História Awake {yoonseok} - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Suga
Exibições 24
Palavras 1.275
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Linguagem Imprópria, Pansexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


eai seus stay strong

Capítulo 2 - Aluno novo?


Yoongi não conseguia acreditar. Ele havia perdido cinco dias de sua vida, simplesmente dormindo. 

 O garoto encarava a estante de livros na parede oposta, tentando assimilar o que acabara de acontecer.

 Isso havia começado há dois anos, quando o garoto tinha seus 15 anos. O Ensino Médio acabara de começar e ele estava mais animado do que nunca, sempre ouvira coisas ótimas sobre esses três anos que viriam pela frente e Min não podia estar mais ansioso. 

Tudo correu perfeitamente, até o meio do ano. 

 O garoto se lembra de ter ido pra cama em uma noite e, quando acordou, nada parecia certo. Assim que levantou da cama, sentiu uma fome absurda, seu estômago roncava até doer. Como ele poderia estar com tanta fome assim se havia jantado apenas um pouco antes de se deitar? 

 Ele apenas ignorou, arrastando seus pés a cada passo que dava em direção a cozinha, que ficava a alguns cômodos antes de seu quarto. Sorriu ao ver sua mãe sentada, tomando seu café da manhã. A observou melhor e a expressão em seu rosto mudou, a mulher estava inquieta, parecia preocupada demais. Yoongi se aproximou com cuidado e, ao perceber o filho, a mulher deu um pulo, se levantando da cadeira, e envolvendo fortemente seus braços no garoto. Min não estava entendendo nada, quando ia perguntar algo, sua mãe começou a encher seu rosto de beijos estalados, dizendo algumas frases que não faziam sentido na cabeça do pobre garoto. 

 Quando sua mãe se acalmou e ele havia se sentado, a mulher logo tratou de preparar um lanche para o garoto. Yoongi parecia estar fraco, com uma expressão de quem não comia há dias.

 Conforme eles conversaram, Min descobriu que havia dormido por dois dias. Dois dias seguidos. 

 O tempo se passou e esses eventos se tornaram cada vez mais frequentes, chegando em seu ápice: duas semanas de sono contínuo. 

 O garoto estava exausto, exausto daquilo tudo. Exausto por não entender mais o que acontecia, por estar indo de mal a pior na escola e, principalmente, por estar cada vez mais sozinho.

 Ele e sua mãe foram em vários médicos, porém nenhum conseguia encontrar uma resposta para aquilo que fizesse realmente sentido. Então o garoto passou a ter que conviver com isso, às vezes tomando remédios que barravam seu sono durante o dia. 

 Com tantas ausências e nenhuma explicação médica, repetiu um ano na escola. 

 Agora, quando as coisas estavam conseguindo entrar nos eixos, ele teve uma recaída. Havia seis meses que não tinha nenhum desses episódios. 

 Yoongi largou o celular, afastando seus pensamentos, se sentou na cama e fez uma careta, sentindo sua barriga doer. Ele realmente não queria levantar, se sentia derrotado. Achava que havia sido curado, mas, como pode-se ver, isso não aconteceu. 

O garoto se levantou preguiçosamente, se sentindo péssimo. Esfregou os olhos, tentando afastar o sono, enquanto arrastava os pés lentamente pelo chão de madeira fria. Se dirigiu ao banheiro e fez sua higiene matinal. Agora mais desperto, desceu as escadas e procurou sua mãe, se perdendo um pouco entre os cômodos, já que haviam se mudado recentemente. Suspirou ao perceber que a mulher já havia saído para o trabalho.

Depois de se alimentar devidamente com dois pratos do melhor lanche que sabia fazer, voltou para seu quarto e, relutante, trocou de roupa. Min não queria ir para a escola depois de tudo. Mas também não podia perder mais um dia de aula.

Abriu seu guarda roupa e escolheu uma camiseta simples, um moletom preto com alguns detalhes e sua skinny preta favorita. Vestiu-se e colocou seus tênis, pegou a mochila e seu celular, não esquecendo dos fones de ouvido. Conferiu seu visual no espelho uma última vez e "bagunçou" levemente seus cabelos, fechou a porta do quarto após sair e desceu novamente, agora saindo de casa e tomando seu rumo para a escola.

~//~

Em um barro próximo, Jung Hoseok não conseguia parar de andar de um lado para o outro, conferindo se havia colocado todos os materiais requeridos em sua mochila.

Hoseok já tinha roído todas as unhas pela ansiedade em entrar para uma escola nova em pleno segundo ano do colegial.

Depois de ter conferido tudo mais de sete vezes, o garoto respirou fundo e pegou a mochila, começando a andar para chegar até a escola nova. Não era um caminho muito longo e Jung gostou de observar todas as árvores e pássaros que haviam por ali. Era um bairro calmo, pensou, com um sorriso em seu rosto.

Assim que chegou, seu nervosismo aumentou ao ver a grande quantidade de alunos na frente do portão. Jung engoliu em seco, abaixou a cabeça e rapidamente entrou, se dirigindo para sua sala, passou pela porta e franziu o cenho ao perceber que estava praticamente sozinho ali, apenas com um garoto solitário em uma das carteiras, debruçado sobre ela e coberto de preto da cabeça aos pés. Era um garoto baixinho, Hoseok observou, sorrindo.

Quando ia cumprimentar o garoto, o sinal que indicava o começo das aulas acabara de soar, não demorou muito para um grupo de alunos atravessarem a porta e sentarem em seus respectivos lugares, seguidos pela professora logo atrás.

Hoseok esperou que a mulher se sentasse em sua mesa para ir até ela. Com muita educação, se apresentou, explicando que era aluno novo e dando um de seus melhores sorrisos, fechando quase que por completo seus olhos puxadinhos. A mulher retribuiu com um sorriso caloroso, logo se levantando e pedindo silêncio aos alunos.

"Bom." juntou suas mãos, sorrindo para os adolescentes "Antes de tudo, bem vindos de volta para mais uma semana. Agora, não sei se algum de vocês percebeu, mas... temos um aluno novo!" olhou para Hoseok, que já estava com suas bochechas ruborizadas "Poderia se apresentar para eles, querido?"

"H-hum... claro." o garoto murmurou envergonhado. Fechou os olhos e respirou fundo, se virou para os alunos e tentou não se concentrar em todos os olhos curiosos sobre si "Meu nome é Jung, Jung Hoseok. Tenho 16 anos e, hum, acabei de chegar aqui." sorriu tímido e olhou para a mulher atrás de si, esperando que ela lhe dissesse o que fazer.

"Bom, eu me chamo Tess e sou sua nova professora de física. Seja bem vindo, Jung. Espero que seja muito bem recebido aqui e goste das coisas também." a professora bagunçou seus cabelos em um ato carinhoso, logo voltando a se sentar. Assim que a mulher abaixou a cabeça para começar a lista de chamada, se lembrou que o garoto não tinha um lugar para se sentar. Levantou a cabeça e observou a sala, sorriu ao localizar um lugar.

"Jung, pode se sentar ali, sim?" apontou para uma carteira vazia.

Hoseok procurou o lugar indicado e riu baixo percebendo que se sentaria ao lado do garoto vestido de preto. Foi até o lugar e se sentou, colocando seus materiais sobre a mesa.

Logo a aula começou e o garoto viu uma oportunidade, já que o menino ao seu lado tirou o capuz e abriu o caderno sobre a mesa. Jung se esticou e cutucou levemente seu braço, atraindo a atenção dele sobre si. Hoseok percebeu que ele tinha o cabelo verde e achou o garoto muito bonito, mesmo com a cara de sono que estava em seu rosto, sorriu calorosamente.

"Oi, eu sou o Hoseok. Qual seu nome?" estendeu a mão para o garoto de preto.

Yoongi encarou a mão estendida, logo olhando para o garoto. Olhou para a mão mais uma vez e resmungou algo indecifrável, voltando a atenção para os rabiscos que fazia em seu caderno.

O sorriso de Jung pouco a pouco se esvaiu, ao mesmo tempo que recolhia sua mão. Se encolheu em sua cadeira e soltou um suspiro baixo.

Que ótimo começo de dia.




Notas Finais


achei justo mais um capitulo pq o anterios foi um prólogo e enfim, espero que tenham gostado szszsz
falow turmA ~ke


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...