História Baby manhosa --- Imagine Jungkook - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jungkook
Visualizações 105
Palavras 1.059
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


MAIS UM CAPÍTULO AE NEGADA.... MAMZMZMZKSKSMSM....

ESPERO QUE GOSTEM E DESCULPA A DEMORA PLMDS.


SORRY PELOS ERROS E BOA LEITORA ;)

AAAAAAAAAAA ❤

Capítulo 7 - Mamãe está de volta


Fanfic / Fanfiction Baby manhosa --- Imagine Jungkook - Capítulo 7 - Mamãe está de volta

Depois daquela foda no carro, há vi dormindo tranquilamente no banco do passageiro. (S/N) sempre me casou problemas, não por seus ciúmes bobos e sim pelo fato de revidar mamãe. Sim, minha omma não goste da baby, pois ela acha que a mesma é uma prostituta que eu só comprei para mim satisfazer.

No começo a comprei por que estive pena dela chorando cabisbaixa, enquanto aquele brutamontes segurava firme em seus bracinhos. Não sabia o que ela me escondia.quer dizer. Até hoje (S/N) esconde algo de seu passado, quando pergunto "talvez" o que seja. Ela muda de assunto, acho que seu passado possa te sido horrendo.

Abri  a porta do carro, saio dele e vou ao banco passageiro. Pego (S/N) nos braços, caminho de vagar para não acorda-la e passo pelo porteiro que trabalha a muitos anos aqui no casarão.

  ㅡ Boa tarde senhor ? Como está? Precisa de algo?.

Frederik era como um melhor amigo. Daqueles típicos "Fiel escoteiro", agradeço até hoje por ele ter aberto meus olhos. Na época eu não queria nada da vida, era imaturo, meninão que só pensava em "Sexo" e "Bebidas", mas com o tempo fui mudando. Graças a ele.

  ㅡ  Boa tarde Fred, estou bem e não preciso de nada, só um bom descanso mesmo ㅡ responde todas suas perguntas e ajeitei a baby em meus braços.

 
No começo não consegui abri a porta, por causa da dorminhoca que se encontrava em meus braços. Mas logo Fred me ajuda a abrindo. Adentro em casa e subo as escadas, sendo acompanhado por Frederik.

O mesmo abri a porta do quarto e da passagem para mim entrar, entro e coloco com cautela (S/N) sobre a cama. A enrolo e dou um selar na testa macia da mais nova.

  ㅡ Obrigado Fred, qualquer coisa lhe chamo.

Fred se reverência e sai pela porta. Suspiro pesadamente, tirando aquele peso das costas e começo a me despir. Tiro os sapatos, a calça de couro, a blusa social branca e a box. Vou calmamente até o banheiro, paro em frente ao espelho e fico olhando meu reflexo cansado través do espelho.

   Por que sinto que algo de ruim irá acontecer?

Esparramo as mãos por todo o rosto e mordo os lábios inferiores com força. Vou ate a válvula e ligo a mesma e coloco no máximo, enchendo a banheira rapidamente, coloco sais minerais com cheiro de rosas vermelhas e depois a desligo. Entro na água morna e deliciosa relaxando meus músculos.

Desde que papai morreu, venho tendo "problemas" na empresa. Na reunião que falei com Jin, meu amigo de longas datas. O mesmo me avisou que nosso rival Baekhyun planejava algo para derrubar o rendimento dos contratos.

Todas as empresas são "obrigadas" de certo modo, há fazer contrato umas com as outras. Pelo fato de Seokjin ter escolhido minha empresa, baekhyun ficou bravo. Pois o mesmo sabia que Jin é um dos melhores chefes de Seoul. Então foi aí que a nossa rivalidade começou.

Terminei o banho, já relaxado saio da banheira e pego a toalha, enrolo na cintura e vou procurar algo confortável no closet. Visto uma box vermelha, calça moletom e resolvi ficar sem blusa mesmo. Enxugo os cabelos e volto ao quarto.

(S/N) ainda dormia tranquilamente, toda torta e um fio de baba escorrendo por seus lábios gordinhos. Se eu não fosse seu namorado, acharia aquilo nojento. Rio e deito ao seu lado e a puxo pela cintura. Entrelaçando os dedos na mesma a trazendo pra mim.

[….]

Acordei sentindo beijinhos por todo o rosto, abro os olhos lentamente e vejo minha garota toda descabelada com um sorriso doce nos lábios. Me espreguiço e lhe dou um selinho de boa noite.

  ㅡ Amor, estou com fome ㅡ Falou fazendo bico.

  ㅡ Então vamos bebê, acho que marrie já fez o jantar ㅡ bocejo e sento na pontada cama.

Fomos até a cozinha, e já encontrando a mesa cheia de coisas deliciosas. Bibimbap, Bulgogi, Chikin. Minhas comidas preferidas.

  ㅡ Hun, hoje você caprichou em marrie.

Marrie sorri e logo sai, voltando ao seu serviço. Sento na cadeira, e logo (S/N) também e nos servirmos com aquelas coisas gostosas.

ㅡ que gostoso, quero comer isso mais vezes ㅡ Rio fraco com o comentário da baby manhosa.

Conversamos sobre vários assuntos, e terminamos a refeição da noite. A empregada veio e retirou toda a mesa, nos levantamos e resolvemos assistir um filme na sala de estar. Vejo (S/N) correr até o sofá e pula, deitando de bruços. Dou um tapinha em suas nadegas redondinha e coloquei o filme " A criada".

Me aconchego no estofado e abraço (S/N) a pondo deitada no meu peitoral. Faço carinho em seus cabelos macios e começo a assistir o início do filme. Estava tudo muito bom, até tocarem a campainha.

ㅡ Aish, quem será uma hora dessas.

Continuo deitado, esperando algum empregado vim atender. Marrie vem correndo e abre a porta, mostrando a grande pessoa que insistia em estragar meu filme.

ㅡ Não acredito, preferia ter visto o Chuck do que essa praga  ㅡ (S/N) resmungou ao ver a senhora de poste forte ali em sua frente.

Trajando um dos seus caros vestidos, saltos de veludo pretos, bolsa de couro, cabelo bem feito, maquiagem simples porém na medida e com duas malas em mãos.

     Como assim malas

  ㅡ Olá filho, feliz em me ver? Não vai abraçar sua mãe maravilhosa? ㅡ Sempre impetuosa mamãe abriu os braços.

Levanto e abraço a mesma, olho para toda aquela "Falsidade" porque omma sempre foi assim. Desde que papai morreu e assumi a empresa, ela só vem atrás quando está precisando de algo.

ㅡ O que a senhora veio fazer aqui? E com essas malas? ㅡ pergunto já sabendo o óbvio.

ㅡ Hun, visitar meu filho? Ah, Oi (S/N) ㅡ Deu um "oi" seco para minha garota.

ㅡ Olá Cob… quer dizer senhora Jeon ㅡ Sorri já sabendo o que aquela moleca iria falar.

ㅡ Bom querido, passarei uns dias aqui, pois quero conviver com minha "futura" nora ㅡ Rio com a cara que (S/N) fez.

ㅡ Tudo bem, Marrie ajude mamãe com as malas, e as leve para o quarto de hóspedes ㅡ Marrie pega as malas que não era passada e sobe as grandes escadas.

ㅡ Então "norinha" parece que vamos conviver um bom  tempo juntas ㅡ mamãe fala encarando (S/N) com um sorriso sarcástico no rosto. Suspiro e bagaço os cabelos.

    É parece que essa história não terminará bem.








Notas Finais


UHUUUUUUU....

O QUE SERÁ QUE A COB.... QUER DIZER A SOGRA DE VOCÊS IRÁ FAZER HEIN?

DEIXEM NOS COMENTÁRIOS O QUE VOCÊS ACHAM DISSO TUDO.....

PREVEJO TRETA.... HAHAHA

ASDOOOOROOOOOO.....

TBM PREVEJO HOT AMORAS.....

BEIJINHOS ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...