História Baby boy (jikook) - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, Got7
Personagens G-Dragon, Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lisa, Mark, Rap Monster, Suga, T.O.P, Taeyang
Tags Jikook, Markson, Namjin, Vyoosok
Visualizações 817
Palavras 901
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Fantasia, Festa, Lemon, Luta, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei com cap pra vcs ebbaa.
POSTO MAIS UM DE MADRUGADA
Boa leitura e desculpem os erros.
BOA LEITURA 😘

Capítulo 14 - Cap 14


Fanfic / Fanfiction Baby boy (jikook) - Capítulo 14 - Cap 14

Sonhos? Qual é os seus sonhos? Casar, ir a praia, conhecer um amigo de verdade, esses eram os sonhos que Jimin queria realizar um por um, principalmente o de de casa, mais era difícil conseguir isso já que queria jungkook como seu marido mais jungkook apenas que curtir sua vida, ele tem apenas 22 anos tem muito o que viver, mais Jimin seria capaz de largar todos os seus sonhos para ficar com jungkook pré sempre é se livrar desse seu lado assassino Afinal não queria que jungkook fosse preso e pior ainda não queria que jungkook morresse.

- chegou.- após ouvir a campanhia tocar jungkook se levantou as pressas, estavam esperando alguém que talvez morresse ali mesmo sem dó alguma, estavam esperando Matheus. - peça para Jimin descer. - hoseok assentil e correu até o andar de cima.

-ola..- Matheus era um brasileiro alto com cabelos pretos e do tamanho de jungkook, tinha uma voz grossa e era bem forte, mais jungkook apenas se segurou para não rir da forma como ele pagava de durão.

- entre. - a voz de jungkook estava rouca apesar de ser duas horas da tarde, mais ninguém mandou Jimin corsário cedo de mais e começar fazer barulho na tv, se é que você me entende.

O cara entrou e sentou em uns dos sofás na sala, jungkook sentou no outro ajeitando seu revólver na calça.

Jimin desceu com ajuda de hoseok por ainda estar com dor no pé, Jimin não entendia o que estava acontecendo já que viu o cara que estava conversando a alguns dias.

Jungkook deu um sinal para hoseok colocar Jimin em seu colo para que o cara não tente nada, e assim foi a conversa toda entre os quatros na sala, Matheus jogando endiretas, Jimin no colo de jungkook apenas observando tudo é hoseok ajudando Jimin em tudo que precisavam.

- olha cara a única coisa que eu quero e que você fique longe dele.- jungkook falou se levantando do lugar com calma deixando Jimin sentar lá sozinho.

- olha aqui jeon quem tá errado aqui não é só eu, aposto que esse aí apagou metades das conversas.- jungkook agora estava mais estrada do que nunca, estava aponto de matar aquele cara por falar assim de Jimin. Joseok se levantou ficando entre os dois na sala. - eu li muito bem quardo ele mandou pra mim que se conseguisse sair daqui ia direto pra minha casa. - jungkook olhou para jimin que tinha a cabeça baixa olhando para os seus próprios pés.

Matheus deu o celular para jungkook ja nas conversas dos dois vendo o que Jimin avia apagado, e sim, era verdade Jimin tinha dito tudo aquilo para ele.

Sem nenhum ali na sala perseber Jungkook atirou na cabeça do brasileiro sem almenos olhar pra ele.

- hoseok se livrar disso aqui ok?- sorriu sem graça, não queria que hoseok tivesse medo dele em momentos algum já que ele era o seu melhor amigo. - vem Jimin sobe. - Jimin enguliu o seco e se levantando surpreso por jungkook ter o pegando no colo, quando chegaram no quarto jungkook fechou a porta atrás de si e soltou Jimin na cama ficando por cima. - o que tem a dizer?- voz rouca.

- desculpe daddy eu não divia ter apagado as conversas, o que vai fazer?- perguntou assustado.

- dessa vez passa amor, mais sabe onde eu vou agora?- jimin negou. - vou comprar novos brinquedos para sua próxima punição seja bem dolorosa e prazerosa pra mim ok?- Jimin assentil. - eu já arrumei minhas coisas, agora eu vou na nossa faculdade e nos tirar de lá, depois eu vou no mercado comprar coisas para nova casa que vamos e vou comprar suas coisinhas... Quer algo?- saiu de cima de Jimin indo até o espelho.

- compra algo para mim usar pra você. - jungkook sorriu sapeca e foi até Jimin lhe dando um beijo e saindo do lugar... Jimin pediu a ajuda de hoseok para arrumar suas coisas e o ajudar no jantar já que jungkook só aí provavelmente voltar a noite.


Jungkook já tinha comprado as coisas para Jimin e agora estava no mercado fazendo compras... Foi até o estacionamento é quardou as coisas no porta malas, entrou no carro e colocou seu revólver na cintura e assim saindo do lugar e indo para casa.


Quando chegou Jimin e hoseok estavam na mesa comendo e conversando coisas aleatórias. Falou oi e se serviu sentado na mesa.

- para onde vamos.- perguntou jimin.- o hoseok vai né?

-vamos para Daegu, e sim amor, hoseok vai com a gente, por que não vou ter muito tempo pra você lá e não posso te deixar sozinho. - jungkook se levantou. - vou fazer uma ligação já volto...vá podem pegar suas malas por que vamos agora.

Jungkook caminho até o lado de fora da casa discando o número de namjoon no celular. Chamou, chamou, chamou.

- alô namjoon?

- fala jungkook, já está saindo? Deixa a chave debaixo do vaso de flores ok? Já tô indo.

- ok, confio em você nao vassila viado se não mato você.

-OK cara mais por que esta saindo da cidade?

- estou com park Jimin filho do bambam, e já tem muitas gangues atrás dele..aqui não é seguro. Tchau.

- ok. Não esqueça de deixar a chave de baixo do vaso.

-OK.

Jungkook desligou a chamada e chamou os meninos para irem...colocou todas as armas no porta-malas. Olhou a casa pela última vez, pois jungkook sabia que nunca mais voltaria para busar.


Notas Finais


COMENTE🇰🇷


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...