História Babá De Um Filhinho De Papai - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Romance, Sexo, Suspense, Violencia
Visualizações 36
Palavras 1.185
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Por Que Não A Deixo Ir


Fanfic / Fanfiction Babá De Um Filhinho De Papai - Capítulo 3 - Por Que Não A Deixo Ir

Taehyung on

_ Eu sabia que não era certo a ameaça por besteira mas a cada minuto que ficava com ela mesmo que 99% das vezes fosse discutindo eu gostava.

(S/N) Mas eu... _ a interrompi

(Tae) S/N não é? _ leio seu nome que estava assinado no papel.

(S/N) Sim , então não acho que seja necessário eu ficar em sua casa .

(Tae) Bom não vejo outra escolha e se você fugir ? Tenho que ter certeza de que não irá quebrar o contrato.

(S/N) Sabia que isso é prisão domiciliar? _ ela cruza os braços e me olha franzindo a testa .

(Tae) Chame como quiser ,Ah e minha casa fica próximo a sua universidade então não terá do que reclamar.

(S/N) Han... Também tenho minhas regras .

(Tae) Você tem o que?

(S/N) Regras .

(Tae) TA... Diz logo. _ cruzou os bravos e a deixo falar.

(S/N) Eu trabalho para manter a faculdade então vou passa a maior parte do tempo fora.

(Tae) Eu sei.

(S/N) Sabe? Como você sabe?

(Tae) Você acha que vou colocar uma estanha maluca em minha casa sem antes investigar de onde veio ? Sei tudo sobre você.

(S/N) Espera , estou me envolvendo com um psicopata?

(Tae) Talvez tinha pensado nisso antes de me atropelar , vamos _ vou andando primeiro e ela vem atrás resmungando.

 

S/N on

_Ele parecia tão seguro de si isso me deixava admirada mas horas via um vazio em seu olhar.

(S/N) ESPERA !! _ o vejo sair em direção a porta , ele para.

(Tae) Sim? _ me olha

(S/N) Qual seu nome?

(Tae) sou Kim Taehyung _ da um leve sorriso e vira as costas.

_ Nos vamos em direções ao carro assim que vejo o meu ainda no reboque me lembro do tamanho da encrenca que está.

(S/N) Aix... que droga. _ vou até meu carro e olho a situação.

(Tae) O que... ah , sim seu carro. _ ele me olha lamentando pelo meu carro.

(S/N) Ganhei hoje , você não faz idéia da encrenca que acabo de entrar , meu primeiro carro sabe o que é isso? _ olho para o Tae de cima a baixo e vejo suas roupas de luxo _ Ah com certeza você não deve saber... _ volto a olhar para o carro com cara de choro.

(Tae) Onde comprou?

(S/N) O carro?

(Tae) Não , a carteira como você foi errar aquela marcha hahaha. _ ele rir da minha desgraça.

(S/N) EU NÃO COMPREI A CARTEIRA! Não faz ideia de como foi difícil.

(Tae) Ah eu entendo o lado dos professores.

(S/N) Vamos logo antes que eu quebre esse outro seu braço. _ entro em seu carro furiosa.

Taehyung on

_ Ela entra no carro e vou logo depois , posso ver que a deixei furiosa o que me faz rir. Ela liga o carro e vou indicando o local onde moro.

(Tae) Chegamos._ Olho pelo vidro do carro.

(S/N) V-Você mora aqui? _ Vejo seu olhar admirado.

_ Saio do carro e ela fica dentro ainda olhando a mansão.

(Tae) Vai ficar ai? _ já fora do carro olho pela janela e a chamo atenção.

(S/N) S-Sim , quer dizer não _ ela tira o cinto rapidamente e sai só carro sem desviar o olhar da mansão.

_ De longe o mordomo me avista e vem e minha direção.

(Mordomo) Sr. Taehyung , o que aconteceu com seu braço? _ ele me olha com espanto.

(Tae) Ela... _ antes mesmo que podesse terminar a fase a S/N me interrompe.

(S/N) Caiu , né? _ me olha com seu olha me implorando para não contar.

(Tae) Sim... né foi um acidente então , por favor estacione os dois carros e o que estiver no carro da senhorita S/N deixe no quarto de hospedes .

(Mordomo) Sim Sr. _ ele vai em direção ao carro.

(Tae) Vamos entrar?

(S/N) Entrar ? V-vamos . _ ela parecia estar nervosa.

 

S/N on

_ Estava impressionada com o que estava vendo e muito nervosa o que eu vim fazer aqui? Vou seguindo Taehyung durante todo o caminho.

(Tae) Estava impressionada? _ ele fala sem me dirigir o olhar.

(S/N) Sim , muito linda .

(Tae) Então , agora está decidida a ficar?

(S/N) Olha na verdade não.

(Tae) Não? Varias mulheres dariam tudo para estar em seu lugar . _ ele para e me olha.

_ Vejo frieza em suas palavas sinto que ele passou sua vida toda em torno de pessoas falsas.

(S/N) Jura ? Então por que não paga para elas e me libera? Sr Taehyung eu não sou do tipo de pessoa que se vende fácil.

(Tae) É muito bom ouvir isso _ ele dá um sorriso de canto e continuar a andar .

_ Ao entrar na mansão não havia rastro de vida , cheguei a conclusão de que ele era solitário.

(S/N) Uau... Bela casa. _ tanto quebrar o silêncio.

(Tae) Sim , é isso que está pensado.

(S/N) Han?... _ fico sem entender e tenho a impressão de que ele lê mentes.

(Tae) Eu moro aqui sozinho , só eu e meu empregados , bom e agora você . _ ele me olha e sorri.

(S/N) E-Eu... ? Ah bom . _ ao ouvir aquelas palavas me sobe um arrepio pelo corpo não sabia se negava a sua afirmação ou se o questionava mais ainda então decidi ficar calada e aceitar aquela situação.

_Subimos para o segundo andar onde ele para em frente a uma porta.

(Tae) Este é seu quarto . _ abre a porta.

(S/N) O-Okay ... _ entro e não falo nada minha expressão já fala tudo que tinha que ser falado.

(Tae) Bom , vou deixar você se organizar . 19h é o jantar , hoje não vou precisar de você então pode descansar , mas amanha sua luta começa. Ah , e nada de tentar me matar durante a noite.

(S/N) Ha , até que não séria uma má ideia. _ brinco com ele.

(Tae) Qualquer coisa é só chamar... _ ele se retira fechando a porta do quarto.

 

Tayhung on

_ Assim que a deixei em seu quarto fui para o meu e não acreditava que finalmente alguém não estava sendo paga para estar comigo.

(Tae) Ela é muito maluca , mas não sei por que ela me atrai tanto. _ ando até a cama e me jogo na mesma.

(empregada) Sr Taehyung ? _ fala ao bater na porta.

(Tae) Pode entrar.

(Empregada) O que vai querer para o jantar de hoje?

(Tae) A sua especialidade , hoje temos visita , ela ficar com a gente durante um tempo. _ me sento sorridente na cama enquanto explicava a empregada.

(Empregada) Sr. Deveria sorri mais vezes , fica ainda mais lindo quando sorri. licença. _ Ela sai e me deixa sozinho no quarto.

(Tae) Eu não sorrio sempre? _ me levanto e vou até o espelho e vejo meu reflexo . _ Estou me sentido tão aquecido , não entendo tudo por causa dela? Eu nem a conheço direito.


Notas Finais


Meus amores eu vou lançar mais depois mais não hj então até a proxima
Obrigad por lerem





CONTINUA........


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...