Ela junta nossos lábios de uma maneira sexy. Ela definitivamente me pegou de surpresa, eu fiquei excitado na hora. 

Os cabelos dela estavam em um lindo coque, e ela usava um vestidinho soltinho marrom qie contrastava muito bem com a pele macia e branquinha dela. Ela me empurrou na cama e colocou a mão por cima da calça no meu membro. Eu assustei, ela está muito excitada ou isso é saudade do que fizemos na Praia?! Ah! Da no mesmo...

Peguei suas maos e as juntei, joguei ela na cama ao meu lado e levantei o vestido. A lingerie dela era branca e já estava toda molhada. 

Ayato- Yui.. O que está havendo? - Perguntei pervertidamente em seu ouvido 

Yui- estou querendo você. Querendo de novo.. Até porque.. Eu estou te devendo ne. 

Ela me disse num tom tão sexy que eu tive um arrepio muito forte que fez todos os meus músculos contraírem.

Ayayo- aaaah, Yui.. - Disse suspirando 

Ela aproveitou desse momento para ficar em cima de mim. Ela desabotoou minha blusa e passou a língua no meu abdômen até chegar na calça. Eu estava delirando ou ela realmente estava sendo incisiva a ponto de nem querer preliminares?? 

Yui- ayato-kun.. - Disse manhosa

Ayato- an.. O que? - Digo ainda tonto das sensações que ela provocou em mim agora a pouco 

Yui- me diz se você gosta... 

Eu olhei pra ela e olhei pra mim, eu já estava sem calça e sem cueca. Yui estava só de lingerie e o coque estava se desfazendo. Uau. Ela estava diferente das outras vezes. 

Ayato- Yui.. -.tentei falar mas.. - Aaaaah.. - Gemi Alto- puta que pariu! 

Ela começou a lamber com vontade meu membro. Eu não aguentei e deixei meu tronco cair na cama, voltando para a posição inicial. Ela abocanhou ele inteiro e chupou por um bom tempo. 

Ayato- caraaaaalho! Que que é issoooo!! - Sussurava 

Ela estava perfeita me chupando daquele jeito. Os olhos dela as vezes se encontravam com os meus, quando eu olhava para baixo afim de ver o que ela estava fazendo com os meus próprios olhos. Ela me lançava aquele olhar safado. Eu sorria e gemia. 

Yui- é.. Tão bom.. - Dizia entre as lambidas 

Ayato- Yui! Eu não.. 

Yui- ainda não terminei.. - Ela abocanhou e com a garganta fez pressão. Nossa! O que foi aquilo?! Cheguei ao meu ápice e gozei na boca dela. 

Ayato- Yui. Eu tentei te avis

Ela não me deixou terminar porra de frase nenhuma. Ela engoliu tudo e agora lambia de novo meu membro, ela lambeu tudo na verdade. Só que.. Eu tinha acabado de gozar tudo estava MUITO sensível. 

Ayato- aah! Yui! Chega! - Ela continuava, eu não aguentava, comecei a sentir uma especie de dor misturada com prazer. Já tinha sentido isso ntes, mas com a boca da Yui a sensação fica mais forte ainda. Eu já me contorcia- Yui. Sério! Por favor. Chega! 

Ela parou e me olhou sadicamente. 

Yui- agora estamos quites - piscou enquanto se colocava em cima de mim, sentada mais pra cima do meu membro 

Eu não respondi. Até porque não dava. Eu nao tinha forças nem pra falar. Tudo em mim travou e eu fiquei quase que vegetando. Ela se deitou em cima de mim, fazendo carinho nos meus cabelos. 

Yui- espero que tenha sido bom... 

Eu coloquei minha mão nas suas costas e a outra consegui mexer nos fios que estavam caindo no seu rosto. 

Ayato- Está linda hoje 

Yui- você também está lindo.. - Sorriu docemente para mim 

 

Na casa do Silver e do Gray

Natsu- yoo! 

Sting-vocês moram no mesmo prédio, como consegue demorar tanto assim?! 

Lucy- eu que não sou a desculpa hehehe. Vim pra cá antes.. - Olhou sarcastica

Igneel- dessa vez fui eu o culpado. Não achava as chaves de casa 

Silver- estamos ficando velhos em 

Igneel- diga por você.. Hahahahaha 

É engraçado ver Igneel e Silver conversando. Eles são amigos que não envelheceram no fundo. Eu olho em volta e vejo que todos estão conversando animados. Agora que os últimos convidados chegaram, nos reunimos na sala para abrir os arquivos que a Ivie pediu para Igneel. 

Ivie- antes de tudo, quero situar vocês no por quê estamos aqui reunidos para abrir esse arquivo. Depois que Cornélio levou os nossos amigos com ele para a cidade vizinha, eu pedi que Igneel fizesse uma busca no histórico sobre Cornélio. 

Igneel- essa pesquisa envolveu alguns amigos antigos, para os quais eu solicitei o favor de vigiar Cornélio durante essa semana. 

Ivie- tudo que formos ler, será juntos, para tomarmos decisões juntos e nada de precipitado. 

 

ARQUIVOS CONFIDENCIAIS 

Nome: Cornélio Lorenz 

Idade: 38 

Sexo: Masculino 

Nacionalidade: P.I.R1 CONFIDENCIAL

Estado Civil: SOLTEIRO

Cargo: Comandante do 1o. batalhão de investigação associado ao Governo Federal 

Anterior: P.I.R1 CONFIDENCIAL 

Histórico de açoes 

 

Lucy- espera. Para um pouco. O que é esse P.I.R1 CONFIDENCIAL? 

Igneel- então querida, eu fiquei curioso também, porque em todos esses anos eu nunca tinha ouvido falar dessa sigla. E quando eu fui atrás, não encontrei registros oficiais sobre essa sigla. Aí fiquei pensando.. E se essa sigla tiver algo com a comissão de pesquisa e tecnologia Federal? 

Gray- pesquisa e tecnologia? 

Ivie- não! Pera.. Está me dizendo.. 

Igneel- Sim Ivie. Ele é um conterrâneo seu. 

.... Silêncio... 

Laito- ele veio da realidade da Ivie entao? 

Ivie- por isso ele era meu tutor? 

Igneel- era o mais plausível certo? Mas isso foi se descostruindo aos poucos e eu percebi que ele escondeu muito de você e de todos nós. Essa sigla é vinculada ao departamento Federal de pesquisas avançadas e significa Projeto Inter Realidades 1 ou P.I.R1. 

Silver- quando Cornélio chegou aqui, foi junto com seus pais Ivie. 

Igneel- e eles se juntaram ao governo local para compartilhar conhecimentos. 

Ivie- meus pais? 

Silver- enquanto Igneel fazia a pesquisa sobre o Cornélio, seu tutor, eu achei lógico fazer a conexão dele com seus pais. Eu fiz e descobri alguna registros sobre eles num Banco de dados bem antigo. Eles entraram junto com Cornélio e tres anos depois faleceram. 

Ayato- não quero defender ele. Mas até agora, não tem nada de suspeito na minha opinião. 

Igneel- quando você lê toda a ficha dele, você acha que ele é um cara normal do governo, agindo de acordo com tudo. Bate muito bem 

Silver- até demais. 

Igneel- o histórico de ações dele, se lido com calma você vê que é um histórico de Missões parecidas. Sempre com o mesmo objetivo, conseguir essas pessoas. 

Ivie- conseguir? Por que? São pessoas aleatórias parece - disse observando as folhas do arquivo e passando de mão em mão 

Lucy- que saudade da Levy. Ela leria isso em segundos e saberia muito bem que padrão teria aqui 

Yui- é um padrao bem simples na verdade 

Ayato-?  Yui? 

Yui- se você olhar as fichas das pessoas anexadas aos casos no histórico, vaí ver que são pessoas com o mesmo perfil, Juvia olha aqui.. - Mostrou para a amiga 

Juvia- realmente. São pessoas muito similares- ela parou e sorriu- São todos ex-criminosos,  gângsteres, sociopatas, todos em programas de proteção a testemunha, Erza de uma olhada aqui - apontou para a ruiva 

Erza- hmmm.. Tem razão Juvia. As fichas são todas iguais, manipuladas para parecerem pessoas comuns e normais. Mas são fachada essas informações. Só fazem isso quando a pessoa está dentro do programa de proteção a testemunha; em troca de proteção e novas identidades com ficha limpa, eles fornecem todo tipo de informação. Que sujo proteger esse tipo de gente.. 

Igneel- sim. A divisao que ele comanda protege pessoas que testemunham contra suas próprias organizações. É um mal necessário. Porém essas pessoas ficam em espécie de condicional, sempre monitoradas.

Reiji- que estranho. - Reiji ficou estático e pegou o arquivo da mão da Erza

Laito- Reiji? 

Reiji- meninas, vocês falaram de mesmo perfil certo? 

Yui- sim. Por que? 

Reiji- e se eu disser que o perfil mudou completamente de uma hora pra outra? 

Juvia- Juvia não viu isso.. 

Reiji- é porque a mudança não foi no geral, é um detalhe que me ocorreu agora. Antes eram criminosos sociopatas. Mas a partir de certa hora, uma constante pode ser vista... Pensem comigo, quando a pessoa é colocada no programa de proteção, a antiga ficha dela é arquivada. Só que olhem, a partir de um certo momento, as pessoas do historico aqui não tem fichas arquivadas 

Silver- é por que elas não se candidataram ao programa de proteção a testemunha

Igneel- a partir de certo momento, as pessoas daí, não obedeciam ao padrão de sempre. E eu descobri que todas elas não eram crimonosos que denunciaram, elas eram procuradas..

Silver- por tráfico humano

Shu- tráfico humano? Por que ele iria atrás de traficantes de pessoas? 

Alice- Ivie.. - Alice tinha os arquivos nas mãos e com os olhos fixados em um ponto indagou- quando seus pais morreram? 

Ivie- há 10 anos. Por que? 

Alice- por que esse padrão de traficantes de pessoas também começou há 10 anos.. 

Ivie- an? - Disse indo até Alice e observando os papéis. - Realmente... - Sussurrou 

Igneel- Ivie, e se eu te dissesse que aquele plano de trazer os habitantes da sua realidade não foi parado pelos seus pais? 

Ivie- não! Não tem como Igneel. Meus pais pararam aquilo destruindo o laboratório.. 

Silver- e se existir um laboratório aqui? Nessa realidade? 

.... 

Silver- o que poderia acontecer? 

Ivie permaneceu estática de olhos arregalados. 

Ivie- eles teriam só que inverter o procedimento, invés de mandar, seria uma máquina para receber as almas mandadas de outras realidades nos corpos aqui. - Disse mecânica 

Lucy- ele faz isso há 10 anos? 

Natsu- isso não daria para trazer todos os poucos habitantes da realidade dela pra cá? 

Ivie- a não ser que ele só tenha uma máquina e um número limitado de pessoas vindas de tráfico 

Sting- ele lida com limitações no procedimento dele. Isso explicaria por que 10 anos. 

Silver- na verdade não. 

Ivie- não? 

Igneel- a verdade é outra. Todas as pessoas que foram traficadas por esses caras que Cornélio pegou o caso.. Nunca voltaram para casa. Elas na verdade nunca foram achadas 

Silver- ninguém sé atentou a isso porque nunca houve denúncia. Os familiares achavam que eles estavam aqui, perdidos. Não havia ninguém para denunciar o desaparecimento deles..

Reiji- perfeitas cobaias 

Yui- cobaias???? 

Rogue- claro! Para projetar o inverso do procedimento da máquina que traria as pessoas de outras realidades para ca, ele precisaria testar.. Ele não usou aquelas pessoas para trazer efetivamente..

Yukino- ele usou elas... Mas... São vidas.. - Disse assustada 

Ivie- "são sacrifícios necessários" Eu já ouvi isso antes. Tudo para "perpetuar a nossa Cultura" - disse triste - é assim que eles pensam. 

Laito- espera um pouco, está me dizendo que nosso irmão e nossos amigos estão convivendo com aquele monstro? 

Igneel- fiquem tranquilos porque meu pessoal está vigiando as ações do Cornélio e o estado dos seus amigos e do seu irmão. - Respondeu ao Laito 

Subaru- mas e agora? 

Mavis- Ivie.. Me diz uma coisa... É possível que a pessoa no outro mundo sofra danos caso a transferência pra o nosso mundo nao dê certo? 

Ivie- sim. É um risco. Tem a possibilidade da alma dela se perder no meio do processo e nunca chegar ao corpo aqui ou voltar ao corpo da realidade original. Mas eu ouvi isso poucas vezes. Por que? 

Mavis- e se.. Conseguíssemos parar o processo no meio? 

Zeref- Mavis, querida. Do que você está falando? 

Mavis- bom, parece que Cornélio está trabalhando com os generais, certo? 

Ivie tomou um susto 

Ivie- é verdade! E se ele está trabalhando com eles.. Ele vai traze-Los para cá! 

Mavis- se conseguimos parar o processo no meio...? 

Ivie- mas como parar se nem sabemos onde ele está fazendo os experimentos? 

Silver- isso nós podemos investigar - piscou- nossa especialidade na verdade 

Ivie- aí é só parar o processo e prender Cornélio. - Disse confiante- ficamos livres e isso será para sempre parado. 

Igneel- todos concordam com o plano? 

Todos assentiram com a cabeça 

Alice- Felicita.. Espero que esteja tudo bem.. - Disse com o coração apertado 

 

Mais tarde.. 

Casa dos Sakamaki 

Eu e Yui estamos deitados na minha cama ouvindo música. Meu quarto está iluminado pela luz do luar, a porta da janela está aberta deixando uma brisa fresca e agradável entrar. Yui está com a cabeça pousada no meu peito. Faço carinho em seus cabelos macios enquanto minha mente viaja um pouco 

Yui- Ayato-kun 

Ayato- diga Yui

Yui- eu estou com..

Meu celular toca. Eu olho para ele, é o Natsu. Não estou muito afim de atender, então ignoro a ligação. 

Yui- quem era? 

Ayato- o Natsu

Yui- será que não era importante? 

Ayato- se for, ele liga de novo.. - Digo dando de ombros - então, você falava? 

Yui- estou com um..

Agora o celular dela começa a tocar, ela olha é a Lucy. 

Yui- que estranho..- ela atende no viva voz- Lucy? 

Lucy- YUI! 

Yui- o que foi? - Levanta num pulo com a mão no peito 

Lucy- YUI! Avisa os meninos! Temos que ir pra Cidade onde está o pessoal AGORA! 

Yui- ta. Calma. Por que? - Disse já desesperada 

Lucy- Igneel perdeu contato com os agentes dele que estavam vigiando-os. A ultima informação foi a de que todos foram levados para um galpao! 

Yui- galpão? 

Eu estremeci. Um raio de pensamentos passou pela minha cabeça. 

 

Ele vai querer colocar os generais da realidade da Ivie no corpo do pessoal. Ele vai matar.. Todos eles... 

 

Ayato- Kanato! 

 

 

 

Continua... 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...