História Babá do meu filho (adaptaçao) - Capítulo 65


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Delfina, Gaston, Nina
Visualizações 86
Palavras 562
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi Lunaticos e Lunaticas

Capítulo 65 - Capitulo 65 final parte 1


As dores eram forte, uma atrás da outra, Minha mãe tentava me acalmar massegeando minhas costas e conversando comigo, mas não estava adiantando a dor era absurda

Agustin acelera esse carro ou seus filhos vao nascer aqui -- minha mãe fala deseperada

Ai -- gritei quando senti uma dor fina na cotelas -- eu nao vou aguentar -- falei em meio as lágrimas

Nao, nao fala isso, Carolina, Carolina respire, estamos chegando -- agustin falou tao desesperado quanto minha mãe

Senti o carro parar e a porta ao meu lado ser aberta, agustin me pegou no colo e adentrou no hospital comigo em seus braços

Um medica, minha mulher esta pra dar a luz -- ele gritou na entrada -- alguém nessa merda de hospital venha atender minha mulher se nao eu faço questão de processar e fechar esse lugar

Agustin, calma - pedi baixo por conta da dor

Me colocaram em uma maca e senti ela movimentar, entramos em uma sala branca e começar a tirar meu vestido

Senhor, senhor nao pode fica aqui? -- o médico falou para agustin que estava entrando

Minha filha e meu filho vao nascer, minha mulher precisa de mim, e ninguém aqui vai me impedir estar com ela -- agustin fala alto e raivoso o medico engole seco e recua

OK, pelo menos coloque a roupa do hospital por favor

Agustin vestiu a toca e a bata, colocaram  a mesma roupa em mim e abriram minhas pernas

Vamos la Carolina, faça o máximo de forças que você puder -- o médico fala e eu confirmo

Nao pode ser uma doutora nao? -- Agustín pede olhando o médico

Senhor, seus filhos precisam nascer e deixa fazer meu trabalho -- o medico fala impaciente

Mas

Agustin, cala Boca -- gritei e todos me olharam -- doutor pelo amor de deus isso ta doendo, traga meus bebes ao mundo agora -- choraminguei

Agustin veio ate mim e segurei minhas maos as beijando

Meu amor, eu te amo, logo nossa familia estara reunida novamente, entao traga nossos bebes, voce consegue -- sorriu

Vamos la Carolina força -- o medico falou

Eu suspirei fundo e coloquei o tanto de forças que conseguia

Agustin, eu na... -- parei de falar ao sentir outra dor, dessa vez aguda

Faça maia força, deve ser porque esta de oito meses, mas se as contraçao começaram e por que esta na hora, força Carolina

Vamos amor esta pertinho -- Agustin novemente beijou minha mao mas eu vi  que seus olhos trensboradavam medo

Aii -- gritei colocando força, foi quando senti um puxao e um chorinho fino

Nasceu -- Agustin falou animado -- nasceu amor

Qual sera o nome dela? -- uma mulher perguntou pegando meu filha nos braços

Martina -- suspirei cansada

Vamos Carolina, coloque força ainda falta o outro -- o medico falou sorridente

Coloquei novamente força e mais força foi ai que senti outro puxao, um vazio dentro de mim e outro chorinho fino

Olha ai, nosso Thomas -- Agustin sorriu e vi lagrimas em seus olhos -- obrigada minha visa, te amo, te amo, te amo -- começou a beijar me rosto

Logo minha garganta começou a fechar, senti meu corpo fraco e meus olhos querer fecharem

Minha...bebes -- suspirei cansada

Carolina, voce esta bem amor?,? Carolina -- senti saculejarem meus ombros

Ouvi um ultimo grito do agustin e meus olhos fecharam 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...