História Baby boy (jikook) - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, Got7
Personagens G-Dragon, Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lisa, Mark, Rap Monster, Suga, T.O.P, Taeyang
Tags Jikook, Markson, Namjin, Vyoosok
Visualizações 288
Palavras 1.085
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Fantasia, Festa, Lemon, Luta, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei gente com mais um capitulo
Vai ter mais um acho que atarde ou a noite tá!! Mais domingo tem dois terça tem um de madrugada quinta também de madrugada ok! BOA LEITURA 😘

Capítulo 16 - Cap 15


Fanfic / Fanfiction Baby boy (jikook) - Capítulo 16 - Cap 15

A casa era linda. Tinha um enorme portão marrom escuro, dentro um caminho sercado de grama bem tratada até a enorme mansão branca por fora, dentro eram cores claras como jungkook gostava, um enorme sofá marrom claro com almofadas uma tv enorme em cima de um raque branco com son, DVD, vídeo game e vários filmes no canto do móvel, um tapete peludo que cobria a metade da sala e uma mesinha de vidro no centro do comado e sem tirar os quadros com pinturas qualqueres nas paredes. A escada era com madeira também marrom que levava até o segundo andar onde tinha três porta onde Jimin julgou ser quartos de hospedagem e banheiro, na segunda escada de madeira levava até o segundo andar, o quarto de hoseok era branco com uma cama de casal e dois quadros com pinturas aleatórias livros do lado da janela e abajurs  realmente a cara dele. Nosso quarto tinha cor vermelha nas paredes e no coberto, o Raque era marrom com uma pequena tv é outras coisas em cima do mesmo  no fim dos corredores tinha uma sacada onde tinha visão da enorme piscina meio redonda mais enorme com cadeiras de praia em volta dela, o resto da casa era a cozinha, a sala de jantar, porão, banheiros e lavanderia.

- gostou amor?- jungkook sentou na cama mechendo no controle da tv é colocando em um programa aleatório.

- sim daddy ela é linda.- sorriu olhando mais uma vez para janela.

Jimin sentiu os braços quentes de jungkook o rodiarem em um abraço apertado.- mais afinal por que vimos pra cá?- entrelaçou suas mãos.

- eh.. eh tipo um jogo de gangues, você tem que eliminar o máximo de gangues possível e depois fugir.- jungkook estava se sentindo mau por não contar a verdade para Jimin, já estava com ele a bastante tempo e o menino via armas, mortes e agora teve que largar a faculdade para sair da cidade com seu daddy, jungkook poderia muito bem ter acabado com Jimin no premeiro encontro na boate mais o problema está em seus olhos, jungkook não ia desistir de  saber o que tinha naqueles olhos escuros que o enfeitiçava de uma forma enesplicavel, não queria falar como seu pai morreu pois tinha sertesa que ia perder seus olhos, mais tinha que fala... não agora é lógico mais tinha que falar. Por enquanto ele descidiu apenas falar de sua vida pessoal tirando a morte de sua namorada é lógico mais o resto.- posso falar com você? - foi até a cama sentando e chamando Jimin para sentar em seu lado.

- pode daddy...- sorriu.

- bom, não sou bandido sou um assassino, ehh sou líder da gangue mais assassina de todas, já matei pessoas importantes pra mim o que foi muito difícil, meus pais moram em outra cidade...minha vida virou um inferno depois que comecei a beber e fumar maconha, meus pais não falam mais comigo desde que eu falei que sou bi e prefiro homens mais também pego mulheres e sou apaixonado por seus olhos.- jungkook não tinha mais o que falar, na verdade tinha, tinha bastante mais o que disse ali agora foi o bastante para jimin ficar boquiaberto.

- eu pensei que seus pais e... A você sabe, jungkook posso te perguntar duas coisas?- jungkook assentil nervoso.- como você consegue todo esse dinheiro se não é bandido é o que tem demais em meus olhos?- Jimin corou após a pergunta final mais continuo encarando o maior que olhava para tv.

- Jimin eu trabalho ta!! Eu sou o dono da nossa faculdade, ex... Bom ela está no nome da família jeon e eu cuido dela quando meu pai esta fora apesar de que não falo muito com ele, apenas de negócios...ehh.. não sei Jimin, não sei o que tem em seus olhos do sou apaixonado por eles.

Jimin sorriu e deu um selinho no maior, um selinho sem malícia, só amor da parte de ambos ali.

- agora tome um banho, tenho que resolver uns negócios e vou levar você junto comigo.- Jimin assentil soluçando. - quando chegamos vamos dormir, já que não dormimos esta noite.

Depois do banho de jimin jungkook avisou hoseok que iam sair e para cuidar da casa.

Quando chegaram Jimin ficou pasmo com o enorme predio branco cheio de janelas, se sentiu um pouco envergonhado por esta vestido parecendo um morador de rua comparado as pessoas que saiam do lugar mais mesmo assim entrou.

- ola sou jeon jungkook, tenho horário marcado com taeyang. - sorriu, jimin se encomodou com o modo como a morena olhava para jungkook e se mechia na cadeira arrumando sua saia preta.

- vou ver na lista. - olhou para jungkook com um olhar manhoso e logo se direcionou para o computador mordendo os lábios de forma sexy. - ohh sim, é só subir aquela escada na sala 318 ele está a sua espera. - sorriu, Jungkook falou obrigado e subiu para o outro andar com jimin a sua frente subindo a escada com a mão em sua saia laranja.

Jimin ficou finalmente irritado com a forma como a secretária o chamava "kookie oppa" , jungkook apenas inginorava isso já que ele é a mulher já se conhecim a bastante tempo.

- vem baby vamos entrar. - jungkook tentou tirar Jimin do lugar mais o menor negava a sair.

- nao jungkook vou sentar aqui e te esperar. - sentou em umas das cadeiras, jungkook assentil derrotado e entrou na sala.

- eai tae já arrumou um lugar pra mim aqui?- sentou na cadeira encarando o moreno no outro lado da mesa.

Ficaram conversando várias coisas sobre negócios por longos minutos até jungkook saber que vai ficar com chefe da bagunça toda já que sei pai estava de viagem a negócios.

Saiu da sala vendo Jimin conversando com um cara alto, loiro que estava com as mãos sujas em cima dessa Coxas de jimin.

- Jimin? Amor vamos. - falou em um tom auto para que o outro cara tirasse a mão das coxas de Jimin. Jimin levantou sem jeito é assentil assustado.

 Quando chegaram no lado de fora da empresa resebemos uma mensagem de um dos integrantes da gangue o chamando urgente. Jungkook ligou para hoseok que logo chegou no lugar.

- sabe que vai acontecer por ter deixado aquele homem te tocar né?- Jimin olhou para baixo e assentil. - ainda bem que tenho novos brinquedos. - cochichou no ouvido do menor. - quando chegar agente conversa baby. - soltou Jimin do abraço por trás e viu ele ir até o carro de hoseok assim indo em bora.


Notas Finais


COMENTE🇰🇷


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...