História Aventuras na Faculdade - Capítulo 76


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers, Fairy Tail, La Storia della Arcana Famiglia
Personagens Ayato Sakamaki, Cana Alberona, Felicitá, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Hibiki Lates, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Libertá, Luca, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Mavis Vermilion, Natsu Dragneel, Nova, Reiji Sakamaki, Rogue Cheney, Shu Sakamaki, Sting Eucliffe, Subaru Sakamaki, Yui Komori, Yukino Aguria, Zeref
Visualizações 62
Palavras 1.133
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Ecchi, Famí­lia, Festa, Harem, Hentai, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 76 - Lembranças importantes


Antes- link nos comentarios

Alguns dias atrás, madrugada do último dia na Praia (Capítulo 65)  

Laito chegou em casa após uma caminhada na Praia para esfriar a cabeça. Ele e Ivie haviam acabado de discutir de novo sobre confiança. Erza e Reiji contaram mais cedo sobre o que combinaram com Ivie para ela testar as teorias dela. 

Ao chegar em casa, se depara com Sting no sofá da sala com um sorriso bobo no rosto, ele logo pensou que o motivo deveria ser a Minerva. 

Laito- ah. Oi Sting! 

Sting- aaaah! Que susto porra! 

Laito- opa foi mal. Estão todos em casa? 

Sting- aham.. 

Laito- sobre mais cedo eu.. 

Sting- relaxa! Não teve problema, vá falar com a Ivie! - Olhou sorrindo para ele 

Laito- To indo mesmo. Falou cara, boa noite. 

Sting- falou! 

Laito subiu as escadas pensando no que ia falar com a morena. Sentia um misto de raiva, mágoa e remorço por como agira com Reiji mais cedo. Seus amigos entraram no meio para tentar impedir e acabaram saindo mais machucados que ele. 

Ele ficou na porta, mas sem coragem de abri-la. Não sabia nem com que cara chegar na Ivie. Encostou a testa na porta e se deixou pensando. 

-Ela não está aí.. 

Laito-?  .. Reiji? - Olhou para o irmao, que estava entrando em seu quarto novamente 

Reiji- ela está lá embaixo - completou. Ele virou-se e adentrou no quarto

Laito- espera! 

Reiji parou onde estava. 

Laito- me desculpa.. Por.. An.. 

Reiji- não se preocupe. Está tudo bem - dirigiu um olhar sincero 

Laito- obrigado 

Reiji sorriu e fechou a porta. Laito desceu as escadas. Sting já havia ido para o quarto. Luzes no quintal, na piscina estavam acesas. Ele foi até lá e viu Ivie sentada numa cadeira com os pés no Banco e os joelhos encostados em seu peito. Ela ja estava com a regata e o shorts do pijama. Ele resolveu observa-lá um pouco. 

Ivie estava escrevendo algo em um caderninho. O caderninho que ganhou da Levy no Hospital, mas ela olhava o celular de minuto em minuto. Até que desistiu de escrever, deixando o caderninho de lado e pegando o celular. Ela olhou-o mais uma vez, suspirou alto e se encolheu toda, escondendo a cabeça. 

Laito- Ivie.. 

Ela levou um susto, deu um pulinho no banco e olhou para onde Laito estava. Levantou-se na hora. 

Ivie- Laito! - Correu e abraçou-o - não some assim. Por favor.. - O apertou forte 

Ele ficou surpreso um momento. 

Laito pensamento- depois de tudo que eu fiz... Ela se preocupou comigo.. Nesse nível.. 

Laito sorriu, abraçou a pequena morena e acariciou seus cabelos. 

Laito- desculpa por te preocupar.. Eu precisava esfriar a cabeça.. 

Ivie- eu te devo desculpas.. É que eu quero tanto manter todo mundo seguro.. Ainda mais você - disse apertando-o ainda mais e colando mais seus corpos

Laito- morena.. Você é perfeita. - Disse apertando-a também. - Não quero te perder NUNCA. 

Ivie- e não vai. - Levantou o rosto sorrindo para ele. - Não vai meu amor.. 

Laito arregalou os olhos, era a primeira vez que ela se referia a ele assim. E ainda com um sorriso tão carinhoso e sincero nos lábios rosados. Laito sorriu e encostou suas testas. 

Laito- eu vou sempre querer te proteger. Pelo resto da vida e além dela..  

Ivie abriu os olhos e sorriu entre lágrimas. Ela se aproximou dos lábios do rapaz e beijou-o apaixonadamente. Laito sentiu-se aquecer por completo. Pegou-a no colo estilo noiva, sem parar o beijo bom deles. 

Subiram as escadas assim e passaram a noite entre beijos, carícias e com os corpos ardentes colados um no outro. 

Há pouco 

Alice arremessou Cornélio no painel de força. Laito viu tudo e está sendo consumido pelo ódio Que está sentindo. 

Quando Laito está pronto para avançar sobre Cornélio junto a Alice, ele acaba por ver de relance uma blusa dentro do carro de onde Alice saiu. 

Na caminhonete que Alice pegou para entrar destruindo tudo, havia uma blusa feminina.. Era da Felicita. A blusa estava ensanguentada.

Laito lembrou-se do que Felicita sempre falava para ele: "Isso não vai ajudar a Ivie".

Laito sentiu um aperto ao lembrar da ruivinha. Ainda em clima de remember, Laito avistou embaixo da blusa a ponta de um caderninho vinho. 

Um Flash de dois momentos muito importantes vieram a mente de Laito e o fizeram parar. 

A lembrança da Ivie escrevendo no caderninho na Praia... "Eu promtei protegê-la.. " 

Vinho.. Uma frase começou a martelar na cabeça dele.. "Ninguem muda da agua pro vinho Laito", era a frase que Hissui falou ontem para ele. 

"Isso não vai ajudá-lá", "Eu prometi protegê-la", "ninguém muda da água pro vinho".... Três frases que fizeram Laito parar e olhar para seu reflexo no vidro do carro. 

Laito- eu posso ser quem eu quiser, desde que ela esteja ao meu lado. - disse para si mesmo devagar. 

Laito agora tinha um semblante mais calmo e estava em si finalmente. A raiva que o tio provocara nele agora desaparecera. Até ele ouvir o grito da Yui 

Yui- não!!!! Espera!!! 

 

Agora

No meio da fumaça que se formava dentro do galpão, causada pelo fogo que consumia o oxigênio do local, um casal tossia. 

Ivie- cof cof cof. Ruivinho.. Consegue levantar? 

Laito- cof cof cof acho que sim 

Ivie- temos que achar um lugar mais seguro.. 

Laito- onde meu amor? 

Ivie- não.. Pera.  Caminhonete com que a Alice veio para cá.. 

Laito- podemos ver se ela está.. Cof cof cof.. Funcionando.. 

Ambos levantaram se ajudando e caminharam abraçados mancando para a caminhonete. 

Ivie- espera. 

Laito- o que foi? - Perguntou preocupado

Ivie- não vamos deixar eles aqui.. - Apontou para alguna guardas e Cornélio que ainda respiravam 

Laito- eu tiro os guardas mas não ele - falou se referindo a Cornélio 

Ivie- Laito!!

Laito- meu Deus. Você tem que controlar esse seu lado piedoso..vai acabar matando a gente - disse indo em direção a Cornélio 

Ivie- não acredito sabia.. - Disse ajudando-o a pegar Cornélio- estamos quase morrendo e fazendo piada ainda.. 

Laito- realmente - riu 

Quando todos estavam dentro do carro, Laito deu partida. O carro não pegava. Ele tentou, tentou, tentou. Até que finalmente pegou. 

Laito- cof cof cof. Pra onde agora? 

Ivie- quando Alice entrou ela deu sorte de pegar uma parte só de metal..vamos tentar a sorte dela.. - Apontou para uma parede de metal do galpão. 

Laito- ok.... An.. Amor

Ivie- amor... 

Laito- eu te amo 

Ivie- que fofo. Me falando isso antes de jogar o carro contra uma parede.. 

Guarda 1: a gente vai morrer.. - Falou choroso 

Laito/ivie- calado! 

Laito- estragou o momento.. - Falou suspirando 

Guarda 2: meu Deus'... 

Ivie- como vocês são chorões.. 

Laito- vamos lá!! - Acelerou o carro 

Ivie- amor!! - Gritou- eu te amo! 

 

Continua... 

 

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...