História Azar no Azar... (ABO) - Capítulo 15


Escrita por: ~ e ~Sachikorita14

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens BamBam, Chanyeol, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Rap Monster, Suga, V
Exibições 68
Palavras 1.152
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gente, desculpa o lemon bosta e os erros, estou escrevendo pelo celular... Leiam as notas finais...

Boa leitura ●﹏●
~Viana

Capítulo 15 - Lição?!


Jimin on


Quando o Kookie me beijou, eu fiquei sem reação. Era para tê-lo afastado, mas não fiz. Me sinto um desgraçado por estar traindo o BamBam, "Mais é só um beijo Jimin". Foda-se, eu estou beijando outro cara e ele não é meu namorado.

- Jeon Jungkook, por que fez isso?


- Desculpa Minnie.


- Isso foi muito errado.


- Eu sei, me desculpa.


- Acho melhor você ir para casa.


- Não Jiminnie, me deix...


- Por favor Jungkook...


- Está bem - Disse indo em direção a porta - Me desculpa.


Depois que ele saiu, eu me deitei pensando um pouco sobre o que aconteceu nesses últimos tempos.

Eu não vou conseguir esconder isso do BamBam. Eu vou falar com ele.

*Mensagem on*


Você

Amor?


Bam ❤

Oi amor, aconteceu algo?


Você

Sim... Eu traí você.


Bam

QUÊ?!

Jimin, você tá de brincadeira com a minha cara?


Você

Infelizmente não, me perdoa.


Bam

Park Jimin, você vai ver o que vai acontecer com você quando eu chegar aí.


*Mensagem off*


AI MEU DEUS! O que ele vai fazer comigo? Será que ele vai me bater? Não, ele não seria capaz de fazer isso. Né?

Jimin off


BamBam on


Cara, eu não acredito nisso. O Jimin vai me pagar, ele vai me pagar muito caro. Se eu vou perdoá-lo? Sim. Se ele me traiu com qualquer um... Eu não respondo por mim.

Nesse exato momento, eu estou indo em direção a casa de Jimin, eu estava bem perto. Eu estava tão distraído que nem percebi que eu me encontrava na frente da casa dele.

Quando eu ia bater na porta, a mesma se abre revelando a Sra.Park.


- Ah, oi BamBam. - Sorriu - O Jimin está no quarto.


- Oi Sra.Park. - Retribuo o sorriso - Então vou subir.


- Já disse para me chamar de Hani ou Noona. Eu vou sair e só volto amanhã - Ótimo - Se comportem.


- Tchau Noona.


- Tchau querido.


Assim que ela saiu, eu entrei e fechei a porta e fui em direção ao quarto de Jimin. Quando eu cheguei bati na porta ouvindo um "entra". Abri a mesma e quando o Jimin me viu se encolheu.


- Amor, não faz nada comigo. Por favor.


- Jimin, com quem você me traiu?


- Com o J-Jungkook - Disse em um sussurro. - Me perdoa.


- Me explique direito - Disse me aproximando. - Se não, será pior.


- O q-que vai fazer comigo?


- Eu mandei você me explicar o que aconteceu. - Digo usando a voz de alfa e o mesmo se encolhe.


- Depois que ele me trouxe, minha Omma pediu para ele almoçar aqui e assim ele fez. Logo em seguida subimos para o meu quarto, e ele me beijou.


- E você retribuiu?

- S-Sim, me perdoa por favor...


- Eu te perdôo. - Me olha com brilhos nos olhos - Mas pagará caro.


- Como assim?


- Tire sua camisa e sua calça, AGORA! - Ele se assustou, mas fez o que eu mandei. - Muito bem, baby...


- O que vai fazer?


- Vou fazer você se arrepender por ter me traído.


- Vai doer?


- Talvez... - Procurei algum pano para o amarrar, sem sucesso. - Me entregue esse lençol.


- Por que?


- Apenas me entregue. - Assim ele fez, peguei o lençol e rasguei o mesmo.


- EIII, MEU LENÇOL FAVORITO.


- Depois compro outro, agora cale a boca.


- Amor, você está me assustando.


- Que bom - Sorri - Eu não quero ouvir nada, nem os seu gemidos. Só fale se eu te perguntar. - Digo o amarrando seus braços na cabeceira da cama e vendando os seu olhos - Se não já sabe.


Acariciei seu membro ainda coberto pelo tecido da cueca e ouço um arfar. Dei um tapa estalado em sua coxa.


- Eu disse que não queria ouvir nada.


Vejo o mesmo morder os lábios quando eu apertei seu membro e voltei a acariciar o mesmo.


BamBam off


Autora on


Jimin já estava sentindo o gosto de sangue em sua boca, já que o mesmo mordia fortemente o lábio inferior tentando em tentativa falha conter os gemidos, sempre levando tapas nas coxas fartas e sensíveis.

Já o mais novo ainda estava acariciando o membro do mais velho, que já estava com seu membro doendo de tão excitado. O alfa desceu a cueca do menor lentamente, vendo o membro do mesmo "pular" para fora clamando por atenção.


- Está tão duro baby, quer atenção? - Sussurou o alfa no ouvido do menor que só assentiu. - Eu te fiz uma pergunta. - Disse dando outro tapa estalado na coxa do mais velho.


- S-sim


- Tão submisso.


O alfa começou uma masturbação lenta e de vez em quando passava o dedo na cabeça do pênis do menor. Aumentou a velocidade e vendo que o menor iria gozar, parou bruscamente recebendo um suspiro de reprovação.


- Calma baby, você só vai gozar quando eu estiver te fodendo com bastante força. - Ele disse e ouviu o menor gemer.


BamBam tirou o seu cinto e o acertou na coxa do ômega, ouvindo o mesmo gemer de dor, ele acertou novamente no mesmo lugar.


- Eu disse que não queria ouvir nada, nem gemidos. Não foi? - Perguntou, porém não obteve resposta. Deu mais uma cintada na coxa do menor. - Não foi?


- S-sim, D-daddy está d-doendo.


- Eu não te perguntei. Me traiu, agora você verá as consequências. - Deixou mais uma cintada nas coxas do ômega e se afastou.

 Tirou sua roupa ficando totalmente nú e se colocou entre as pernas do ômega, posicionando o seu membro na entrada que escorria a lubrificação natural do pequeno logo adentrando o membro pouco a pouco na entrada quentinha e apertada fazendo o alfa gemer rouco e o ômega gemer de dor.


- T-tá doendo a-amor.


- Tenha paciência.


Depois de estar totalmente dentro, esperou um pouco para que o ômega se acostumar-se. Ele não queria o machucar, mesmo tendo dado várias cintadas em Jimin. Começou a se movimentar devagar e depois foi aumentando a velocidade, indo rápido e fundo.

Depois se retirou e desamarrou o ômega e o virou, fazendo o mesmo ficar de quatro e amarrou as mãos do ômega uma na outra. Ele adentrou no ômega de uma só vez indo o mais forte e fundo que conseguia, vendo as mãos do ômega inquietas, a procura de agarrar/arranhar as costas de seu alfa.


- P-pode gemer agora a-amor. - Disse o alfa com dificuldade.


- M-Mais... fundo... A-amor... Awn... - Gemeu após o alfa acertar seu ponto doce - D-De... novo... Awn...


O alfa continuou a estocar rápido e fundo o ponto doce de seu ômega que não demorou a gozar. Eles ficaram ali algumas horas vulgo 3 horas, mas claro que teve horas de descanso.

Neste exato momento, o alfa estava estocando pela milésima vez o ômega que não parecia muito cansado. BamBam não demorou a gozar formando o seu nó pela milésima vez. Ofegante, BamBam cai ao lado de Jimin, que não tinha mais suas mão amarradas e os olhos vendados.


- Aprendeu a lição?


- Vai fazer isso toda vez que te desapontar?


- Vou...


- Então eu vou ser um baby mal mais vezes. - Sorriu malicioso.


- Se você aguentar... - Não demorou muito e ambos pegaram no sono.


Notas Finais


Cara, muito obrigada pelos 70 favoritos. Gente o próximo capítulo eu estava querendo fazer somente de um casal... Vocês querem? Se sim, qua casal?

Tchau ●﹏●


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...