História Baby Don't Cry - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanyeol, Chen, D.O, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Tags Ana, Gaby
Exibições 5
Palavras 1.164
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpem a demora, eu realmente estou sem ideias!

Capítulo 6 - Promise


Fanfic / Fanfiction Baby Don't Cry - Capítulo 6 - Promise

​Onde está a esperança em um mundo tão frio?

​Em um mundo tão....difícil

​Você parece estar...lentamente desaparecendo!

Você está procurando uma luz distante.

Enquanto eu procuro alguém que pode salvar uma vida..

Vivendo com medo de que ninguém irá ouvir os seus choros

 

​- O que? - Pergunto

-  Sabe...por incrível que pareça.. - dá uma olhada nos papéis - eu acho...nós achamos...

- O que?

-  Ela está viva? - parecia mais uma pergunta do que uma afirmação! Mas, ao mesmo tempo, não fazia sentido!

- Como? - pergunto assustado - a bala foi no peito dela! Namjom disse que o médico confirmou...

- Sim, sim! - ele afirma duas vezes - A bala foi no peito dela...Olha, ela é forte! E o médico, não confirmou! - ele abaixou os papéis em sua mão - Ele apenas foi ver seu pulso...sabe para confirmar!? - assinto - Ele viu que ela, estava viva!

- Então, ela está viva? - pergunto vendo o mesmo assentir, e uma lágrima caí de meus olhos.

- Ela está viva, mas ao mesmo tempo, não! - Ele disse meio confuso, com suas próprias palavras.

- Como assim? - pergunto confuso, como uma pessoa pode estar viva, mas ao mesmo tempo não estar?

- Ela não corresponde a nada, apenas seus sinais de vida pelo monitor! - ele parece pensar antes de continuar - Ela parece estar em coma, algo que não estamos entendendo, pelo o que eu "acredito" - faz aspas com o dedo. - Ela estando em coma, é bem perigoso....Coma é o estado em que uma pessoa fica com a consciência comprometida e demonstra pouca ou nenhuma reação a estímulos, não sendo capaz de abrir os olhos, pronunciar palavras nem obedecer a comandos simples. "O coma é um sinal de que o enfermo apresenta uma doença grave que está comprometendo o sistema nervoso central" ​ - Ouvir essas palavras não é nada confortante! - Essas enfermidades podem tanto estar diretamente relacionadas ao sistema nervoso central, como tumores, meningite, acidente vascular cerebral e traumas cranioencefálicos, quanto afetar indiretamente o funcionamento das células nervosas, que podem ser desde problemas metabólicos, como o diabetes, até paradas cardíacas, insuficiência respiratória, perda de sangue, intoxicação etc. "Mas é importante lembrar que a doença só leva ao estado de coma quando a situação é muito grave"  ​- Ele me explicava e me explica cada detalhe, dos riscos de uma pessoa em coma! - O coma tem vários graus e o mais profundo deles é quando a pessoa não reage a qualquer estímulo. Apesar de variar muito de acordo com cada caso, em geral o paciente fica com a parte respiratória prejudicada, necessitando da ajuda de tubos e aparelhos. "A função cardíaca também pode estar normal ou comprometida e, dependendo da situação, a pessoa pode precisar de uma droga para mantê-la" ​ - Então vão ter que droga-la? - Esses medicamentos são injetados diretamente na veia, como ela está inconsciente, ela não consegue tomar. Já a alimentação costuma ser feita por meio de sonda! Entendeu?

- Sim, perfeitamente! - Como não entender depois disso tudo?

- Eu tenho que lhe explicar mais algumas coisas! - Diz o Dr. Ok, vai começar tudo de novo! - O Coma Pode ser Tratado!

MITO: Não há nada que os médicos possam fazer com relação ao coma. Os procedimentos visam a melhorar o estado da paciente de modo geral. A prioridade é a sobrevivência, que inclui manter a respiração e a circulação. Depois, buscam identificar com precisão a causa do coma e revertê-la. Por exemplo, podem ministrar glucose no caso de choque diabético ou antibiótico para a infecção cerebral. Se a causa for tratada com sucesso, há chances do paciente despertar sem sequelas​. Trata-se de um tipo de sono profundo, ela consegue ouvir o que é dito! - ele diz eu sorri. - Bom não vou mais falar nada...Você quer vê-la?

- Sim, por favor! - Digo e o acompanho.

 

​QUARTO HOSPITAL / GABY

​- Vou deixar vocês asós! - dito, ele saí.

- Hey...- Digo me aproximando pegando em sua mão. - Eu espero que se recupere logo! Você me deu um susto enorme...NOS deu! - eu concerto. Vejo se a mesma apresenta algum movimento...mas nada. - Tudo bem! Não tenha pressa, quando você acordar, eu estarei aqui! Te esperando! - Digo e beijo sua testa. Pego uma cadeira, e coloco próximo da cama, pego sua mão e deito minha cabeça no colchão, logo adormecendo.

​Jungkook Off

Sehun On

​Depois do acontecimento, eu estava me sentindo fraco!
Chego ao hospital, logo vejo o médico que parece ser responsável dela!

- Licença, você seria o médico responsável por Anna Gabriela? - pergunto simpático mais ao mesmo tempo preocupado.

- Ah sou sim! Você é um amigo? - Pergunta e eu fico incomodado...

- Sim!

- Ah me siga...- ele pede e eu o sigo.

Chegamos no quarto da mesma, Jeon estava ao seu lado, a observando.

- Senhores...- o médico chamou a nossa atenção. - Precisamos conversar! - Ele diz um pouco surpreso!

Já estávamos do lado de fora, esperando ele dizer.

- Isso é realmente surpreendente! Mas...ela está grávida! - ele diz e eu fico boquiaberto.

- Grá-grávida? - gagueja Jungkook.

- Exatamente....

Eu fiquei realmente triste...ela estava grávida! Mas não de mim...

 

​Depois de todo o ocorrido, se passaram meses, mais especificamente, 10 meses​, Gaby ainda estava em coma e grávida...

 

Eu e Jungkook estávamos na lanchonete do Hospital e começamos a ver uma movimentação, o que estava acontecendo?

 

 

- Senhor Jeongguk? Senhor Oh Sehun?! - o médico se aproxima de nós com uma cara nada boa. - Anna....ela...Ela perdeu o bebê!

 

- Como? - Jeon diz deixando lágrimas caírem desesperadamente.

 

- E-ela parece ter acordado! - Ele diz depois de olhar um dispositivo que ficava em seu roupão.

 

Dessa vez, foi a minha hora de deixar lágrimas caírem.

 

​Sehun Off

​Gaby On

​Depois de tudo, eu escutava a voz de Jungkook, Sehun, Ana...enfim meus amigos.

Eu queria acordar, só não conseguia!

 

Na escuridão, eu fecho as portas e em silêncio sinto-me impotente
O palco mudou, certamente deixou uma reflexão de arrependimento
Você silenciosamente me deu muito, porém nunca mencionou isso

O tempo está lentamente se esvaindo pouco a pouco
Tudo o que faço por você não é o suficiente
Ainda assim eu me esforço para lhe manter firme
Não há como alguém ser capaz de te substituir, assim como a nossa promessa

​Antes de toda essa confusão, eu e Jungkook fizemos uma promessa: Não iríamos nos separar, custe o que custasse!

No tempo que fugiu, eu uso as minhas lágrimas como tributo
Lembrando-me de tudo o que aconteceu no passado
Eu quero dizer que sinto muito, mas eu te amo tanto
Basta deixar o tempo provar isso para mim
Mantendo-a em meu abraço, segurando-a fortemente com meus braços
Enquanto você está feliz e abençoada, eu estou disposto
Eu honrarei tudo isso

Eu tomei coragem e abri meus olhos mais uma vez

 

 

Eu estava de volta..


Notas Finais


Foi só um capítulo para enrolar msm!

Obg pela atenção!

Acho que irei postar a continuação da fic do Tao, amanhã! <3
Boa Noite


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...