História Baby Evil - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts
Visualizações 13
Palavras 1.108
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Festa, Hentai, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Finalmente!!!
Ta meio aleatorio?Tá mais relevem por que eu achei digno
Espero que gostem amores
Beijuss

Capítulo 18 - Namjin!!?


Fanfic / Fanfiction Baby Evil - Capítulo 18 - Namjin!!?

                                                             – Jin P.v.os–

Eu tinha acabado de me mudar, estava feliz por finalmente sair da casa dos meus pais, foi difícil convencê-los a me deixar sair de casa mais depois de descobrirem o bairro pra qual eu ia me mudar a guerra acabou e eles finalmente deixaram, não e como se eu odiasse morar com meus pais e só que... Eu queria se independente, e também queria poder ter uma cozinha só pra mim sem que minha mãe brigasse de cinco em cinco minutos sobre tomar cuidado com suas panelas.

– Chega de reclamar! – Disse animado enquanto puxava a manga da blusa social para checar as horas –Acho que já posso fazer o jantar – Caminhei ate a cozinha e abri a geladeira para ver os ingredientes, mas claro que eu ainda não comprei nada e ela estava vazia – Ok sem desanimar – Decidi sair para comprar algumas coisas, peguei minha carteira e a chave de casa e sai depois de trancar a porta, antes de andar pelas ruas igual um louco, observei as casas com cuidados para ver se achava alguém para me indicar algum mercado, na casa ao lado eu vim um menino sentado na calçada com as mãos na cabeça, com certo medo fui ate ele e pus o melhor sorriso simpático que tinha – Prazer meu nome e Kim Seokjin e... – parei de falar assim que o menino levantou o rosto me encarando, seu rosto estava sujo de alguma coisa preta, fazendo seus castanhos brilhar e um sorriso gentil brincava em seus lábios deixando a mostra suas covinhas.

– Prazer meu nome e Kim Namjoom– o menino levantou limpando suas roupas e me estendendo a mão, apertei sua mão e sorri gentil – Eu moro ali – Apontou para a casa atrás dele – Ah desculpa por isso... Eu estava tentando cozinhar – Sorriu limpando as manchas pretas de seu rosto, nem percebi que estava o encarando – Mas enfim no que posso ajudar?

– Ah desculpa... Eu queria saber onde tem um mercado aqui perto – O menino riu balançando a cabeça negativamente

– Tem um... A uns 15 minutos de carro – Ele riu de novo pegando minha mão e me puxando para dentro de sua casa, não tentei puxar minha mão já que estava fraco por causa da fome                                                   – Você pode usar o que quiser na cozinha... Considere um comprimento para o meu novo vizinho – Ele riu me fazendo rir também

– Acho que você só quer que eu cozinhe pra você – Namjoom confirmou com a cabeça me puxando ate a cozinha, ele me entregou um avental e se sentou na bancada, tinha um panela no fogão com algo não identificado que resolvi perguntar o que era – Ei o que e isso? Veneno?

– Hm... Acho que se alguém comer isso vai morrer, então, sim e um veneno – Brincou pegando a panela de minha mão e jogando a “comida” no lixo e a levando ate a pia, observei sua expressão de nojo enquanto vestia o avental – Se me observar tanto vou considerar isso um caso de amor a primeira vista – Riu me fazendo corar

– Idiota! Ei Nam onde estão as panelas? – Ele já tinha voltado para a bancada e mexia a pernas brincando enquanto apontava para um armário, abri e peguei uma panela, já tinha decidido fazer uma macarronada

– Nam... Que fofo! – Comentou enquanto eu enchia a panela com água, quase derrubei com a surpresa, nem tinha percebido que tinha inventando um apelido vergonhoso como esse – Certo vou chamar você de minha esposa! – Brincou enquanto mandava um coração pra mim, droga coração, se acalma – Ah não faça essa cara de medo, vou te chamar de Jin então! –Disse fazendo bico

– Me chama do que quiser, agora vai pra sala e me deixa cozinhar – Exclamei, não ia conseguir cozinhar com ele aqui, meu coração não ia deixar

– Ok meu amor! – Disse indo para a sala e se sentando no sofá indo ver TV

– Ate que e fofo quando fica quieto... amor – Sorri voltando a focar na comida, pensei tanto nele que nem percebi quando a comida ficou pronta, obvio que eu não sou gay mais... ele e muito lindo – Ei Nam vem cá – Gritei enquanto colocava o molho, em 1 minuto ele apareceu atrás de mim sorrindo

– Uau! Parece gostoso – Sorriu me abraçando por trás e colocando a cabeça e meu ombro esperando eu terminar de colocar o molho – Você eu tenho certeza que e gostoso mais eu ainda quero provar – Sussurrou em meu ouvido, nem me atrevi a olhar para trás já me eu estava mais vermelho que o molho de eu estava colocando, quando finalmente terminei e soltei a panela ele me virou me prensando na bancada, fechei meus olhos com a surpresa, meu coração que não parava quieto quase gritou quando senti os lábios pressionando os meus, tentei empurrar ele para longe mais no fundo eu queriaisso, seu beijo era calmo e gentil às vezes sentia leves mordidas intensificando o beijo, depois de alguns longos segundos ele separou nossos lábios ofegante descendo sua boca ate meu pescoço e distribuindo mordidas e um chupão que com certeza ficaria marca, continuava com meus olhos fechados, aproveitando a sensação – Ah desculpa acho que exagerei – Disse afastando os lábios do meu pescoço e me dando um certo espaço, resolvi abri os olhos que logo se encontraram ao dele, e que olhos lindos... – Hm... Vamos comer!

– Ah... Sim – Disse pegando os pratos e os colocando na mesa me sentando logo em seguida, Namjoom se sentou depois de pegar um suco para os dois, seu rosto tinha um leve tom rosado que nem se comparava ao meu que parecia uma pimenta

– Ah o molho ta uma delicia – Nam Disse sem nem ter tocado na comida

– Hm? Como sabe? – Perguntei enquanto mastigava

– Você prova a comida enquanto cozinha – Sorriu começando a comer, durante o jantar conversamos sobre varias coisas evitando o assunto do beijo, o que na verdade era o que eu mais queria falar

– Acho que eu me apaixonei... – Sussurrou enquanto me encarava, creio que não consegui conter muito bem minha surpresa depois de ouvir uma confissão, ou quase se ele tivesse parado por ai – Por sua macarronada – Deixei escapar um suspiro triste

– Que bom que gostou – Resmunguei tirando os pratos da mesa e levando ate a pia e começando a lavar a louça

– Lindo... – Sussurrou mordendo minha orelha – Fofo... – Disse beijando meu pescoço – Tão... – Fez uma pausa me virando – MEU! – Disse sorrindo me dando vários selinhos pegando o prato de minha mão e o secando com um pano, sorri voltando a lavar os pratos

– Esposa e... Acho que eu gosto! – Comentei sorrindo

– Viu! Um caso de amor a primeira vista – Sorriu me dando outro selinho rápido voltando a secar os pratos


Notas Finais


Cometem o que acharam ^^
Beijuuss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...