História Babies and Me?! - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Girls' Generation, Red Velvet
Personagens Hyoyeon, Irene, Jessica, Joy, Seohyun, Seulgi, Sooyoung, Sunny, Taeyeon, Tiffany, Wendy, Yeri, Yoona, Yuri
Tags Babies, Seulri, Soosun, Taeny, Wendy G!p, Wenrene, Wenrene G!p, Yoonhyun, Yulsic
Visualizações 42
Palavras 612
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Orange, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


o.o

Capítulo 4 - Rumor


Fanfic / Fanfiction Babies and Me?! - Capítulo 4 - Rumor

Disparou o homem de meia idade, ainda andando igual à uma barata tonta. Ele sabia o quanto aquela mulher que estava do outro lado da linha, era cruel e perversa. Mas ele estava em suas mãos e, estava disposto à fazer de tudo para manter seu segredo longe de qualquer outro alguém.

- hahaha... essa foi boa, Nichkhun. Agora me fale, o que aconteceu?
- eu já disse! O garoto fugiu.

Insistiu Nichkhun num tom desesperado, fazendo com que seu contato explodisse de raiva, do outro lado da linha.

- seu velho incompetente! Como isso foi acontecer?
- não faço ideia.
- como assim, idiota?
- olhe... eu fiz exatamente como o combinado. Mas saiba que esse garoto me odeia e o sentimento é recíproco!
- hahahaha... Nichkhun, Nichkhun. Não me faça perder a paciência com você!!
- ou o quê, huh? Vai contar meu segredo para minha filha?

Rosnou o americano, deixando a mulher misteriosa muda por alguns minutos. Mas durou muito tempo.

- hm... é uma boa ideia, sabia? Já estou até imaginando as manchetes no jornal: "Irene descobre que foi criada por desconhecidos a vida inteira." Ou então: "Os pais de Irene são acusados de sequestro e golpe milionário".
- ora sua.... argh! Maldita hora que minha filha abriu as portas da nossa casa para você!!
- qual é, Nichkhun! Nós dois sabemos que você e nem Victoria são os pais verdadeiros da Irene.

Rebateu a mulher misteriosa, deixando um Hoverjkul enojado. Ele e sua esposa, Song Quian, nunca puderam ter filhos, mas para que o homem pudesse receber a herança dos seus pais. Nichkhun e Victoria foram capazes de sequestrar uma criança recém nascida dos braços de seus verdadeiros pais e, registrá-la como sendo uma Hoverjkul Song legítima.
Conseguindo assim obter a tão sonhada herança dos pais de Nichkhun, que nunca desconfiaram da origem da bebê que lhe foi apresentada como neta. Um golpe milionário.

- eu precisava do dinheiro.
- dinheiro, dinheiro e mais dinheiro. Odeio admitir isso, mas o pirralho do Jesper tem razão quando o chama de velho interesseiro..
- é uma daminhas melhores qualidades, minha cara.
- qualidade? Conta outra, Nichkhun! Se dependesse de você, Irene já estaria falida!!
- bobagem. Eu sempre fui um bom empresário!
- tanto que foi acusado de desviar 10 milhões em menos de uma semana quando trabalhava com os Kwon Jung. Sua sorte é que Irene nunca desconfiou que seu pai, na verdade é um pilantra sequestrador de crianças..

Falou o contato de Nichkhun num tom de deboche, causando ainda mais náuseas no homem. O ex - empresário administrativo sabia quanto era difícil de tentar se livrar das garras daquela criatura chantagista.
Então ele suspirou profundamente, buscando se acalmar para depois retornar ao assunto principal: O sumiço de seu neto mais velho, Jesper.

- mas e, agora? O que eu faço para encontrar aquele pirralho?
- nada. Deixe que eu mesmo irei cuidar disto!
- você não vai machucá-lo, certo? Lembre-se que Irene só não largou a carreira dela, por causa do outro gêmeo que gostar de música. Mas se algo acontecer com Irene, ela não pensará nem duas vezes e, largará tudo o que ela conquistou em nome desses pirralhos.
- Irene não fará isso. E também, eu não machuco crianças...
- tudo bem.
- então tchau!


Dito isso, a ligação foi encerrada de forma mal educada. O que deixou um Nichkhun bufando de raiva por tal atrevimento daquele contato. Então ele partiu em direção ao seu escritório e, sumiu ao dobrar no corredor da mansão.
Ele precisava relaxar e nada melhor do que um bom whisky com gelo, acompanhado de uma deliciosa tragada de charuto cubano.


Notas Finais


Muitas revelações para um capitulo só, não é mesmo? Mas quem será essa mulher misteriosa? Alguém já tem um palpite suicida? E quem imaginava que o pequeno Jesper tinha um irmão gêmeo? E qual será a reação de Wendy quando descobrir que é appa de gêmeos? E por onde anda Irene, que até agora não deu as caras? Então me digam suas teorias, que eu sei que os Wenrene Shippers são tudo do FBI!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...